07/06/19 - 14:21:21

ALTA NAS CONSULTAS AO SPC PODE AUMENTAR AS VENDAS NO MÊS DE JUNHO

Dia dos Namorados e Festejos Juninos são os responsáveis

Se comparado ao mesmo período do ano passado – maio de 2018 com de 2019 – as consultas dos lojistas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), em Aracaju, geraram um aumento da ordem de 8,62%, o que pode chegar ao número de três mil a mais do que no ano passado.

Estes números, disponibilizados pelo banco de dados controlados em Sergipe pela FCDL e CDL Aracaju, revelam um crescimento não só nas consultas, mas, sobretudo, à quantidade de clientes consultados, ou seja, a formatação de procedimentos de compras.

“Isso pode significar uma tendência no aquecimento das vendas para este mês, junho, que é muito representativo para nós. Tem o Dia dos Namorados e os festejos juninos que, em Sergipe, são muitos representativos”, crê o presidente da FCDL, Edivaldo Cunha.

Para a CDL, que registrou esta alta nas consultas, a possibilidade de o feito se repetir este mês se coaduna com a tradição dos sergipanos em comemorar os festejos e, também, de presentear a pessoa amada, fato que se constata no Brasil, neste último quesito.

“Em Aracaju as lojas de segmentos de roupas, calçados, armarinhos, bebidas, artesanato, tecidos, cosméticos, vão ser aquecidas ante as inúmeras festas, públicas ou privadas, decorrentes do forró. Vão aquecer nossa economia, sem dúvida”, diz Brenno Barreto, presidente da CDL.

Festejos Juninos – A animação, ainda que pouca em termos percentual em relação às vendas, também é reforçada pelo recente ‘Dia das Mães’, que apontou crescimento de 0,11% este ano segundo dados da CNDL, “porém já foi acréscimo e não decréscimo como em anos anteriores”, diagnostica Edivaldo Cunha. “O Dia dos Namorados representa uma troca de presentes e lembranças entre os mais variados casais”, acrescenta.

A modalidade ‘Festejo Junino’ é considerada um termômetro de vendas em Sergipe em razão de as várias cidades dos 75 municípios existentes no estado celebrarem efusivamente o período.

Cidades como Aracaju, Estância, Rosário do Catete, Cristinápolis, Indiaroba, Capela, Muribeca, Japaratuba, Pirambu, Nossa Senhora do Socorro, Itaporanga, Itabaiana, Barra dos Coqueiros e outras promoverem festas de forró gratuitas, com público sempre presente e participativo. “As pessoas se preparam para os festejos e compram da roupa nova ao calçado e por aí vai”, frisa o presidente da CDL.

Por Elton Coelho