07/06/19 - 05:41:43

SE TEM A MELHOR ESTRUTURA HÍDRICA DO NORDESTE, DIZ SUPERINTENDENTE

Convidado por Maria Mendonça, ele diz que falta vontade política para resolver questões do rio que continua agonizando

“Eu louvo a inciativa da deputada Maria Mendonça e defendo que essa discussão seja feita por todas as Casas Legislativas dos Estados, pois temos enormes desafios”, disse o superintendente de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, da Secretaria estadual de Meio Ambiente, Ailton Rocha. Hoje, ele ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe, atendendo a uma solicitação da parlamentar, para falar sobre os problemas enfrentados pelo rio São Francisco, cuja extensão de bacia contínua é de 2.863 quilômetros, sendo responsável por 99,8% do potencial hídrico de Sergipe.

Ao citar que Sergipe apresenta a melhor estrutura hídrica do Nordeste, Ailton revelou que no rol de desafios está a implementação de políticas públicas permanentes visando a garantia de água potável para todos, com saneamento ambiental e preservação dos mananciais. “O caminho sabemos de cor, o que falta é vontade política”, enfatizou o palestrante, que é coordenador da Câmara Técnica do São Francisco.

“Seria oportuno que todas as Assembleias que compõem a Bacia do São Francisco colocassem o rio na agenda política, pois num espaço curto de tempo houve uma vazão de mais de 300 metros cúbicos”, afirmou Rocha, observando que apesar de ser o rio da integração nacional, observam-se claros conflitos por conta de áreas de irrigação e atividades minerais na sua área de recarga, principalmente entre os Estados de Minas Gerais e Bahia.

Ailton Rocha acrescentou que 48% da bacia hidrográfica do São Francisco está desmatada, o que vem provocando danos de curto, médio e longo prazos, pois aumenta o assoreamento e diminui a vazão.

Audiência pública

“Assistimos a uma brilhante e didática palestra e já dialogamos (com o superintendente) sobre os desdobramentos dessa sessão”, disse a deputada Maria Mendonça, ao anunciar que no segundo semestre pretende fazer uma audiência pública com todos os atores envolvidos direta ou indiretamente com a questão hídrica e ambiental.

“Todos devemos debater a problemática relacionada ao Rio São Francisco, pois estamos tratando de um vetor do desenvolvimento econômico e social, sobretudo, para os Estado banhados por ele”, afirmou, acrescentando que o Velho Chico é importante para toda a Nação brasileira.

Ao falar sobre a sua preocupação em preservar o rio, Maria disse que o São Francisco está para o Brasil, “assim como o mar da Galileia está para Israel”. Para ela, o Velho Chico é patrimônio nacional e como tal “devemos lutar para deixar para as futuras gerações, um rio perene e com enorme potencial econômico e social”.

Ela lembrou a luta do ex-governador João Alves Filho (DEM) para que o rio fosse revitalizado. “A revitalização é uma necessidade, sob pena de vermos esse rio tão primordial morrer completamente”, disse, ratificando a fala de Ailton, segundo a qual, essa morte se dá “só em decorrência de possíveis contaminações de mineradoras, mas do desmatamento, da poluição de afluentes domésticos e industriais”.

Para Maria, ficou claro na exposição que é o São  Francisco quem garante água para o Estado e, através de uma malha de mais de 4 mil quilômetros de adutora, abastece, também,  Aracaju e os municípios da região metropolitana, sendo responsável por cerca de 65% do abastecimento.

Assessoria Parlamentar deputada Maria Mendonça