30/05/19 - 06:13:04

Ciclo de debates aborda sucessos e desafios em ações de revitalização da Codevasf

Primeiro dia do evento tratou de agricultura familiar e financiamento de projetos

Nesta semana teve início em Brasília o 1º Ciclo de Debates sobre Revitalização, evento promovido pela Área de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). A primeira rodada de debates ocorreu na terça-feira (28), no auditório do edifício-sede da Companhia, com o tema Alternativas ao Desenvolvimento da Agricultura Familiar e ao Financiamento de Projetos de Revitalização.

“O objetivo desse Ciclo de Debates é demonstrar nossa capacidade técnica e nosso portfólio de ações bem-sucedidas em revitalização, de forma a despertarmos o interesse de novos parceiros. Ao programarmos os debates, também sentimos a necessidade de nos mantermos proativos e discutirmos nossos desafios futuros, com a participação das nossas gerências e de nossos rebatimentos nas superintendências regionais”, afirma Fábio Miranda, diretor da Área de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Codevasf.

O coordenador de ações do programa de universalização de acesso à água na Codevasf, Jean Ramos, responsável pela organização dessa primeira série de debates, apresentou os resultados do programa e abordou desafios futuros. Ramos apresentou dados que indicam relação entre a implantação de estruturas como cisternas, barreiros e sistemas simplificados de abastecimento no semiárido brasileiro e a redução de índices de mortalidade infantil.

“O monitoramento de nossas ações indica que aproximadamente 230 mil famílias, o que equivale a mais de um milhão de pessoas, foram beneficiadas. Estamos analisando a possibilidade da utilização de um novo modelo, no qual estejam incluídas tecnologias que possibilitem não somente a agricultura de subsistência, mas também a inclusão produtiva”, diz Jean Ramos.

No evento, o especialista em economia regional Wilfredo Sosa Sandoval, professor da Universidade Católica de Brasília, falou sobre ferramentas para desenvolvimento e avaliação de projetos sustentáveis. Hélio Roberto Dias Lopes, representante da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), apresentou ferramentas e estruturas aplicáveis à implantação de projetos de hidroponia – técnica de cultivo sem solo baseada na aplicação de solução nutritiva nas raízes das plantas.

O subsecretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Machado Guimarães, e Isabella Sousa, consultora do Banco Interamericano de Desenvolvimento, apresentaram perfis de bancos e fundos fomentadores de projetos que têm convergência com o escopo de trabalho da Codevasf. Eles também explicaram o papel da Secretaria de Assuntos Internacionais na mediação de empréstimos estrangeiros a entes governamentais. Além disso, apresentaram possibilidades de desenvolvimento de projetos junto ao Green Climate Fund (Fundo Verde para o Clima).

A apresentação do diretor do Departamento de Temas Globais e Organismos Multilaterais do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Thiago Gil Barros, encerrou o primeiro dia do Ciclo de Debates. Ele explicou a metodologia utilizada pelo MMA para materializar projetos com cooperação internacional. Barros também falou sobre o manual explicativo que o MMA criou a partir de sua experiência nesse tipo de operação, e sobre o sistema utilizado para acompanhamento de projetos executados com recursos de parceiros estrangeiros.

Próximo debate

No Dia do Meio Ambiente — próxima quarta-feira (5) —, a Gerência de Meio Ambiente e a Gerência de Empreendimentos Socioambientais da Codevasf promoverão o segundo encontro do 1º Ciclo de Debates sobre Revitalização, com o tema Recuperação hidroambiental: casos de sucesso e desafios. O encontro tratará da atuação da Codevasf em ações de revitalização de bacias hidrográficas e nele haverá apresentação da carteira estratégica de ações de revitalização da empresa.

Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf