09/05/19 - 00:01:59

Momento muito difícil

Diógenes Brayner[email protected]

Brasil passa por um momento muito difícil com os cortes no custeio das Universidades Federais e Institutos. A tentativa clara de fazer retroceder no ensino superior e a loucura de extinguir cursos de caráter social e humano, como os de Psicologia e Filosofia é desastrosa. A cada dia uma surpresa. O Governo agora que cortar verbas para pós-graduações e marcha contra uma área essencial para a formação da sociedade brasileira e seu total desenvolvimento.

Essa fixação do presidente Jair Bolsonaro (foto) pela segurança, com liberação de armas e – de alguma forma – a adubagem da violência, não parece orientar para a democracia, mas para um regime em que cada um faça por onde se manter vivo, nesse Brasil que começa a ter característica de terra arrasada. O gesto que o presidente mais gosta [de segurar uma arma fictícia com as duas mãos, como se fosse um fuzil] não pode tornar símbolo de um Governo que ainda não se encontrou.

O Brasil não está em guerra, mas através desses gestos presidenciais passa a impressão que se prepara para entrar nela. O incentivo à violência não agrada à sociedade como um todo, mas a uma parcela que tem convicção de que uma arma resolve a vida de cada um, inclusive a dos bandidos, A Educação, Saúde e Segurança são as bases para que se mantenha a organização democrática. O fim dessa estrutura, principalmente na área do ensino, é um absoluto destroço dos alicerces que seguram um regime de paz, harmonia, crescimento e desenvolvimento sustentável.

Sergipe não é uma ilha e como tal deve estar de alerta a ações que podem reduzir o Estado em sua economia, já que há um esvaziamento também do petróleo e do gás, que reduz royalties e dificulta a vida de cada cidadão que luta pelo crescimento pessoal e desenvolvimento de um estado que já teve a melhor renda per capita do País. Não dá para esperar pelo sufoco provocado por decisões que vêm de cima para baixo e engolir em seco a tentativa de reduzir suas conquistas e riquezas de forma drástica, como já vem ocorrendo há algum tempo. Há necessidade de reagir a essa tentativa de implantar a síndrome da devastação moral e expor a auto-estima para superar dificuldades.

Encontro de Sergipanos

O governador Belivaldo Chagas (foto), do PSD, teve encontro surpresa com o senador por Tocantins, Eduardo Gomes (MDB), que é sergipano de nascimento e conversaram sobre Sergipe.

*** Belivaldo foi Colega de outro Gomes que está em Tocantins, José Roberto Torres Gomes, atual presidente do TCE daquele Estado. Os dois foram defensores públicos em Sergipe há alguns anos.

Contas dos Estados

No café da manhã, realizado na residência oficial do Senado, ontem, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro recebeu dos governadores uma carta com seis pautas consideradas prioritárias para os Estados.

*** Os governadores voltaram a manifestar apoio à reforma da Previdência, mas frisaram que precisam das outras medidas para equilibrar as contas dos Estados.

Muito bem atendido

Belivaldo Chagas deixou, ontem à tarde, o gabinete de Bolsonaro “muito feliz” com o atendimento e expectativa de que as reivindicações de Sergipe serão atendidas em breve: “verei todos os pleito com bons olhos”, disse o presidente.

*** Descontraído, Bolsonaro brincou com Belivaldo: “Isso é o amor à primeira vista”. Todos riram.

Alessandro com Moro

O senador Alessandro Vieira (foto), do Cidadania, que compõe a comissão mista da MP da reforma administrativa, trabalhou para manter o Coaf no Ministério da Justiça, sob a responsabilidade de Sérgio Moro.

*** A Coaf foi mantida com Moro por entendimento dentro da comissão mista 870, que só será votada hoje.

Problema na MP 870

De qualquer forma há um problema na MP 870, que enfraquece a atuação dos Auditores Fiscais em investigar crimes de lavagem de dinheiro, etc. Este problema é o Art. 64-A do Relatório.

*** O senador Alessandro Vieira está trabalhando junto com as bancadas para derrubar esse Artigo.

*** O senador Alessandro Vieira (Cidadania) resistiu, mas ontem assinou documento para participar da Frente Parlamentar formada por senadores do Norte e Nordeste.

Apenas se filiou

O empresário Ricardo Franco, que se filiou ao PSC na sexta-feira passada, disse que não vai retornar à política e nem disputar mandatos nos próximos anos: “apenas me filiei, a convite de André Moura”.

*** Hoje será realizada a solenidade de filiação de Ricardo, com a presença de membros do partido e amigos.

Sobre recursos da UFS

Segundo o reitor Ângelo Antonioli, em entrevista, o orçamento da UFS dispõe de R$ 340 milhões para pagamento dos servidores ativos e R$ 100 milhões para custeio dos cinco campus existentes em Sergipe.

Debater impacto

Foi aceito pedido de audiência pública feito pelo senador Rogério Carvalho (foto), do PT, para debater o impacto nos cofres públicos da transição da previdência para o sistema de capitalização. “Vamos mostrar a verdade do que a mudança vai custar para o povo!”

*** Rogério Carvalho viaja domingo aos EUA, a convite do presidente do Congresso, Davi Alcolumbre, ao lado de outros senadores, para missão em New York e Washington.

Belivaldo visita Fábio

O governador Belivaldo Chagas, ao lado do deputado Fábio Mitidieri (PSD), foi ao gabinete do deputado Fábio Henrique (PDT), que classificou o gesto como importante. “Falamos sobre vários assuntos. Uma conversa muito boa”. Disse FH.

*** Fabio Henrique diz que não falaram sobre política: “tratamos de temas de interesse do Estado, como BR-101, Fafen, reforma da previdência etc”.

*** O deputado Fábio Mitidieri endossou que a visita ao xará fora uma cortesia. “FH é um grande amigo e quando o assunto é Sergipe estamos todos unidos”.

*** O deputado federal Fábio Henrique apresentou, ontem à noite, posicionamento em defesa dos trabalhadores ao ministro da Fazenda, Paulo Guedes, durante a Comissão Especial da Reforma da Previdência.

Amorim com Alckmin

O ex-senador Eduardo Amorim (foto) está em Brasília e foi recebido pelo presidente do PSDB, Geraldo Alckmin. Conversaram sobre o atual momento do país e a atuação dos tucanos neste cenário.

*** Amorim disse que reforçou o compromisso de seguir trabalhando para fortalecer o PSDB em Sergipe.

Deu nos grupos sociais

///Temer se apresenta – O ex-presidente Michel Temer (MDB) disse que irá se apresentar “voluntariamente” à Justiça nesta 5ª feira (09). “Em primeiro lugar, decisão da Justiça se cumpre. Segundo ponto, claro, eu a considero inteiramente equivocada sob o foco jurídico. Eu sempre sustentei que nessas questões todas não há provas”, disse Temer.

*** acrescentou que “para mim, foi uma surpresa desagradável, mas eu amanhã me apresento voluntariamente”, disse a jornalistas que o aguardavam na porta de sua casa, em Alto de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo.

/// Duplicação da BR-101 – O deputado Zezinho Sobral (foto) esteve em Brasília e encerrou suas atividades em visita ao DNIT para buscar esclarecimentos sobre a conclusão das obras de duplicação do trecho Norte da BR-101, em Sergipe, que há anos causam transtornos à população. Esteve lá ao lado do deputado Laércio Oliveira (PP).

*** O diretor executivo do DNIT, André Kuhn, informou a retomada de obras e de prioridades para o trecho! Mais uma etapa desta luta para conclusão das obras. Vale lembrar que a BR-101 tem 206 km de extensão em Sergipe e 104 km estão duplicados.

///Proíbe contingenciamento – A Frente Parlamentar pela Valorização das Universidades conseguiu o número de assinaturas necessário (257) para protocolar requerimento de urgência na votação de um Projeto de Lei Complementar (PLP) que pode frustrar os planos de Jair Bolsonaro de cortar 30% das verbas destinadas às universidades e institutos federais.

*** De autoria da coordenadora da frente, deputada Margarida Salomão (PT-MG), e do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), o requerimento pede urgência na votação do PLP 8/2019. O projeto proíbe cortes de recursos destinados a universidades.

Um bom bate papo

Humanos e feras – De Carlos Ayres Britto: Tempo de lembrar que a diferença entre garra e garras é a mesma entre humanos e feras. Somatório e predação.

Não está nem aí – O povo não está nem aí pra essas ideologias. O que ele quer é viver melhor, quer ter mais dignidade, mais acesso a oportunidades!

Clima tenso – Apesar do silêncio em torno de fatos, o clima na Câmara Municipal é de tensão com os novos fatos ocorridos.

Mais reunião – Hoje, em Brasília, Belivaldo Chagas volta a participar da reunião de governadores do País com o presidente Bolsonaro.

Alguns cortes – Belivaldo Chagas fez alguns cortes em excessos que era praticado no Governo e reduziu gastos pequenos que, quando somados, viravam grandes.

Opiniões oscilantes – Tem opiniões oscilantes entre um entendimento amplo para lançar candidatura petista a prefeito de Aracaju.

Mais um absurdo – Em mais um ataque à Educação, o presidente Jair Bolsonaro acaba com bolsas de mestrado e doutorado.

Isso é grave – Policiamento ostensivo é muito mais precioso para o país do que uma arma na cintura de cada um de nós. Eu não quero arma. Eu quero é polícia na rua!

Retorno à prisão – Michel Temer retorna à prisão e vai se acostumando um pouco. Mesmo assim o povo continua defendendo corruptos e malfeitores.