12/07/19 - 05:31:00

DEFESA CIVIL ESTADUAL DIVULGA BALANÇO PARCIAL DAS CHUVAS NOS MUNICÍPIOS

Ao todo, as coordenadorias municipais de Defesa Civil registraram 389 desabrigados em diversas localidades

Após diversas ações de avaliação de risco e resposta aos efeitos das chuvas em parceria com os municípios sergipanos, a Defesa Civil Estadual divulga levantamento parcial, identificado até as 18h desta quinta-feira, 11 de julho.

Ao todo, as coordenadorias municipais de Defesa Civil registraram 389 desabrigados em diversas localidades. Na capital, 150 famílias deixaram suas casas em razão de inundações, e estão sendo atendidas pelas equipes de Assistência Social da prefeitura. O número de famílias desalojadas está sendo computado pela coordenadoria municipal de Defesa Civil de Aracaju. Em todo o Estado, não foi registrado nenhum ferido, mas duas pessoas permanecem desaparecidas em Porto da Folha e Itaporanga.

Na estrada entre os municípios de Santa Rosa de Lima e Riachuelo, a ponte sobre o Rio Sergipe cedeu. No início da noite desta quinta-feira, 11, as equipes da Defesa Civil Estadual e da secretaria de Estado da Infraestrutura (Sedurbs) se dirigiram até o local, para avaliar a estrutura e iniciar a promoção de reparos.

Entre os eventos adversos, também foram registradas ocorrências de deslizamentos de encostas nos municípios de São Cristóvão e Divina Pastora; deslizamentos de terra em Laranjeiras; e a ruína parcial de uma torre de internet em Umbaúba sobre três casas. Em Japaratuba, o volume de massa proveniente das chuvas se deslocou até um córrego, provocando rompimento do sistema de drenagem da cidade, fazendo erodir uma cratera que levou ao desabamento de cinco casas e à interdição de outras 12, das quais as famílias foram retiradas.

Em Indiaroba, 10 famílias foram retiradas de casas (algumas de taipa) situadas em área com risco de desabamento, devido à proximidade de um barranco. Em Lagarto, uma casa desabou e outras duas tiveram desabamento parcial. Em Estância, a elevação do nível do Rio Piautinga levou à interdição de três pontes e do complexo XPTO. Conforme o rio vai recuando, as estruturas vão sendo liberadas pela Defesa Civil municipal.

As ocorrências citadas foram registradas até as 18h desta quarta-feira, 11 de julho. As equipes da Defesa Civil Estadual e as coordenadorias municipais seguem em alerta, acompanhando as ocorrências registradas. Emergências podem ser informadas pelo número 199 na capital e, no interior, também pelo 193.

Foto: Pritty Reis