09/10/19 - 08:32:36

Restará o óleo derramado

Desde que chegou a Sergipe, no início da década de 60, a Petrobras sempre foi sinônimo de progresso. De uns tempos pra cá, contudo, a estatal é a cara do pessimismo. Num dia, comunica o fechamento da Fafen, em Laranjeiras, noutro promete lacrar sua sede em Aracaju. O plano de desinvestimento da petrolífera também prevê a venda campos em Sergipe e o desligamento voluntário para os empregados. Mas não é só isso: já este mês, a nossa economia sentirá as consequências da decisão judicial autorizando o fundo de pesão Petros descontar até 40% nos salários dos petroleiros. Com tantas notícias péssimas, quase passou em brancas nuvens a maior descoberta feita pela Petrobras no estado desde o pré-sal, em 2006: seis enormes campos marítimos, que vão produzir 20 milhões de m³/ dia de gás natural. Em vez de festejar tamanha descoberta, os sergipanos lamentam o derramamento de toneladas de petróleo no mar. A Petrobras não tem culpa por este crime ecológico, porém, se continuar dando as costas para Sergipe, terminará sendo lembrada apenas pelo óleo derramado em nossas praias. Lamentável!

Ficou pra depois

O Tribunal Regional Eleitoral adiou para terça-feira próxima, o julgamento da prefeita de Japaratuba, Lara Moura (PSC), e do vice Dogival Monteiro (PSC). Os dois são acusados de abuso do poder político na campanha eleitoral de 2016. Pelo mesmo delito, o TRE julgará, amanhã, o prefeito e a vice de Ilha das Flores, respectivamente, Cristiano Cavalcante e Eleni Lisboa – ambos do PSC. Vixe!

Pisou no freio

E o senador Alessandro Vieira (Cidadania) festejou a obstrução ao Projeto de Lei que libera R$ 3 bilhões do Orçamento da União para parlamentares favoráveis à famigerada reforma da Previdência. O projeto só não foi aprovado pelo Congresso graças à obstrução da oposição e do bloco independente, contrários ao toma lá, dá cá deste governo militar. Misericórdia!

Casa de brigões

E os vereadores aracajuanos Elber Batalha Filho (PSB) e Fábio Meireles (Cidadania) quase saíram no tapa. O bate-boca foi tão forte que provocou o encerramento da sessão. Aliás, brigas no plenário da Câmara estão ficando comuns. Outro dia, o vereador Cabo Amintas (PTB) quase deu uma surra no colega Vinicius Porto (DEM). Apesar do bafafá em plena sessão, o militar de pijama não foi sequer advertido pela mesa diretora. Crendeuspai!

Cadê a grana?

As prefeituras de Feira Nova e Canindé terão que pagar os salários dos professores até o último dia útil do mês. Caso não o façam, serão multadas em R$ 1 mil e R$ 5 mil, conforme decisão dos desembargadores José dos Anjos e Iolanda Guimarães. As prefeituras foram acionadas judicialmente pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação, cansado de negociar o pagamento em dia da folha salarial. Cruzes!

Me dá um dinheiro aí!

O governador Belivaldo Chagas (PSD) bateu na porta do ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional. Foi pedir dinheiro para concluir a adutora do Alto Sertão e o sistema de abastecimento d’água de Tomar do Geru, Itabaianinha e Umbaúba. Graças a recursos liberados pelo ministro Canuto, o governo estadual já iniciou a duplicação da adutora do Piauitinga, que vai beneficiar Lagarto, Riachão do Dantas, Tobias Barreto, Simão Dias e Pinhão. Ah, bom!

Vítima de fake news

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) jura de pés juntos que não culpou o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) pelo óleo derramado nas praias de Aracaju. O petebista diz ter sido vítima de fake news: “Fizeram uma montagem, utilizando a minha logomarca e atribuindo a mim acusações infundadas”, reclama Rodrigo. Critico ferrenho de Nogueira, o deputado é pré-candidato a prefeito da capital. Então, tá!

De olho nos gatos

Dependesse da deputada estadual Kitty Lima (Cidadania), haveria castração em massa dos inúmeros gatos que perambulam pelo campus da Universidade Federal de Sergipe. Recebida pelo reitor Ângelo Antoniolli, a deputada sugeriu uma parceria com as prefeituras sergipanas visando a castração de gatos e cachorros no hospital veterinário da UFS. O reitor prometeu analisar a proposta da parlamentar. Aguardemos, portanto!

Contra a mentira

O Tribunal Superior Eleitoral lançou um programa para estimular a checagem das notícias. De acordo com o TSE, o objetivo do programa “Minuto da Checagem” é explicar para os eleitores a importância de verificar, antes de compartilhar, a veracidade das informações recebidas ou acessadas em redes sociais, aplicativos de celular e sites. Certíssimo!

Nova assinatura

E quem deu com os costados em Brasília foi a nova prefeita de Riachão do Dantas, Simone de dona Raimunda (PCdoB). De pires nas mãos, a moça bateu nas portas dos deputados e senadores para pedir que apresentem emendas parlamentares em favor de Riachão. Por falar na comunista, desde que foi eleita, em 1º de setembro último, ela trocou a alcunha “de dona Raimunda” pelo sobrenome Andrade. Marminino!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 29 de novembro de 1873.