13/04/19 - 09:13:52

BELIVALDO PARTICIPA DE NOVOS SERVIÇOS DA MATERNIDADE NO MUNICÍPIO DE LAGARTO

O Centro de Parto Normal (CPN) e a Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (Ucinco) são as primeiras do estado de Sergipe e foram criadas através de incentivo do Ministério da Saúde (MS) para minimizar a morbimortalidade materna e perinatal e dar ênfase ao modelo humanizado do parto. Belivaldo anunciou que irá construir um CPN também em Simão Dias

Após realizar a entrega de concessões de regularização fundiária para 15 famílias residentes na Barragem Dionísio de Araújo Machado, em Lagarto, o governador Belivaldo Chagas participou nesta sexta-feira (12), ao lado da vice-governadora Eliane Aquino, da inauguração do Centro de Parto Normal e da Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (Ucinco) da Maternidade Zacarias Júnior.

O Centro de Parto Normal (CPN) é primeiro do estado de Sergipe e foi criado através de incentivo do Ministério da Saúde (MS) para minimizar a morbimortalidade materna e perinatal e dar ênfase ao modelo humanizado do parto.

Já a Ucinco é destinada ao tratamento de bebês com complicações após o parto, nos casos que não sejam graves o suficiente para demandar uma internação em UTI, ou seja, com risco médio de complicações e que necessitam de assistência contínua. O setor contém cinco leitos, com atendimento realizado por equipe multidisciplinar.

Importância

Em discurso, o governador elogiou não só a inauguração dos novos serviços da Zacarias Junior, mas toda a estrutura e atendimentos realizados ali. “Assim que recebi o convite da deputada estadual Goretti Reis para estar aqui no dia de hoje, fiz questão de confirmar. Confesso que não conhecia a maternidade e fiquei impressionado com o que vi, com o cuidado. Ver de perto é bom porque você compreende com que tipo de responsabilidade a coisa é tratada, mesmo em se tratando de serviço público, porque essa entidade presta serviço essencialmente ao SUS, e eu vi a dedicação, o carinho, a preocupação. Tudo muito organizado e é isso que a gente precisa ter no serviço público do estado e do país”, afirmou.

Belivaldo aproveitou o momento para anunciar a construção de mais um Centro de Parto Humanizado em Sergipe, desta vez executado pelo Governo do Estado, no município de Simão Dias. “Também teremos em Simão Dias, e digo isso porque já disse ao nosso prefeito Marival, aqui presente, que construiremos o nosso centro de parto normal humanizado em Simão Dias. É verdade que o primeiro centro de parto normal humanizado de Sergipe, hoje, é aqui em Lagarto, mas teremos o primeiro construído pelo Estado, para que a partir daí a gente tenha o segundo, terceiro, quarto e o quinto, porque o que eu quero é fazer a coisa acontecer. O projeto está pronto e o local escolhido. Irei analisar e em breve dar continuidade a mais essa questão”, complementou.

Na solenidade de inauguração, o presidente do hospital, Edvanilson Lima Rodrigues, ao lado da coordenadora, Luana Melo, destacou a importância dos avanços conquistados no âmbito do atendimento humanizado de saúde.  “É motivo de muita felicidade hoje pelo avanço que tivemos, pela sensibilização de todos desta casa, do gestor estadual, da equipe da maternidade e dizer o quanto é motivador e recompensador ver que chegamos a esse nível de atendimento ao parto, não só em Lagarto, mas em Sergipe. O primeiro CPN, a primeira Ucinco, uma conquista de todos que fazem parte da rede materno-infantil do estado de Sergipe”, afirmou Rodrigues.

Atendimento humanizado

O CPN da Maternidade da Zacarias Júnior é composto por seis suítes PPPs (pré-parto, parto e pós-parto) dentro das normas de ambiência exigidas pelo Ministério da Saúde, sendo suítes com até 20 metros quadrados de leitos únicos, uma destas com banheira, na qual será ofertado o parto na água para aquelas gestantes que aceitarem este modelo de parto. Em visita às novas instalações, a vice-governadora falou sobre a grandiosidade dos dois serviços que estarão disponíveis para a população sergipana.

“Estou muitíssimo orgulhosa. Poder oferecer isso dentro do SUS já é uma luta muito antiga, a gente poder dar o direito dessa mulher poder escolher se quer um parto natural, humanizado ou cesárea. E não tenho dúvidas nenhuma que essa maternidade será uma referência não só para nosso estado, pela qualidade que eu vi aqui, pelo cuidado que que vocês estão tendo nesse trabalho, com uma equipe que a gente percebe os olhinhos brilhando de cada profissional que aqui está. E isso é uma coisa muito importante, na hora que a gente vê que os nossos profissionais da rede pública, que os olhos brilham e que fazem aqui um trabalho, em primeiro lugar, com amor”, ressaltou Eliane.

Referência técnica de Gestão da Rede Materno-Infantil da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Helga Muller Mengel também pontuou a inovação que a oferta de parto humanizado, sobretudo no interior do estado, traz à as mulheres do estado. “Todo esse contexto de parto normal humanizado vai resultar na criação de vínculos, na quebra de violências intrafamiliares, porque você aproxima a mulher, o pai, o companheiro nesse contexto, no momento de nascer. Então se você é amado naquele instante, a tendência é que você receba muitos reflexos que vão gerar positividade na sua vida adulta. Então a minha sensação, o meu coração se alegra porque eu sei que vou ter uma região em que vou poder dar resposta às mulheres de Sergipe”, salientou.

Foto Mário Sousa