10/05/19 - 14:35:28

Associações do comércio discutem a importância da Reforma da Previdência

Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) e várias outras instituições e sindicatos da área comercial realizaram nesta quinta-feira, dia 9, no Quality Hotel, em Aracaju com o painel de discussões “Nova Previdência e sua importância para o crescimento do Brasil”. O evento contou com palestras do secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal e do subprocurador-geral federal da Advocacia Geral da União, Dr. Avio Kalatzis de Britto. O deputado federal e presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira também participou do evento.

Segundo Laércio, esses eventos servem para dirimir dúvidas e esclarecer os participantes com os dados e informações trazidas pelos participantes. “É sempre um momento especial para que todas as dúvidas possam ser esclarecidas e colocarmos outros tópicos em discussão. Também estamos ouvindo representantes de vários setores e de sindicatos para que eu possa formalizar emendas à reforma, a exemplo de excluir os trabalhadores braçais. Também vou propor uma emenda para dar incentivo às empresas para contratarem pessoas com mais de 50 anos”, explicou o parlamentar.

“Sou favorável a Reforma da Previdência porque ela é uma fábrica de desigualdades. Quem legisla tem as maiores aposentadorias (e por esse motivo desde o meu primeiro dia de mandato, em 2011, renunciei a aposentadoria especial de parlamentar), quem julga tem as maiores aposentadorias, o povo brasileiro, as menores. Além disso, atualmente o custo da Previdência é quatro vezes maior do que investimentos em saúde e educação juntos. E para crescer, o país precisa fazer mais investimentos especialmente em infraestrutura e educação. A reforma não vai atingir o trabalhador. Vamos mirar naqueles que ganham muito e contribuíram pouco”, explicou o deputado.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal, trouxe vários dados importantes para esclarecer aos participantes do painel de discussões Nova Previdência e sua importância para o crescimento do Brasil. “A ideia é explicar para todos o quanto é importante para o Brasil a nova previdência fazendo com que ela seja mais justa e sustentável. Precisamos ajustar para fazer com que quem ganha mais contribua com mais e quem ganha menos contribua menos. Com isso, também teremos um ganho fiscal para investir em outras áreas em todos os estados”, enfatizou Leal.

O subprocurador-geral federal da Advocacia Geral da União, Dr. Avio Kalatzis de Britto, falou que a proposta chega ao congresso com respeito aos direitos adquiridos e isso é fundamental. Advocacia Geral da União analisou toda proposta da previdência e declarou sua constitucionalidade. “Então temos certeza que uma repactuação é necessária e será com respeito a constituição. Nós também analisamos as regras de transição e verificou sua constitucionalidade e por isso também fizemos uma força tarefa para que a Advocacia Geral da União atue em caso de dúvidas”, detalhou.

Por Elenildes Mesquita

Foto assessoria