07/02/19 - 16:10:28

CHEGUEI AQUI GRAÇAS A MUITO TRABALHO, DIZ FÁBIO HENRIQUE

O deputado Federal Fábio Henrique (PDT/SE) fez uso da tribuna da Câmara Federal, na tarde de hoje (dia 07). Em seu primeiro discurso, Fábio Henrique agradeceu aos sergipanos, enalteceu alguns deputados federais que já passaram por aquela casa, destacou municípios sergipanos, e defendeu o funcionamento da FAFEN, solicitando que seja cancelado o projeto de hibernação da fábrica de fertilizantes.

“É uma honra representar os sergipanos na Câmara Federal. Está aqui nesta tribuna, onde brilharam sergipanos ilustres como Augusto Franco, Marcelo Déda, João Fontes e tantos outros. Um Agradecimento especial as cidades de Nossa Senhora do Socorro, terra do meu coração e onde fui prefeito por oito anos; São Cristóvão, que é a quarta cidade mais antiga do Brasil, com seu belo patrimônio histórico e cultural; Aracaju – capital dos sergipanos, uma bela cidade, aonde fui vereador; e Cristinápolis, sul de Sergipe, pelo apoio do prefeito Du de Juca e pelo carinho da população”, enalteceu o deputado Federal.

Fábio Henrique fez a sua apresentação no plenário, já que foi a primeira oportunidade, e destacou que é Policial Rodoviário Federal da ativa, radialista, filho de vendedor de feira e uma professora. “Cheguei aqui graças a muito trabalho. Mas a minha fala não será apenas de agradecimento, será também para fazer um denúncia e um apelo ao governo brasileiro”, discursou.

FAFEN

O deputado Fábio Henrique enfatizou que o desinteresse da Petrobrás pela FAFEN deve-se a política de desmonte do Estado Brasileiro, acontecido no ano passado. “A FAFEN SE iniciou suas atividades em 1982, em Laranjeiras, representou e representa um marco no desenvolvimento do Estado. Agora a Petrobras anuncia a Hibernação da fábrica para matar e depois vendê-la. Ou seja, primeira desvaloriza, para depois vender por qualquer preço, é a clara política de entreguismo das estatais brasileiras”, denunciou.

“O Brasil não deve abrir mão da produção de fertilizantes, extremamente importante, fundamental para a atividade agrícola. O agronegócio que torna o Brasil um mais competitivo no mercado internacional, e equilibra a sua balança comercial. O mais grave, o processo de hibernação, ou seja de morte, não tem licença ambiental. A ADEMA, órgão ambiental do Estado, anuncia uma multa de R$10 milhões de reais e já no início da semana houve suspeita vazamento de amônia, varias pessoas tiveram que passar por atendimento médico”, lembrou o parlamentar do PDT.

Fábio Henrique defendeu que a Petrobras não pode seguir o caminho da Vale. “Não queremos que ocorra em Laranjeiras o que ocorreu em Mariana e em Brumadinho, por absoluta irresponsabilidade humana. O Sindicato da categoria e o Governo do Estado já acionaram que estão ajuizando ações na justiça para tentar evitar o fechamento da FAFEN. Agora, apelo ao Governo Federal para que reveja essa decisão, perigosa do ponto de vista ambiental e trágica do ponto de vista econômico para o Estado e para as cidades que ficam em seu entorno”, reforçou.

O deputado afirmou que centenas de pessoas irão perder os seus empregos, e que várias pequenas e médias empresas se instalaram no entorno da FAFEN deixarão de existir. “Estamos à disposição do governo do Estado, para ajudar nessa luta, independentemente de siglas partidárias, a eleição passou, e meu lado agora é Sergipe. Apelamos novamente, por fim, ao Governo Federal para que reveja essa decisão. Não queremos voltar a essa tribuna para lamentar mais uma tragédia, seja ambiental ou econômica”, finalizou o deputado.

Por Henrique Matos

Foto Alexandre Amarante/PDT