27/08/19 - 15:33:27

VEREADOR SUGERE QUE A POPULAÇÃO JOGUE OVOS EM POLÍTICOS MENTIROSOS

Na manhã desta terça-feira, 27, o vereador Cabo Amintas (PTB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) para defender a vereadora Emília (Patriota), para mostrar o caos nas ruas do loteamento Visconde de Maracaju e para homenagear o soldado da Polícia Militar de Sergipe (PMSE), Genésio Monteiro,

Amintas iniciou seu discurso relatando uma discussão em programa de rádio. “Ouvi o assessor de comunicação da Secretaria da Saúde descendo o “sarrafo” na senhora, vereadora Emília. Ele tentou defender o indefensável, pode buscar o áudio no programa do deputado Gilmar Carvalho. Ele disse que a senhora pelo menos leia, e outras agressões. Talvez se a senhora fosse homem ele não tivesse dito tantas coisas, mas temos a questão do preconceito de gênero. Acho que toda a empolgação e ofensas dele foi porque a senhora não estava no ar ao mesmo tempo. Tenho certeza que a senhora vereadora vai saber responder a altura”, afirmou Cabo Amintas.

Depois continuou sua fala mostrando vídeo da situação de abandono das ruas do Loteamento Visconde de Maracaju, no Bairro Cidade Nova. “Ontem a noite nós visitamos o Bairro e sugeri aos moradores que joguem ovos nos parlamentares que forem lá dizendo que vão resolver os problemas sozinhos, porque só aparecem a cada 4 anos para fazer promessas de campanha”, sugeriu Amintas.

Além dos problemas de calçamento, asfalto, segurança e iluminação, o vereador falou sobre a dificuldade do trânsito de veículos no bairro. “A passagem para o Loteamento está parcialmente bloqueada por uma casa e uma igreja que não foram indenizados para sair dali. A prefeitura disse que ia indenizar um dos imóveis, mas até hoje não fez isso. Com a passagem bloqueada o carro do Corpo de Bombeiros não conseguiu passar para atender numa situação de emergência. De quem será a culpa se acontecer uma tragédia naquele loteamento, será minha, dos moradores ou dos Bombeiros? É claro que não. A culpa é da Prefeitura Municipal de Aracaju, é do Prefeito Edvaldo Nogueira. A culpa é de quem vai lá mentir, dizer que vai resolver e não fazer nada”, criticou o parlamentar.

Cabo Amintas aproveitou parte de sua fala para fazer homenagem ao soldado Genésio Monteiro, assassinado na noite do dia 25. “Quero aproveitar o tempo aqui para dizer que perdemos um guerreiro, o soldado, um homem que foi da Caatinga, recebeu homenagens e que fardado foi assassinado por um vagabundo”, comentou. E continuou falando “senhor governador Belivaldo Chagas, o sangue desse policial também está nas suas mãos. Para quem não sabe, o policial estava de folga e se voluntariou para fazer a segurança da sociedade. Ele preferia estar com a família, mas não deu. Policial militar não consegue ficar com a família porque precisa de dinheiro extra, há mais de 6 anos não recebe o aumento de salário, ganha apenas apenas R$ 8,00 (oito reais) para comer”, afirmou indignado.

Para concluir, o vereador continuou falando sobre os problemas na Polícia Militar. “Esse pai de família perdeu a vida por causa desse Governo, colegas policiais nós estamos perdendo a guerra. Ou mudamos nossa postura em relação ao políticos governantes ou vamos perder a vida. Ou os senhores policiais se unem e mantêm uma postura firme ou não adianta falar em grupos de WhatsApp.  Se não lutarmos não vamos conquistmar nada. A mudança é agora, tomem uma atitude”, incitou Amintas.

Por assessoria