14/06/19 - 13:36:21

“Eu não sou um desocupado; não posso ficar apenas sentado com sindicatos”, diz Belivaldo

O governador Belivaldo Chagas (PSD) foi firme em sua fala no inicio da tarde desta sexta-feira (14) ao comentar sobre as reivindicações dos sindicatos, afirmando que “eu tenho o meu relógio e eles tem o relógio deles. Portanto eu não sou obrigado a seguir o relógio do sindicato”, disse o governador em entrevista ao jornal da Xodó, de Simão Dias.

Belivaldo explicou que em nenhum momento se negou a se reunir com as categorias, porém deixou claro que tem feito diversas viagens para Brasília em busca de recursos. “Tenho respeito pela polícia civil, mas quero dizer que eu não sou desocupado. Essas últimas semanas fiz diversas viagens a Brasília. Quero dizer que estou aberto ao diálogo como sempre estive”, explicou.

O governador afirmou que tem mantido dialogo aberto mas que “não tem como fazer compromisso se depois não tivermos dinheiro para pagar. É preciso entender que são várias categorias que também estão reivindicando”, disse.

Belivaldo Chagas comentou ainda sobre a convocação dos aprovados no último concurso para a polícia militar e afirmou que pretende até o final de seu mandado, convocar pelo menos mais mil homens. “Eu não posso simplesmente convocar e depois não ter como pagar. É preciso entender que teremos uma queda de cinqüenta milhões em relação à mesma época do ano passado. Eu sei também que precisamos de pelo manos mais dois mil homens, mas é preciso fazer com responsabilidade e eu pretendo até o final de nosso mandato, convocar mais mil homens”, contou Belivaldo.

O governador explicou ainda sobre a recuperação das rodovias estaduais, afirmando que seriam necessários cerca de R$ 400 milhões para que o serviço fosse realizado. “Eu não sou santo milagreiro, mas é preciso saber que para recuperar a malha viária é preciso 400 milhões e hoje o estado não tem”, disse.

Ainda durante a entrevista, Belivaldo comentou ainda sobre a situação da Deso e informou que o furto de água deixa um prejuízo grande a empresa. Ainda segundo o governador, “gente que se dizia bacana e usava motor para furtar água em gatos, ou seja, é roubo e o Ministério Público e a polícia estão de olho. Dez pessoas já foram presas”, afirmou.

Munir Darrage