16/05/19 - 00:05:05

PT adotará algumas posições

Diógenes Brayner[email protected]

O Partido dos Trabalhadores (PT) fechou questão: terá candidato a prefeito de Aracaju e tentará ocupar o lugar de Edvaldo Nogueira (PCdoB), que vai à reeleição. O partido ainda não tem nomes definidos, mas pelo menos dois ilustrados petistas são citados como prováveis para disputar Aracaju em 2020. Márcio Macedo se insinua bem com sua candidatura, e a vice-governadora Eliane Aquino é citada mas finge que não quer, ou que não entende.

O PT acha o nome de Eliane Aquino eleitoralmente mais forte, em razão do sobrenome de Déda que herdou politicamente, apesar de não usá-lo. Internamente a sensação é de que será ela. Tem uma dificuldade de convivência com Edvaldo Nogueira desde quando foi sua vice-prefeita. Os dois adoraram a separação e hoje, segundo comenta-se nos bastidores da legenda, ela pensa em tomar-lhe o mandato através das urnas. Fica ainda apenas na base de que não descarta a possibilidade de ser candidata, mas outros nomes interessados no pleito querem uma decisão séria e que se guarde entre a militância.

A maioria de membros das tendência petistas é rompida com Edvaldo Nogueira. Poucos segmentos ainda demonstram vontade de apoiá-lo. Uma das razões foi a posição do prefeito nas eleições majoritárias de 2018. A maioria tem certeza que ele não votou no candidato petista, senador Rogério Carvalho. Teria ficado com Jackson Barreto e outro nome. Petistas juram que apoiou o ex-deputado federal André Moura (PSC). Então, é definitiva a decisão de não apoiar a reeleição do atual prefeito.

Ontem houve uma conversa entre alguns petistas sobre afastamento do Governo. Uma cabeça pensante sugeriu que não houvesse precipitação e aconselhou que só tratassem disso a partir de outubro, já que o PT está na base e participa da administração. De qualquer forma haverá o encontro. O PT vai anunciar candidatura e pedir apoio do governador, que já declarou abertamente seu apoio a Edvaldo, alegando até um gesto de gratidão e a unidade da aliança.

Caso os petistas não consigam unir a base também em torno do seu candidato, o afastamento será anunciado com a possibilidade de uma nova composição com o PSB. Isso já foi conversado e poderia ocorrer até o São João, mas ampliará o espaço para o final do ano. O senador Rogério Carvalho e o deputado João Daniel preferem não tocar nesse assunto, porque acham que se trata de uma decisão absolutamente partidária.

Márcio mantém candidatura

O ex-deputado federal Márcio Macedo (foto), do PT, trabalha sua candidatura a prefeito de Aracaju e tem conversado com lideranças políticas para consolidar sua presença nas eleições municipais do próximo ano.

*** Marcio pode até recuar, mas só depois que a vice-governadora Eliane Aquino (PT) anuncie com absoluta convicção que será candidata à sucessão de Edvaldo, através de congressos do PT ou publicamente.

*** Falar que não descarta a possibilidade de disputar não é convincente.

PT quer apoio do bloco

Há informações bem avaliadas de que o Partido dos Trabalhadores terá reunião com o governador Belivaldo Chagas (PSD), até outubro. Vai avisar que terá candidato a prefeito e pedir apoio do bloco.

*** Segundo fonte do alto escalão petista, se o PT não obtiver apoio vai se afastar do Governo. Belivaldo tem compromisso de apoiar a reeleição de Edvaldo Nogueira.

*** A decisão do PT em ter candidato a prefeito de Aracaju é unânime, porque Edvaldo Nogueira “faz uma administração na contra mão do que pensam os petistas”.

PSC reclama de Gilmar

O empresário Clóvis Silveira (foto), que comanda o PSC, enviou cópia do comentário da coluna a Gilmar Carvalho sobre a possibilidade de ele ir para o DEM. Mandou um recado: “desse jeito ninguém constrói nada”.

*** Clovis acha que Gilmar deve desmentir e insiste que ele não terá janela para deixar o PSC e se filiar ao DEM para disputar a Prefeitura.

*** O ex-deputado federal André Moura (PSC) não falou sobre o assunto, mas deve reunir o partido para apaziguar a situação.

Felizola vai a Brasília

O secretário geral de Governo, José Carlos Felizola (foto), esteve em Brasília ontem, dando continuidade à visita que o governador Belivaldo Chagas fez ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

*** Esteve com o Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), com quem tratou sobre os recursos para a adutora do Piauitinga e teve reunião sobre as BRs 101 e 235. Ainda tratou do Canal de Xingó. Saiu do encontro muito animado.

Conversa com Bosco

Felizola aproveitou para uma conversa com o deputado federal Bosco Costa (PR) sobre questões políticas e o parlamentar se mostrou afinado com os projetos do governador Belivaldo Chagas.

*** Felizola e Bosco terão outras conversas em Sergipe nos próximos dias.

Chutando para outro

O ex-prefeito Heleno Silva (PRB) ironiza através do twitter: “Têm candidatos a prefeito em 2020 que na verdade estão olhando para 2022. Estão igual a Ronaldinho Gaúcho, olhando para um lado e chutando para outro”.

*** Heleno atua como se fosse candidato a prefeito de Canindé do São Francisco, mas ainda não confirmou a presença nos palanques.

*** – Não quero ser prefeito apenas por uma vaidade. Política eu trabalho com um projeto de povo. Estou pensando mesmo é em 2022, disse Heleno.

Sem nome definido

Heleno disse que ainda não sabe qual mandato disputará em 2022 e não tem nomes definidos, mas reconhece que o PRB em Sergipe tem uma dívida com a Direção Nacional do partido.

*** O nome do ex-deputado Jony Marcos também está na cota de possíveis candidatos em Aracaju este ano ou para 2022.

Trouxe legado de Déda

O PRB está muito perto da ex-governadora Eliane Aquino (foto), do PT, mas o seus membros falam que não têm apoio definido a ela: “o que há é respeito e uma conversa boa, coisa que sempre tivemos”.

*** Elaine nunca disse que era candidata, mas quanto a viabilidade do nome dela, o PRB não tem dúvida. “É nome competitivo e traz o legado de Déda, que foi um grande prefeito de Aracaju”.

Desfazer ideia do legado

Segmentos políticos de oposição preparam marketing para desfazer a ideia de que Eliane Aquino trás o legado do Marcelo Déda. Acham que há uma exploração do nome de Déda quando citam isso para dar força eleitoral à sua viúva.

*** Familiares de Marcelo Déda não gostam de ver seu nome explorado eleitoralmente.

A Barra está complicada

As eleições na Barra dos Coqueiros está confusa. O prefeito Airton Martins (foto) rompeu com seu vice, Alysson Souza, e não quer apoiar sua candidatura à sucessão dele. Detalhe: Alysson é o melhor nome para ganhar o pleito.

*** O grande problema é que Airton só quer apoiar quem assuma compromisso de devolver-lhe a Prefeitura da Barra em 2024.

Gilson não pode, mas quer

O ex-prefeito Gilson dos Anjos (foto), atolado em processo, pretende disputar a Prefeitura da Barra mesmo que seja sub judice, o que pode prejudicar a ele e ao vice, caso a sua chapa seja eleita.

*** Gilson ainda não decidiu sobre isso, mas está com essa ideia fixa na cabeça.

*** Enquanto isso, o ex-deputado Reinaldo Moura olha tudo com paciência e espera uma decisão de Gilson ainda esse ano, para decidir sua candidatura a prefeito da Barra dos Coqueiros.

Dos grupos sociais

///Usina Termelétrica – Em janeiro a usina termelétrica Porto de Sergipe I entrará em operação e Sergipe terá a maior termelétrica da América Latina. Segundo Belivaldo Chagas, “em Brasília, Sergipe já é destaque. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, já nos comparou à Bolívia, um dos maiores produtores de gás do mundo”.

*** – E ainda brincou que, com o petróleo que já temos, se fossemos um país, entraríamos na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

///Sobre xingamentos – O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ao blog de Andréia Sadi (G1), ontem, que educação “também é saber ouvir, discutir com respeito e encontrar soluções para os nossos desafios”.

*** A declaração de Maia foi dada após o blog questioná-lo a respeito da frase do presidente Jair Bolsonaro, que, mais cedo, chamou manifestantes que protestam contra o bloqueio de verbas do orçamento do Ministério da Educação de “idiotas úteis”, “imbecis” e “massa de manobra”.

*** “Educação também é saber ouvir, discutir com respeito e encontrar soluções para os nossos desafios, e isso vale para todos os lados. O Congresso vai fazer o seu papel: ouvir, discutir e apontar caminhos”, disse Maia.

///Soltura foi normal – O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse ontem que, para ele, a decisão da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pela soltura do ex-presidente Michel Temer foi “normal”.

*** “Não se pode usar a prisão preventiva para antecipar a pena, antecipar a condenação, para satisfazer a opinião pública, a prisão preventiva não é para isso. Ela tem pressupostos, é a exceção. Qualquer outra coisa é invencionismo, é delírio das bases constitucionais”, disse Gilmar Mendes a jornalistas que o aguardavam na chegada da sessão do Supremo.

Um bom bate papo

Voo da Gol – A Gol divulgou ontem novos voos saindo de São Paulo para dez cidades, onde inclui Aracaju. Será a partir de agosto.

Recebe título – O governador Belivaldo Chagas recebeu ontem o título de “Cidadão Itabaianense”, em sessão solene na Câmara Municipal da cidade.

Revista Fórum – MP aponta fortes indícios de “organização criminosa” em gabinete de Flávio Bolsonaro desde 2007.

Novo prefeito – Na próxima semana Aracaju terá um novo prefeito: Nitinho Vitale, presidente da Câmara Municipal de Aracaju. Edvaldo viaja de férias…

Volta a esquentar – Havia reduzido um pouco, mas agora a coisa esquenta em relação a candidaturas municipais. Principalmente em Aracaju.

Muito confusa – Está muito confusa a disputa eleitoral na Barra dos Coqueiros. O município cresceu muito e atrai interesses de lideranças políticas à Prefeitura.

Novos voos – Com novos voos da Gol e da Azul para Aracaju e a partir daqui, põe fim ao suplício de parlamentares viajarem a Brasília.

Aracaju nas ruas – Aracaju também se mobilizou contra o bloqueio de recursos para a Educação e muita gente saiu às ruas em protesto.

Apenas ri – Enquanto o Brasil vai as ruas e se movimenta contra o bloqueio de recursos nas Universidades, Bolsonaro apenas ri.