17/04/19 - 08:04:40

Iniciativa da PM promove melhorias no ambiente de trabalho e no policiamento

Ação conta com apoio técnico-administrativo às unidades, manutenção de equipamentos e armas, bem como assistência médica aos policiais militares

Com o objetivo prestar um serviço de maior qualidade ao cidadão no âmbito da Segurança Pública, a Polícia Militar desenvolve desde o mês de setembro do ano passado o denominado projeto Pé na Estrada. A ação, de iniciativa do comando geral da PM, promove visitas nas unidades da corporação com o objetivo de levar diversos serviços voltados para a melhoria do ambiente de trabalho e preparar ainda mais o policial para o combate diário contra a criminalidade.

A ação é coordenada pelo coronel Carlos Rolemberg, chefe da 4ª Seção do Estado Maior Geral, setor responsável pela infraestrutura e logística de materiais e serviços da corporação. Na 14ª edição do projeto, em visita ao 1º Batalhão de Polícia Militar, no bairro Santa Maria, o oficial da PM destacou como sugiu a iniciativa do projeto e como as atividades têm se desenvolvido.

“Nós percebemos a necessidade de levar apoio logístico para todas as unidades da Polícia Militar de maneira a fortalecer o trabalho policial já desenvolvido. A intenção do comando da corporação é fazer com que o policial esteja mais preparado para desempenhar suas atividades no âmbito do policiamento ostensivo. A ação conta com o envolvimento de outros setores da instituição, como o Núcleo de Tecnologia da Informação, Patrimônio Móvel, Almoxarifado, Setor de Armamento e Munição, além do Hospital da Polícia Militar”, destacou o coronel Carlos Rolemberg.

Aquisição de coletes balísticos

Durante a visita, ocorre também a limpeza e manutenção dos equipamentos e armas utilizados pela tropa, havendo inclusive a substituição de munições e coletes vencidos por produtos na validade. Como resultado, foi realizada a manutenção de mais de 300 armamentos ao longo da existência do projeto.

“Um desdobramento interessante do Pé na Estrada é que estamos realizando aos poucos cursos de montagens e desmontagens de armas de fogo, pensando justamente que o policial militar onde quer que esteja possa cuidar da manutenção da sua própria arma. Além disso, estamos realizando cursos de tiro, com aulas teóricas e práticas. No caso dos coletes, estamos em fase de licitação para aquisição de 3600 coletes, sendo dois mil neste ano, 1.100 no próximo ano e os demais em 2021. Estamos na fase de recolhimento de coletes que estejam vencidos e conseguimos organizar nosso material de forma que todos os policiais quando vão entrar de serviço estejam utilizando colete em condições de uso”, pontuou o coronel Carlos Rolemberg.

Para o capitão Ferreira, comandante da Força Tática do 1º Batalhão de Polícia Militar, receber o projeto Pé na Estrada em sua unidade policial é importante porque motiva a tropa. “Nós somos contemplados com diversos serviços que são necessários em toda unidade policial. Quando a gente está em um ambiente de trabalho melhor estruturado e se sente preparado tecnicamente, o resultado no enfrentamento é melhor”, comentou o oficial da PM.

Segundo a cabo Eva, também lotada no 1º Batalhão da Polícia Militar, o projeto aponta que o comando geral da PM também se preocupa com a tropa. “Noto que tem havido uma preocupação em estruturar melhor as unidades da corporação e de preparar o policial da melhor maneira possível para lidar com os enfrentamentos do dia a dia. Isso se reflete positivamente no trabalho que iremos desempenhar junto ao cidadão”, ressaltou a praça da PM.

O projeto já realizou visitas em todas as unidades independentes do interior e algumas da capital, a exemplo do Comando de Operações Policiais Especiais (COE) e do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp). A expectativa é que a ação visite todas as unidades e depois inicie novo ciclo de visitas de maneira contínua.

“Minha história na PM é de quase 20 anos na rua, então nós trouxemos essa experiência do combate agora para a parte logística da situação, observando as necessidades reais dos policiais. Sabemos que os desafios são grandes e que precisamos avançar ainda mais, mas estamos nos esforçando para dar o melhor ao nossos policiais que estão nas ruas defendendo o cidadão nos 75 municípios sergipanos”, finalizou o coronel Carlos Rolemberg.

Fonte e foto PM