03/09/19 - 10:05:23

Prazo da “Aracaju sem buracos” termina dia 15 e obra da Beira Mar está parada!

Era manhã do dia 15 de julho passado, em uma entrevista ao jornalista Lyderwan Santos, no Bom dia Sergipe, da TV Sergipe, quando o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), olhando para uma cidade “submersa” após as fortes chuvas registradas naquele período, anunciou uma “força-tarefa” de recuperação e prometeu que, em até dois meses, a situação da “buraqueira” que tomou conta das ruas e avenidas da cidade estaria normalizada. O “prazo” estabelecido pelo próprio gestor está próximo de expirar e, pelo visto, está muito distante de cumpri-lo…

A Prefeitura de Aracaju chegou a veicular uma propaganda institucional tentando passar uma mensagem para a sociedade que, desde os primeiros momentos das chuvas, a gestão estava presente, tentando resolver os problemas da cidade. As enchentes provaram duas coisas: a falta de uma política de prevenção na capital e, principalmente, a carência da revisão do Plano Diretor, que em quase três anos a frente da PMA, Edvaldo não deu como prioridade. Apenas após os estragos e perdas materiais da população, veio a promessa de enviar uma proposta à CMA até o final do ano.

Aliás, não é de agora que este colunista tem chamado a atenção do povo de Aracaju para a omissão da Câmara Municipal. Respeitadas algumas exceções, o parlamento não representa bem os quase 650 mil aracajuanos. Infelizmente, muitos vereadores estão “presos” à gestão em troca de indicações e cargos comissionados e não têm autonomia para cobrar do prefeito, de exigir resultados práticos para garantir a verdadeira “qualidade de vida” para a população. Alguns vereadores (PASMEM) avaliam a gestão como “nota 10”. Dá para acreditar?

Mas voltando à “cidade mais esburacada do Brasil” como diz repetidamente o jornalista Gilmar Carvalho na FM Jornal, vai terminar o prazo de dois meses dado pelo prefeito para resolver os problemas dos buracos da capital e, para a surpresa deste colunista, na noite dessa segunda-feira (2), em sua “live” com os internautas, Edvaldo Nogueira anunciou que a obra de recuperação da Avenida Beira Mar está parada e a empresa responsável, que venceu a licitação, será substituída e a segunda colocada será convocada “pela lentidão dos serviços”.

Agora, como perguntar não ofende nunca, será que a empresa que participou da concorrência pública e venceu a licitação, vai silenciar e aceitar ser substituída sem maiores critérios? Será que não vamos iniciar uma verdadeira “batalha judicial”? Não há o risco das obras de recuperação ficarem comprometidas, refém de uma disputa de liminares? Qual será a intenção do prefeito “campeão” em contratos emergenciais? E o que dizer do Ministério Público Estadual? Por que os promotores de Justiça e o Procurador-Geral estão em silêncio absoluto?

E, para concluir, outro absurdo: a PMA acaba de suspender, por uma semana, as obras de recuperação da Avenida Euclides Figueiredo, para a “readequação dos projetos” já em andamento desde o início de 2017. O prefeito que prometeu a licitação do transporte coletivo, da coleta do lixo, das feiras livres e que “privatizou” o atendimento da UPA Nestor Piva, pelo visto, não vai concluir mais uma promessa! O projeto “Aracaju sem buracos” vai seguir com prazo indeterminado. E parte da Câmara Municipal “batendo palmas”, dizendo “sim” a tudo…

Veja essa!

A prefeitura de Aracaju prometeu a licitação das feiras-livres da capital, realizou o processo e cinco empresas concorreram. Uma foi eliminada por uma servidora supostamente não credenciada por não fazer parte da Comissão de Licitação. As outras quatro empresas apresentaram propostas com erros que não foram corrigidos e o processo findou sendo anulado.

E essa!

Agora a Prefeitura de Aracaju, que já afastou o empreendedor e ex-vereador Bertulino Menezes do ramo das feiras, após 23 anos, apenas promete a realização de uma nova licitação, sendo que o serviço continua sendo prestado, do mesmo jeito, em caráter emergencial, com outros empresários explorando o espaço público…

Bigodada!

Em entrevista ao radialista Narciso Machado, na FAN FM, o vereador Bigode do Santa Maria (MDB), classificou a gestão do prefeito Edvaldo Nogueira como “nota 10”, pela “excelência em obras”. Com todo respeito ao nobre parlamentar, é ou não é “mangar do povo” aracajuano?

Cadê o compromisso?

Na entrevista à TV Sergipe, em 15 de julho, Edvaldo mostrou todo interesse em resolver o problema das enchentes do bairro Jabotiana. No último dia 23, em audiência pública promovida pelo deputado estadual Iran Barbosa (PT), na Assembleia Legislativa, com entidades que defendem aquela região, Edvaldo nem foi e nem mandou representante. O secretário da PMA enviou uma carta dizendo que tinha outro compromisso em sua agenda naquele momento. É mole?

Chama o Edvaldo I

Em sua “live” com internautas, nessa segunda-feira, o prefeito de Aracaju anunciou que a empresa responsável pela realização da obra de recuperação da avenida Beira Mar, zona Sul da capital sergipana, será substituída. Ele expressou seu “descontentamento” com os avanços dos serviços e anunciou a desclassificação da empresa vencedora do processo licitatório.

Chama o Edvaldo II

Edvaldo informou a convocação da segunda colocada no certame e estabeleceu a próxima terça-feira (10) como prazo para retomada das intervenções. “A ordem de serviço foi assinada no dia 25 de janeiro deste ano, dia do meu aniversário, e deveria terminar no dia 25 de janeiro de 2020. A data prevista continua a mesma, mas comunico desde já que a empresa ganhadora da licitação foi desclassificada pela lentidão nos serviços executados. Aqui é assim: não trabalhou direito, sai”, destacou o prefeito.

Chama o Edvaldo III

O gestor assegurou fiscalizar constantemente as obras realizadas na cidade e enfatizou que “não permite que as empresas não cumpram com aquilo que foi acordado”. “Por isso, estamos convocando a segunda colocada no processo licitatório e na próxima terça-feira a obra deverá ser retomada. Demos um prazo de cinco dias para que a atual empresa possa se defender, mas não tem justificativa porque ela estava parando a obra toda semana para consertar as máquinas. Esperamos o período chuvoso passar porque, de fato, é difícil realizar obras com chuvas, mas mesmo com a estiagem, não houve grandes avanços. Então tomamos providências e na próxima semana os serviços voltam à normalidade”, reforçou.

Obra paralisada I

Edvaldo esclareceu o porquê de a infraestrutura do Japãozinho ter sido paralisada, com 90% de conclusão da primeira etapa. “Estamos fazendo um estudo para readequação dos dois projetos e poder interligar a rua B com a avenida Euclides Figueiredo. Foi necessário paralisar nesta semana, mas peço um pouco de paciência porque será somente nesta semana. Em oito dias a obra recomeça e continuará sendo muito bem feita porque não há nenhum problema com o projeto. Como disse, foi apenas para essa readequação que vamos fazer”, detalhou.

Obra paralisada II

Outra obra que foi abordada durante a live foi a de infraestrutura do Marivan. De forma transparente, o prefeito também confirmou a paralisação, mas garantiu ser temporária. “Neste caso, a paralisação se deu para ajustes nos termos do contrato, que precisaram ser mudados. Mas quero garantir que esta pausa é por pouco tempo. A Caixa Econômica solicitou essas mudanças no contrato, nós fizemos, encaminhamos para o banco e aguardamos a liberação, que deve ocorrer ainda esta semana para que a obra prossiga”.

Mais promessas

Edvaldo aproveitou ainda para informar que, até o final do ano, a Prefeitura deverá dar ordem de serviço para início das obras de infraestrutura da Ponta da Asa. “Já conseguimos o recurso, estamos finalizando o projeto e até o final do ano deveremos autorizar o início das obras. Estamos no mês de setembro e ainda temos prazo. Assim como todas as obras existe um processo que precisa ser cumprido, mas vou cumprir com meu compromisso e vou dar ordem de serviço nesta obra”, garantiu.

Bomba!

Este colunista recebeu uma informação sobre o processo de cassação da chapa Belivaldo Chagas e Eliane Aquino: em BSB são fortes os rumores sobre a contratação de um grande escritório de advocacia de Recife (PE), famoso por defender causas difíceis e por valores milionários. Fala-se em uma “dezena” de casos parecidos…

Aeroclube

O Governo de Sergipe divulgou, recentemente, a publicação de um edital para a venda de três áreas do Aeroclube de Aracaju. Os lances iniciais são de cerca de R$ 9 milhões. O imóvel, localizado na Zona Norte da capital, foi dividido em duas áreas de 52 mil metros quadrados e uma de 50.495,219 metros quadrados. De acordo com o governo, os recursos obtidos com a venda serão destinados ao Fundo Financeiro de Previdência do Estado de Sergipe (Finanprev).

Lagarto I

A Prefeitura de Lagarto assinou a Ordem de Serviço para a construção da Nova Entrada do Município. O deputado federal Gustinho Ribeiro (SD), esposo da prefeita interina Hilda Ribeiro (SD), fala em um investimento da ordem de R$ 8 milhões em recursos federais para as obras de infraestrutura, “conquistados” por seu mandato.

Lagarto II

O detalhe é que a empresa contratada venceu a concorrência 04/2018 realizada pela prefeitura de Lagarto, na gestão do prefeito afastado Valmir Monteiro (PSC) que, inclusive, assina documento datado de 20 de junho do ano passado, referente ao contrato com a Construtora FCK LTDA EPP.

Lagarto III

A verdade os recursos assegurados inicialmente foram viabilizados pelo então senador Antônio Carlos Valadares (PSB) e não pelo mandato do deputado federal Gustinho Ribeiro, como ele tem anunciado.

São Domingos I

Segundo matéria publicada pelo portal Inove Notícias, em sessão na câmara de vereadores de São Domingos, o vereador líder da situação, Marquinhos (PT) usou a tribuna da casa para fazer graves denúncias contra o Cartório de Registros do Município. Segundo o vereador faz tempo que o mesmo estaria sendo usado como “Comitê Eleitoral”, inclusive prejudicando moradores do município afins políticos.

São Domingos II

“Há relatos de populares que escrituras não estão sendo entregues em tempo hábil e outras há anos”, disse o vereador. Ainda segundo a reportagem, um dos funcionários do Cartório, o escrevente Luizinho, já se lançou publicamente, há algum tempo, como pré-candidato para as eleições de 2020, “e vem buscando holofotes em rádios e mídias sociais sendo apresentado sempre como Luizinho do Cartório”.

São Domingos III

“Tenho recebido varias denúncias de que este Cartório tem tramitado processos afins de Comitê Eleitoral e existe sala para assuntos políticos”, completou o vereador. Consta ainda na matéria que o site Macambira no Ar® tentou contato com a Tabeliã do Cartório, Dona Luciana Barreto Melo, mas não obteve êxito. Em conversa com alguns dos moradores do município, os mesmos declararam que quase nunca veem a tabeliã no estabelecimento ao ponto de nomeá-la como “Tabeliã Sombra”. É preciso que o Poder Judiciário sergipano se posicione acerca dessas denúncias que, se procederem, são da maior gravidade.

Alese

O governador Belivaldo Chagas (PSD), durante a solenidade que marcou oficialmente a entrega da obra de reforma da fachada do prédio Construtor João Alves, que sedia a Assembleia Legislativa de Sergipe, parabenizou o presidente da Casa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), e registrou que a obra em questão “é um presente dado à sociedade sergipana”.

Belivaldo Chagas I

Belivaldo falou que a Alese é a “caixa de ressonância” da sociedade e que avalia sua reforma como positiva porque a Casa se torna “cada vez um ambiente mais acolhedor, tanto carinho e dedicação de todos que fazem este Poder, em especial, o deputado Luciano Bispo. É muito bom que ela continue assim, tão bonita e tão bela. Aqui sinto-me em casa, onde passei 16 anos, ao lado de amigos e amigas deputadas”.

Belivaldo Chagas II

O governador disse que durante sua trajetória na Assembleia “combateu o bom combate”, defendendo os interesses da sociedade. Para ele a cada dia a Alese desempenhado um papel importante para a democracia. “Sem essa harmonia entre os poderes, não teríamos como seguir em frente em um momento tão difícil. Fato que o Executivo tem encontrado, no Legislativo e no Judiciário, a compreensão do que é governar um Estado em um momento de tantas dificuldades. Todas as vezes em que precisamos, temos o apoio do Legislativo”.

Belivaldo Chagas III

Além do Legislativo e Judiciário, Belivaldo também ênfase à parceria com a Defensoria Pública e com o Tribunal de Contas. Por fim, ele novamente destacou o empenho do deputado Luciano Bispo. “Vejo que hoje Luciano (Bispo) está se sentindo como um pai de família que arruma sua casa, quando sua filha resolve noivar para fazer um belo casamento. Deixou a Casa do Povo de Sergipe bela, transparente e escancarada com a TV Alese levando sua mensagem para mais e mais residências”.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]