11/05/19 - 00:01:36

Um clima de pouca unidade

DIÓGENES BRAYNER – [email protected]

O clima político é calmo. Ninguém demonstra irritação, o tratamento é cordial e solícito, mas existem alguns pontos de indignação no final do túnel em trevas. A demonstração de discordância entre militantes de partidos é mais intensa nas conversas de bastidores e em algumas reuniões de grupos isolados. Há mais de uma semana que existe essa falsidade, com um toque de desfaçatez.

O fato do Partido dos Trabalhadores (PT) anunciar candidatura à Prefeitura e mostrar que não acompanha o bloco no apoio à reeleição de Edvaldo Nogueira (foto), do PCdoB, não se encaixa bem na cabeça de todo o grupo que apoiou Belivaldo Chagas ao Governo. Claro que o PT tem esse direito, é legítimo, mas foge do que fez o ex-governador Marcelo Déda, que teve sempre em Edvaldo um nome para formar chapa e acompanhá-lo, além do apoio que jamais lhe dispensou nos seus caminhos.

O PT realmente precisa recuperar a sua estatura, mas já está se equilibrando com a eleição de Rogério Carvalho ao Senado e de João Daniel à Câmara Federal. Queiram ou não o grupo petista que acena disputar a Prefeitura de Aracaju, Edvaldo Nogueira também integra o “legado político” de Marcelo Déda… Ou não?

Fica bem claro que a recusa do PT em deixar o bloco que em 2016 apoiou a candidatura de Edvaldo a prefeito, reflete na base aliada ao Governo Belivaldo e cria maior contratempo se for fechada uma composição com o PSB, que tem à frente o ex-deputado Valadares Filho. Nada contra uma aliança, apenas um alerta de que a atitude pode trincar o relacionamento político e criar estrutura para uma oposição ao Governo, o que não parece ter o apoio do Rogério Carvalho e João Daniel, além do deputado estadual Francisco Gualberto.

Lógico que é coisa para se ver mais à frente, mas há uma percepção clara de incômodos que podem levar a um rompimento, principalmente neste momento em que se vislumbra uma ação ‘bolsonariana’ no Estado, o que ideologicamente fere um PT, que mantém distância do Planalto e naturalmente quer a liberdade de Lula. Não dá para esquecer que posições políticas radicais não ajudam no desenvolvimento, nem melhora a estrutura de Sergipe e muito menos atende às necessidades emergências de um povo carente de emprego e comida.

É preciso sentir as necessidades básicas da sociedade, para que a ideologia de grupo faça algum sentido…

Conversa foi aberta

Belivaldo Chagas, na conversa com Jair Bolsonaro e deputado Fábio Reis (foto), quarta-feira, foi transparente e clara em relação às eleições passadas. Disse que votou em Fernando Haddad (PT), mas que isso é uma página virada.

*** – Agora queremos somar e trabalhar dentro das diretrizes do Planalto.

*** Bolsonaro e ministros teriam gostado da forma que Belivaldo expôs toda a situação e o relacionamento com Sergipe será mais atencioso.

Quanto ao bloco

Segundo um deputado federal, aliado do governador, o bloco político que apoia Belivaldo vai ficar como está, inclusive a aliança com o PT, porque o governador defende “interesses de Sergipe”.

*** O grupo continua firme, porque o “PT não será contra a reabertura da Fafen, nem à construção do terminal pesqueiro, muito menos à conclusão da duplicação da BR-101 e nem a estadualização da BR-235”.

Ainda sem indicação

Até o momento não houve escolha de nomes para ocupar cargos nos órgãos federais em Sergipe, embora já haja algumas indicações que ainda não foram escolhidas pela Bancada Federal.

*** De qualquer forma já circulou os nomes de Valmor Barbosa para a Codevasf e de Luísa Ribeiro para a Funasa.

Almoço aos pobres

A vice-governadora Eliane Aquino (foto), do PT, esteve pessoalmente no almoço do dia das Mães no restaurante Padre Pedro e pôs feijoada, musica e “muita alegria” para pessoas humildes.

*** Disse que promover segurança alimentar para a população sergipana é uma das metas do Governo de Sergipe, através da Ação Social.

*** Teve quem visse no gesto uma ação política eleitoral…

Discurso foi mais duro

O vereador Cabo Amintas (foto) reconheceu que o tom do seu discurso de ontem foi mais duro que o normal “e não tem como ser diferente”. Disse que tem certeza que a Câmara é repleta de pessoas inteligentes, que entenderam a mensagem: “o sistema entrega a mão pra salvar o braço, o sistema se reorganiza”.

*** e mais: “Hoje, o cara que está colado no sistema, amanhã talvez esteja descartado. Basta não servir mais aos interesses de quem comanda. Com a desculpa da palavra, senhores: o sistema é foda!”, conclui.

Espera participação

Em entrevista a Rômulo Daltro, na radio Transamérica, o ex-deputado André Moura disse que espera que Ricardo Franco tenha participação no processo político do estado. “Não necessariamente na condição de candidato”.
*** E mais: “torço que Ricardo possa participar em 2020”.

Pode disputar eleições

Ex-deputado Jony Marcos (foto) disse ontem que deve disputar as eleições municipais em Aracaju. Para ele, o modelo novo do pleito de 2020 acaba obrigando muitos partidos a ter candidato majoritário.

*** Jony diz que tem pensado muito no seu trabalho na política, mas precisa primeiro construir uma pré-campanha com apoios importantes. Quer ser candidato a prefeito.

*** O PRB vai conversar com Belivaldo sobre a eleição municipal, Jony acha que deve essa consideração a ele, embora hoje o partido não participe do Governo.

Ver um rompimento

Jony Marcos analisa a situação do bloco do Governo e enxerga um rompimento entre o PSD e o PT em Aracaju, porque os petistas não apoiam a reeleição de Belivaldo Chagas. E deu a posição do PRB: “acho que fica com o PT”.

*** Embora ainda não haja qualquer discussão sobre esse assunto, mas as especulações são intensas.

Pode ser em maio

A possibilidade de definir o processo de anulação da aposentadoria de Flávio Conceição, como conselheiro do Tribunal d Contas do Estado (TCE), será no mês de maio, caso tudo ocorra dentro da normalidade.

*** Na próxima semana o relator do processo, conselheiro Carlos Alberto Sobral, viaja a São Paulo para consulta médica.

Presença de Pedro Lopes

Chega à informação de que o ex-representante de Sergipe em Brasília, Pedro Lopes, um dos homens de confiança do ex-governador Marcelo Déda, é quem assessora a vice-governadora Eliane Aquino quando ela vai a Brasília a serviço.

Caravana no Rio

Márcio Macedo brada que a Caravana Lula Livre com Haddad pelo Rio de Janeiro, foi um sucesso. Uma união da esquerda brasileira contra a reforma da previdência e na luta pela liberdade do ex-presidente Lula.

Nova definição do STF

Circula nas redes e grupos sociais uma nova definição para o Supremo Tribunal Federal (STF): a lagosta deveria ser o novo símbolo do STF: vive nas costas do Brasil, tem casca grossa, anda para trás e tem merda na cabeça. (Teucle Mannarelli).

Nas redes sociais

///Sobre os cortes – A ação apresentada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) que questiona o decreto que bloqueou 30% do orçamento geral dos institutos e universidades federais será discutida no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

*** O ministro Celso de Mello decidiu levar ao plenário da Corte e deu dez dias para que o presidente Jair Bolsonaro preste informações sobre os cortes.

///Acertar na Loteria – A realização do sonho de virar milionário acertando na loteria é mais vantajosa para os apostadores quando os prêmios estão acumulados, é o que diz a probabilista e professora emérita do Departamento de Matemática da Universidade de Brasília (UnB) Chang Chung Yu Dórea.

***Isso talvez explique as diversas filas de apostadores nas lotéricas nos vários cantos do país. Amanhã (11), a Caixa sorteia o terceiro maior prêmio da história da Mega-Sena, perdendo apenas para duas Megas da Virada.

///Redução de penas – Por 7 votos a 4, o Supremo declarou constitucional o decreto editado em 2017 por Michel Temer (foto) que permitiu reduzir penas de condenados por crimes como corrupção, peculato, tráfico de influencia, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

***Com isso, criminosos que já tenham cumprido apenas 1/5 da pena podem pedir à Justiça o benefício — o decreto estava suspenso desde dezembro de 2017.

///Walmart susta vendas – A multinacional estadunidense Walmart anunciou ontem o fim das atividades online no Brasil. A empresa afirmou que o comércio de vendas pela internet representa uma “parcela mínima das vendas totais da companhia”.

Em comunicado, divulgado na página já desativada, a rede afirmou que trabalhará em nova proposta voltada para os clientes. A Walmart em Sergipe opera o Bompreço.

Um bom bate-papo

Muito positiva – A viagem de Belivaldo Chagas a Brasília foi considerada muito positiva por aliados, que defende a reestruturação de Sergipe.

Não dá apoio – Deputado Garibaldi Mendonça (MDB) também não apoia a reeleição de Edvaldo Nogueira, porque pessoas de sua indicação foram exoneradas.

Sobre kit gay – De José Simão: Bolsonaro disse que ia acabar com o kit gay nas escolas mas como não tinha kit gay resolveu acabar com as escolas!

Peso da transação – Câmara Municipal de Aracaju precisa se restabelecer do peso das transações anunciadas entre dois ou três vereadores.

Vendas crescem – Movimento intenso para os dias das mães no comércio e nos restaurantes. É uma das principais datas que movimenta as vendas.

Relata histórias – O ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) está conduzindo o seu blog relatando histórias da política de Sergipe.

Melhor cura – De Clóvis Silveira: a alegria é o que sempre te levanta, o que te faz lutar pelo que você quer, é a melhor cura contra o ódio ou as feridas da alma.

A prova de bala – É muito grave. Estão trocando os lápis e canetas por revolveres e fuzis. A escola unida pela chacina organizada. Um País à prova de bala.

Caravana de Lula – O vice-presidente nacional do PT, Marcio Macedo, estava ontem no Rio de Janeiro, junto a Haddad, para encerrar a caravana de Lula.