05/04/19 - 05:58:01

Sebrae e Fapitec discutem apoio a criação de projetos inovadores

Programa deve investir R$ 1,2 milhão em 24 projetos em Sergipe

Representantes do Sebrae e da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica de Sergipe (Fapitec) discutiram nesta quinta-feira uma parceria para viabilizar a participação de empreendedores sergipanos em um projeto que pretende estimular a criação de empresas inovadoras em setores estratégicos.

A proposta, conhecida como Programa Centelha, foi apresentada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) no final do ano passado e tem como objetivo ampliar a quantidade de empreendimentos nos ambientes promotores da inovação, incluindo incubadoras e aceleradoras de empresas, parques e polos científicos e tecnológicos.

Serão investidos mais de R$ 34 milhões em 20 unidades da federação e no Distrito Federal, dos quais cerca de R$ 1,2 milhão em Sergipe. No estado serão selecionados 24 projetos e caberá à Fapitec realizar a execução do programa.

Os empreendedores serão beneficiados com capacitações, recursos financeiros e apoio de instituições de fomento ao empreendedorismo e à inovação, dentre elas o Sebrae, para transformar as ideias em negócios de sucesso. Os recursos repassados futuramente às empresas são enquadrados como subvenção econômica, ou seja, não precisam ser devolvidos.

Meta

A meta dos executores é viabilizar a inscrição de mil projetos em Sergipe. O programa deve ser lançado oficialmente no dia 03 de junho em todo o país. Até lá, técnicos da Fapitec estão visitando diversas instituições para divulgar a iniciativa.

Para o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado, a proposta é importante porque oferece ao futuro empresário um apoio no momento em que ele mais necessita, que é o de viabilizar uma ideia de negócio.

“ Diariamente acompanhamos o surgimento de bons projetos, mas que não conseguem ser colocados em prática por conta da falta de recursos financeiros e de apoio técnico. Esse programa vem ajudar a preencher essa lacuna e auxiliar os novos empreendedores a tirarem seus negócios do papel. É nossa função incentivar a cultura da inovação e estamos dispostos a apoiar todas as iniciativas nesse sentido”.

Ainda segundo Paulo do Eirado, o Sebrae promoverá a divulgação dessa iniciativa junto aos empresários atendidos pelos diversos projetos da instituição, sobretudo o de startups, e incentivará as inscrições dos projetos elaborados durante as maratonas universitárias promovidas pelo órgão junto aos estudantes da Universidade Federal de Sergipe, Universidade Tiradentes, Instituto Federal de Sergipe e Faculdade Estácio.

De acordo com o diretor Técnico da Fapitec, Ronaldo Guimarães, as propostas serão avaliadas por um comitê formado por representantes de instituições de ensino superior e de entidades como a Federação das Indústrias, Instituto Euvaldo Lodi, Sebrae e Fecomércio.

“ Umas das nossas metas é incentivar a participação de estudantes universitários, mostrando que esse pode ser um caminho a ser seguido quando concluírem seus cursos. As instituições de ensino superior são um celeiro de boas ideias e é por isso que estamos buscando uma aproximação com esse público”.

Foto assessoria

Por Wellington Amarante