10/10/19 - 17:16:11

Diretoria da Sergas participa de reunião na sede da Bahiagás, em Salvador (BA)

Objetivo é buscas engenharia de negócios para viabilizar a retomada da produção das duas fabricas de fertilizantes

O diretor-presidente da Sergipe Gás (Sergas), Valmor Barbosa, participou no dia 09 deste mês, de uma reunião na sede da Bahiagás, em Salvador (BA). O objetivo foi discutir engenharia de negócios para viabilizar a retomada da produção das duas fábricas de fertilizantes, a Fafen/SE e a Fafen/BA.

“Estão sendo realizadas rodadas de negociações em conjunto entre os governos de Sergipe e Bahia, a direção da Petrobras, além de empresas interessadas em arrendar as duas fabricas de fertilizantes nos dois estados.  Para isso, no intuito de buscar engenharias de negócios, que viabilizem a retomada da produção das fábricas de fertilizantes nitrogenados, que são decisivas para uma economia nesse segmento, estão acontecendo tratativas no sentido de operacionalizar o fornecimento da matriz energética do Gás Natural para o retorno do funcionamento das duas fábricas. Na reunião, foi discutida a distribuição do gás nos estados envolvidos. Caso as negociações com esse novo consumidor potencial se concretizem, a Sergas poderá proporcionar uma modicidade tarifária e planejar uma interiorização do gás no estado de Sergipe”, explicou Valmor.

Segundo o diretor presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, essa reunião coroa um processo de tratativas de habilitação das empresas para o edital de arrendamento das duas Fafens, Sergipe e Bahia, que vem ocorrendo.

“Construímos medidas importantes no sentido de avançarmos nesse processo inicial do gás com o fornecimento por parte de outros supridores, buscando sempre garantir economicidade na aquisição da molécula do gás para viabilizar a concretização dos negócios”, destacou.

Gás em Sergipe

Com a assinatura do decreto com novas normas do Regulamento dos Serviços Locais de Gás Canalizado do Estado de Sergipe, o governador Belivaldo Chagas tornou Sergipe o estado pioneiro e exemplar para todo o Brasil. O decreto foi um marco na regulação do uso do gás em Sergipe, investindo-se de fundamental importância para a economia do estado.

A criação da figura do Consumidor Livre irá possibilizar a flexibilização e a atração da cadeia produtiva do gás, abrindo o mercado sergipano para novas empresas, tendo como consequência a geração de emprego e renda, por meio do aquecimento da economia.

Por outro lado, a Petrobras anunciou o processo de licitação para arrendamento das Fafens Sergipe e Bahia, e que irá receber as propostas no dia 11 de novembro. Este, sem dúvida, é um grande passo ao preenchimento da lacuna econômica do estado, após a hibernação da fabrica de fertilizantes em Sergipe. Com esse processo, irá ocorrer a recuperação dos empregos anteriores ao processo de hibernação da fábrica,  assim como os empregos indiretos voltarão a existir.

Fonte e foto assessoria