15/05/19 - 00:48:56

Gilmar a caminho da nova sigla

Diógenes Brayner[email protected]

A informação que circula, ainda nos bastidores, é de que o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) vai realmente deixar o partido. Sairá à busca de uma legenda mais robusta e que lhe dê força para uma eleição competitiva como a de prefeito de Aracaju. Seria o DEM. Ele não confirma e pode até desmentir, mas o mapa que está traçando para atingir os seus objetivos passa por essa mudança. Lógico que não será nada traumático e nem deixará rusgas. Tudo dentro de um caráter republicano, que possa construir pontes.

As conversas que correm nos bastidores é de que ele vai procurar um entendimento para a troca de partido. Pode acontecer a abertura de alguma janela em março, já que ele, como deputado estadual, pretende disputar o mandato majoritário municipal de prefeito da Capital. Vai trabalhar um entendimento com o PSC e que o presidente regional do partido, ex-deputado federal André Moura o libere com naturalidade, dentro da possibilidade de uma composição. Não será difícil…

Caso isso não aconteça, é provável que Gilmar Carvalho tente uma brecha jurídica para a troca de partido.

Segundo um dos seus aliados mais próximos, “se caso haja alguma rejeição à sua candidatura, que seja pelo próprio Gilmar Carvalho, e não por terceiros”. Lembra que nas três eleições anteriores para prefeito da Capital, a rejeição de outros derrotaram nomes com prováveis chances de se elegerem. Gilmar não quer ser mais um e vai buscar a solidez de uma legenda como o DEM, que tem o presidente do Congresso, da Câmara Federal, alguns ministros, além do prefeito de Salvador, ACM Neto, que é um nome influente dentro do Democratas.

Gilmar Carvalho também tem agendado uma conversa com a senadora Maria do Carmo que está exercendo o mandato há muitos anos, sem que haja certeza de que vai parar, em 2022, sua atividade parlamentar. Além disso, na visão do pessoal que apoia Gilmar, a oposição está literalmente rachada na Capital e ainda não tem um nome que seja referência no Estado. Até mesmo o bloco dos que atuam na chamada “nova política” está avesso ao estilo da oposição que se fez e faz no momento atual.

A partir de agora, será um novo processo que vai se desenvolver no decorrer já dos próximos dias…

Sem decretar calamidade

No Papo-Reto de ontem, o governador Belivaldo Chagas disse que está praticamente descartada a possibilidade de ser decretado estado de calamidade financeira, como chegou a aventar em fevereiro passado.

*** Com o trabalho de cortes de despesas e enxugamento da máquina, retornou a esperança de tempos melhores.

Não trata sobre sucessão

Governador Belivaldo Chagas tem evitado tratar sobre a sucessão municipal e lembra que “sequer voto aqui”. Referindo-se ao PT, disse que “todo mundo pode namorar e casar, mas todos precisam entender que o partido tem alas diferentes”.

*** Acrescentou: “nós temos um bom relacionamento com o PT” e deu como exemplo o “meu amigo Chiquinho Gualberto”. Para ele a eleição municipal “só será em 2020, quando vamos tratar desse assunto”.

*** Quanto ao PSB, Belivaldo disse que “todos estão perdoados em nome de Jesus. Eles ficam pra lá e eu pra cá”.

Deputado faz elogio

O deputado Luciano Pimentel (PSB) gostou da entrevista concedida por Belivaldo Chagas ontem a Narciso Machado – Fan FM – porque ele abordou com detalhes os problemas do Estado.

*** Segundo Luciano, Belivaldo mostrou que tem o Estado na palma da mão e está atento às necessidades administrativas.

Uma votação polêmica

Hoje tem uma extensa pauta de votação na Assembleia Legislativa e apenas uma delas é polêmica: a que o Ministério Público quer aprovar projeto que pede a extinção de efetivos para criar Cargos em Comissão (CC).

*** Pode ser aprovado ou não, porque o MP quer que a Assembleia retire os CCs e ao mesmo tempo sugere demitir efetivos seus e nomear servidores por indicação.

*** E para ser CC no MP o ‘peixe’ tem que ser muito grande…

Gualberto pode sair do PT

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, Francisco Gualberto, pode deixar o PT e se filiar a outro partido. Alguns membros do PT trabalharam contra ele nas eleições de 2018, além de contratempos com o colega Iran Barbosa (PT).

*** Gualberto desconfia que segmentos da cúpula do PT trabalharam para eleger o deputado Rodrigo Valadares (PTB).

*** Francisco Gualberto também acha uma incoerência o PT está conversando para se unir ao PSB, partido que votou pela saída da ex-presidente Dilma Rousseff.

Pesquisa para prefeito

Circulou no final de semana uma pesquisa a prefeito de Aracaju, que deu Edvaldo Nogueira, Valadares Filho e Gilmar Carvalho embolados. Outros nomes, como o de Márcio Macedo, constavam da pesquisa. O de Eliane Aquino não.

*** Tem gente dentro do PT que trabalha a candidatura de Eliane a prefeita, para afastá-la das eleições de 2022.

Pode definir os apoios

O ex-deputado Jony Marcos (PRB) acha que a decisão do deputado Gilmar Carvalho (PSC) em trocar de partido pode definir os apoios que ele terá para disputar a Prefeitura de Aracaju no próximo ano.

*** Segundo Jony, o PRB não tem dificuldades com Gilmar Carvalho…

Mais próximo de Eliane

O PRB, entretanto, está mais próximo de Eliane Aquino (PT) e acha que ela seria uma “grande candidata à Prefeitura de Aracaju, porque guarda o legado do ex-governador Marcelo Déda”.

*** Em conversa com membros do partido, Eliane disse que estava meditando, mas não descartou a possibilidade, mesmo sem confirmar nada.

Vinda é muito importante

O presidente regional do PDT, deputado federal Fábio Henrique, acha que a “vinda de Edvaldo Nogueira para o partido será muito importante para o crescimento da sigla, até porque devem vir outros com ele”.

*** Quanto a Socorro, o deputado Fábio Henrique não descarta disputar a Prefeitura Municipal, mas acha que ainda muito cedo para falar sobre isso. Fábio Henrique no momento conversa intensamente com lideranças e cuida do seu mandato em Brasília.

Muda de critério de escolha

Muda o critério de escolha para as dez Diretorias Regionais da Educação (DRs). A escolha é do governador Belivaldo Chagas e o indicado serão aqueles que tiraram as melhores notas no processo seletivo.

*** Não haverá nenhuma indicação política, como ocorria anteriormente.

Protestos em New York

O senador Rogério Carvalho (PT) participou ontem, na entrada do hotel onde está hospedado em New York, de um protesto que aconteceu contra o preconceito e o descaso com as políticas ambientais do presidente Bolsonaro.

*** – Fiz questão de me solidarizar às causas!

Deu nos grupos sociais

///Aplicativo fake – Um suposto perfil do ex-presidente Lula (PT) em aplicativo de relacionamentos, o Tinder, causou burburinho nas redes sociais. No entanto, após os rumores criados pelos internautas, as contas oficiais do petista no Twitter e no Facebook negaram a situação. “Viemos esclarecer que esse perfil não é verdadeiro e o presidente Lula não está no Tinder”. diz o comunicado.

*** No perfil fake, o ex-presidente aparece tomando chimarrão – uma bebida típica do Sul do país. Na área onde os usuários normalmente registram a profissão que exercem, lá está: “Ex-presidente da República”. (A nota é de Thayna Schuquel, no Metrópole).

///Recuo de cortes – O líder do PSL na Câmara, deputado Delegado Waldir (GO), afirmou ontem que o presidente Jair Bolsonaro determinou que não haja mais cortes orçamentários no MEC. A informação é do portal Uol. O governo negou.

*** Segundo o portal, líderes de quatro siglas, entre eles do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), que se reuniram com o presidente no Planalto, presenciaram o momento em que a decisão foi tomada.

///Multas da Petrobras – O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, tem a sugestão de destinar US$ 600 milhões (algo em torno de R$ 2,5 bilhões) em multas da Petrobras para a educação. Ele participa de uma audiência pública na Comissão Mista de Orçamento (CMO), no Senado, que discute o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020.

*** “Preferencialmente, por recomendação da [procuradora-geral, Raquel] Dodge, e vai ser bem aceito lá fora, pode ser redirecionado para a educação”, disse Guedes.

Um bom bate papo

Não gostou – Teve gente do Partido dos Trabalhadores que não gostou do inicio de relacionamento entre o governador Belivaldo Chagas e o presidente Bolsonaro.

Diálogo aberto – O diálogo aberto não foi político, mas administrativo em busca de trazer melhorias para o Estado. Isso incomodou e muito.

Gritou logo – Jackson Barreto não falou que seria contra a essa relação aberta, mas gritou logo que continuaria na esquerda e criticou Bolsonaro.

Por Temer – Pessoal do Governo revidou sem alarde que Jackson Barreto já esqueceu de como foi tratado pelo presidente Temer, em razão de sua posição.

Vira-se página – Um deputado federal disse que depois de eleito vira-se a pagina da posição tomada no pleito, para que não prejudique o Estado.

Está em missão – Senador Rogério Carvalho está nos Estados Unidos em missão do Congresso Nacional e retorna no final de semana. Ficará em Brasília.

André em obras – O ex-deputado federal André Moura, apesar de sem mandato, ainda está participando de inaugurações nos municípios de obras que ajudou a construir.

Ainda bem – Edvaldo Nogueira liga para o médico Antônio Samarone avisando que não vai privatizar as feiras livres. Disse-lhe que o projeto é outro.

Moro desmoronou – Sérgio Moro talvez servisse muito mais ao País como Juiz Federal do que como ministro. Servindo a Bolsonaro Moro desmoronou.