20/05/19 - 05:55:12

Animais resgatados recebem tratamento veterinário

A equipe de fauna da Adema realizou no Cetas procedimentos para posterior soltura

Nesta sexta-feira (17), a equipe de fauna da Administração Estadual de Meio Ambiente (Adema) prestou serviço médico veterinário no Centro de Tratamento de Animais Silvestre do Estado (Cetas), aos animais resgatados que estavam em tratamento.

Foi realizado levantamento, avaliação e tratamento dos animais silvestres presentes, além da soltura de uma Coruja Suindara (Tyto sp.) macho, que havia sido resgatada no dia de ontem, em uma residência no bairro Orlando Dantas, Zona Sul de Aracaju.

“Após tratamento, a coruja já estava pronta para ser solta. Levamos a aave para uma área de reserva ambiental. Também foi feita terapia medicamentosa em um Jabuti Piranga (Chelonoides carbonaria), que estava com um problema no órgão genitor. O animal está isolado dos demais, recebendo cuidados e aguardando a avaliação na próxima semana”, explicou a médica veterinária da Adema, Camila Dantas.

A veterinária relatou também que um Periquito Rei, ( Eupsittula aurea ), com diversos ferimentos e luxação de algumas penas, decorrente de brigas com outras aves. “O espécime foi isolado e medicado e ficará aos nossos cuidados, até se recuperar”, completou Camila.

Cetas

Situado no povoado Areia Branca, no bairro Mosqueiro, na Zona de Expansão de Aracaju, o Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas) é um local mantido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) há 10 anos, cuja finalidade é receber animais silvestres resgatados e apreendidos pelo Batalhão da Polícia Ambiental, Adema e pelo próprio instituto, a fim de que eles recebam cuidados específicos.

O Ibama e a Adema celebraram um termo de acordo, no qual o Cetas cede o espaço e técnicos da Adema realizam o tratamento veterinário nas espécies que são apreendidas e resgatadas, fazem avaliação nutricional e em seguida iniciam o processo de reintrodução à natureza.

Fonte e foto Adema