10/06/19 - 15:04:34

GREVE GERAL ESTÁ MARCADA PARA ACONTECER NO PRÓXIMO DIA 14 DE JUNHO

A nossa luta unificou, é estudante junto com trabalhador! No dia 14 de junho, o Brasil vai parar. Aracaju está mobilizada. Participe desta luta você também

A Greve Geral do dia 14 de junho está sendo construída por trabalhadores, estudantes, militantes do movimento sindical, do movimento social e todas as pessoas que lutam por emprego, em defesa da educação pública e do direito à aposentadoria. Em todo o Brasil, a Greve Geral do dia 14 de junho vai fazer história. Em Aracaju, vários protestos serão realizados desde a madrugada e também no turno da manhã. À tarde, a partir das 15h, a concentração será na Pça General Valadão.

A Pauta da Educação será mantida. O mês de maio foi marcado por grandes protestos em defesa da educação pública porque em apenas 5 meses na presidência, o governo Bolsonaro já cortou mais de R$ 7 bilhões do recurso destinado à educação. Os efeitos desta decisão política já chegaram às salas de aula. Em resposta, estudantes e professores desde o ensino infantil até a pós-graduação se uniram com o movimento sindical e social e impulsionaram dois grandes protestos nacionais, nos dias 15 e 30 de maio, que ficaram conhecidos como #TsunamidaEducação.

Aracaju e as demais cidades brasileiras, desta vez estão mobilizadas na luta contra o desemprego (que já atinge 14 milhões de brasileiros) e para derrubar a Reforma da Previdência. “O governo Bolsonaro quer vai levar a população idosa brasileira à condição de miséria, como aconteceu no Chile, obrigando todos a trabalharem mais, contribuírem mais para receber uma aposentadoria menor. Os sindicatos, os estudantes não vão deixar. Pedimos que a população participe do movimento em defesa do futuro do Brasil”, afirmou o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), o professor Dudu.

O que a Reforma da Previdência vai fazer com a sua aposentadoria?

*Fim da aposentadoria integral. Depois de contribuir 20 anos e alcançar a idade mínima (65 anos, se homem e 62 anos, se mulher), os aposentados só vão receber 60% do benefício + 2% a cada ano extra trabalhado;

*Fim da aposentadoria por tempo de contribuição (Como é hoje: homens com 35 e mulheres com 30 anos de contribuição podem se aposentar);

*Trabalhadores do Setor Privado terão 5 anos a mais de contribuição e as mulheres terão que trabalhar por 2 anos a mais;

*Para receber aposentadoria integral, professores terão que trabalhar até 15 anos a mais;

*Trabalhadores rurais vão contribuir mais e trabalhar mais. Hoje eles contribuem por 15 anos e se aposentam com 60 anos (homens) e 55 anos (mulheres), terão que contribuir por 20 anos e se aposentar com 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres);

*Viúvas não vão mais receber a pensão integral, ficarão apenas com 60% do valor + 10% por filho dependente. Ficará proibida a acumulação de pensões e aposentadorias.

*A capitalização da previdência, modelo adotado no Chile e que foi um fracasso, pode levar a população idosa brasileira à miséria.

por: Iracema Corso