12/07/19 - 11:28:04

Pelo menos 400 famílias foram afetadas pelas chuvas na capital e no interior do estado

As chuvas que caem o estado de Sergipe deste a última segunda-feira (8) têm provocado muitos transtornos à população na capital e interior, após rios transbordarem, ponte desabar e casas serem invadidas pelas águas, além de três pessoas que estariam desaparecidas.

Para o governador Belivaldo Chagas, o momento é de alerta e vigilância, para poder assistir as comunidades atingidas pelas chuvas. “Recebemos um diagnóstico da situação das barragens, rodovias e encostas das cidades do interior e da capital. Estamos atentos para atuar quando necessário nas áreas que forem atingidas pelas águas”.

Na manhã desta sexta-feira (12), os problemas continuam e o rio que dá nome à cidade transbordou durante a madrugada no município e encobriu o asfalto da rodovia estadual que liga a sede à BR-101.

Outras localidades – O nível do rio Jacarecica no limite na cidade de Riachuelo onde algumas comunidades foram completamente afetadas pelas enchentes.

Em Riachuelo, o acesso pela FAFEN está comprometido, já que o nível do rio subiu a cobriu a rodovia.

A situação mais grave está sendo registrado em Aracaju e no município de Riachuelo, onde cerca de 300 pessoas estão desabrigadas e o mais grave, sem água potável para o consumo da população.

Segundo informações passada pela assessoria do município, em entrevista ao radialista Jailton Santana, centenas de famílias perderam móveis, alimentos e roupas. Além disso, o serviço de abastecimentos acabou ficando comprometido e os moradores estão sem água potável.

Além de Riachuelo, pelo menos seis municípios estão com problemas de abastecimento de água, já que em alguns locais, os rios transbordaram a afetaram reservatórios.

Na capital sergipana, Aracaju, os moradores do bairro Jabotiana continuam sofrendo por causa do volume das águas.

Uma das situações graves foi registrado no conjunto Santa Lúcia, onde o único local de saída para as demais áreas da cidade é a ponte que liga a avenida Rio Poxim à avenida Farmacêutica Cezartina Régis.

Já no Largo da Aparecida, 201 pessoas, sendo 145 adultos e 56 crianças, estão alojadas na Escola Municipal José Airton e no Caps do Largo da localidade.

Campanhas de arrecadação

A Secretaria de Assistência Social deu início a uma campanha de arrecadação de roupas para a população afetada pela perda de bens materiais. Os itens podem ser levados à Estação Cidadania, na Rua Pacatuba, nº 64.

A Igreja Presbiteriana Independente, localizada na avenida Simeão Sobral 864, bairro Santo Antonio, também está recolhendo doações para as pessoas afetadas pelas enchentes.

Com informações e foto do programa Jornal da Vida