22/10/19 - 09:57:19

Aracaju “despenca” entre as melhores cidades para investimentos do País!

Diante das propagandas sucessivas e anúncios à exaustão feitos pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) em sua “pré-campanha” para a reeleição em 2020, este colunista decidiu fazer uma pesquisa para avaliar se Aracaju está mesmo caminhando para ser a “cidade da qualidade de vida”. O gestor “vende” nossa capital como uma “Aracaju Inteligente” por onde ele passa, mas não é bem isso que revela o estudo da consultoria URBAN SYSTEMS, que analisa o potencial de desenvolvimento de cidades com mais de 100 mil habitantes.

O levantamento que é realizado anualmente em parceria com a REVISTA EXAME revelou que Aracaju “despencou” segundo o ranking de 2019 e quase ficou fora da lista das 100 melhores cidades para investimentos do País. Segundo o mesmo estudo em 2018, nossa capital, já sob a gestão de Edvaldo Nogueira, ocupava a 25ª posição. Este ano a avaliação “desabou” para a 89ª colocação. E pensar que, mesmo durante a “gestão desestruturada” e “mal avaliada” do ex-prefeito João Alves Filho (DEM) nossa capital não “regrediu” tanto como agora…

A pesquisa leva em consideração indicadores como IDH (Índice de Desenvolvimento Humano); desburocratização para a abertura de empresas; localização e expansão da rede hoteleira; além de parcerias com as universidades locais. Mas quando pensamos em incentivo à “diversificação da atividade econômica”, lembramos que em Aracaju, apesar de ser uma obra do Governo do Estado, por exemplo, o Centro de Convenções está fechado há alguns anos. Quantas indústrias “aportaram” na nossa capital em busca da “cidade inteligente” de Edvaldo?

Como tem se comportado a gestão do prefeito em relação à rede hoteleira? O que a Prefeitura de Aracaju tem feito para atrair turistas e novos investidores? Aliás, como perguntar não ofende, quem é o secretário municipal de Indústria e Comércio? Estamos falando em geração de emprego e renda, de ter uma política de negócios eficiente, atraindo indústrias e grandes redes. Temos políticas públicas voltadas para este segmento? Ou temos uma “secretaria politizada” que só serve para fazer “acordos políticos”?

O levantamento da REVISTA EXAME, que vem sendo realizado anualmente desde 2014, vem acompanhando a trajetória econômica que atravessa o País, que entrou em recessão e que ainda enfrenta muitas dificuldades do ponto de vista financeiro. A “queda” de Aracaju não foi um “erro de contagem”, mas é a constatação da ineficiência dos nossos governantes. Só pensam em fazer política, só pensam em eleições, em projetos de continuidade no Poder. O mesmo agrupamento político que levou Sergipe a quase um “colapso financeiro”, agora põe em risco nossa capital…

Pegando a mesma pesquisa e fazendo um recorte do Ranking de Desenvolvimento Econômico, temos outro “vexame” para Aracaju: em um ano a capital saiu da 38ª posição para a 92ª colocação! Neste quesito são levados em consideração fatores como crescimento empresarial e de empregos formais, além das Micro Empresas Individuais. No Ranking de Capital Humano, caímos da 33ª posição em 2018 para a 39ª colocação e está relacionado ao crescimento de empregos formais com nível superior. Em síntese, aqui não é a “crítica pela crítica”, mas uma base de dados oficiais que revelam uma triste e dura realidade que, geralmente, o Marketing não mostra…

Veja essa!

Levando em consideração a pesquisa anual da URBAN SYSTEMS, que analisa o potencial de desenvolvimento de cidades com mais de 100 mil habitantes, em parceria com a REVISTA EXAME, no RANKING de Infraestrutura, Aracaju não figura nem entre as 100 cidades para fazer negócios, ficando atrás de Itabuna (BA), Caruaru (PE), Petrolina (PE), Juazeiro do Norte (CE), Feira de Santana (BA), dentre outras.

E essa!

Nesse recorte de melhores cidades para fazer negócios no quesito Infraestrutura, a pesquisa leva em consideração facilidades que proporcionam o desenvolvimento de empresas e negócios nas cidades, que vai desde a infraestrutura básica (distribuição de água) até a conectividade do aeroporto e das rodovias, além do acesso á banda larga e indicadores de saneamento básico. Um “vexame” para Aracaju…

Precisa de união

Enquanto a classe política de Sergipe seguir em uma espécie de “guerrinha de vaidade”, nosso Estado e nossa capital não irão avançar. O País atravessa um momento de crise, as finanças não vão bem e, se não existir “unidade” entre os nossos representantes, fatalmente teremos indicadores ainda piores em 2020.

Receio da oposição

Está claro que alguns “modelos” da oposição não deram certo e já estariam, até, ultrapassados. Mas a “troca de experiências” é sempre válida, até para tentar acertar. Sergipe é um Estado “pequeno”, do ponto de vista territorial, mas é “imenso” seja pelo seu potencial, seja pela deficiência de boa parte dos seus gestores…

Números não mentem

O levantamento da REVISTA EXAME e da consultoria URBAN SYSTEMS revela o que está diante dos olhos do povo sergipano, mas que muita gente, inclusive setores da imprensa, opta por silenciar. É a prova que o prefeito Edvaldo Nogueira não faz uma boa gestão e está longe de transformar Aracaju na “capital da qualidade de vida”. Os números não mentem…

Bomba!

Coisas que parecem só acontecerem na Fundação Renascer: uma empresa com capital social de R$ 10 mil acabou de formalizar um contrato de R$ 2,1 milhões por seis meses para promover medidas socioeducativas. Detalhe: na descrição das atividades, dentre outras coisas, a empresa promove “produção musical, atividades de sonorização e de iluminação, atividades paisagísticas e filmagem de festas e eventos”. É mole?

Luciano Bispo I

O deputado estadual Luciano Bispo, presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, apresentou nessa segunda (21) a PEC – Proposta de Emenda Constitucional, 04/2019, objetivando a redução do recesso parlamentar, dos atuais 90 dias, para 55 dias, ajustando ao mesmo período do Congresso Nacional, que se reúne para realizar as sessões plenárias de 02 de fevereiro a 17 de julho, e de 1º de agosto a 22 de dezembro de cada ano.

Luciano Bispo II

Na proposta que está sendo apresentada pelo Presidente Luciano Bispo, também constará uma determinação que, ao faltar as sessões deliberativas, aquelas onde haverá votações, o parlamentar terá descontado o valor do subsídio, nos mesmos moldes do Congresso Nacional. As ausências não serão descontadas, nos casos em que o Parlamentar estiver em missão oficial, representando a Casa, ou em casos de doenças, comprovado por atestado.

Luciano Bispo III

“Eu sempre disse que tenho disposição para trabalhar o ano inteiro, pois sempre trabalhei, de domingo a domingo e sem férias”, disse o deputado, e finalizou, “após ouvir setores da sociedade e entender que o Pais está de fato mudando, especialmente nas relações entre o cidadão e o Poder Público e após analisar com a nossa assessoria, observamos também que alguns colegas deputados estaduais já se manifestaram favoráveis, iremos apresentar essa PEC, que tenho certeza contará com a unanimidade dos colegas”.

Alcolumbre em SE

O radialista Narciso Machado noticia que o senador Davi Acolumbre (DEM), presidente do Congresso Nacional, vai assumir a presidência da República, durante viagem internacional do presidente Jair Bolsonaro, do vice Hamilton Mourão e do deputado federal Rodrigo Maia (DEM). E, na quinta-feira (24), ele desembarcará em Sergipe, na companhia do senador Rogério Carvalho (PT) para verificar as praias e rios afetados pelas manchas de óleo.

Exclusiva!

O radialista Gilmar Carvalho na Rádio Jornal FM externou, na manhã dessa terça-feira (22), uma assembleia extraordinária dos agentes prisionais para a próxima quinta-feira (24) e, possivelmente, teremos um indicativo de greve da categoria no sistema prisional. O que já estava ruim, pode ainda ficar pior…

Rede furada

Algo estranho acontece no partido Rede Sustentabilidade: três membros da legenda procuraram, nessa segunda-feira (21), o ex-deputado federal Mendonça Prado, que tenta construir um projeto político para 2020. Pelo visto o discurso de “Nova Política” está ruindo e já tem membro do agrupamento em tratativas para defender a reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira. Quem te viu, quem te vê…

Falando nele

De olho em sua reeleição, o prefeito Edvaldo Nogueira autorizou o início da obra de recuperação de mais um importante corredor de transporte da cidade: a avenida Augusto Franco, popularmente conhecida como Rio de Janeiro. Inclusa no Projeto de Mobilidade Urbana, cujo investimento total é de R$ 120 milhões, a intervenção consiste na retirada completa do pavimento (o que ocorrerá pela primeira vez) para aplicação de uma nova camada asfáltica.

Três vias

Além disso, a avenida ganhará uma nova faixa, passando a contar com três vias (sendo uma delas prioritária para o transporte público), e a ciclofaixa será transformada em ciclovia. Para todas essas melhorias serão destinados R$ 9,6 milhões. Edvaldo destacou as novidades que a obra trará para a avenida: a substituição da ciclofaixa por uma ciclovia e a instalação de uma terceira faixa prioritária para o transporte público.

IPTU segue caro

Segundo denuncia do vereador de Aracaju, Elber Batalha (PSB), o prefeito Edvaldo Nogueira recorreu da decisão do Tribunal de Justiça de Sergipe que já declarou inconstitucional a Lei do IPTU. Em síntese, o gestor atual culpou o ex-prefeito João Alves Filho (DEM), mas em três anos não corrigiu e ainda não aceita o desconto proposto que garantiria a redução da cobrança proposta por Elber a partir de janeiro. Os contribuintes vão continuar pagando caro…

Capela I

O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR), lamenta que, após tanto esforço para melhorar a qualidade de ensino do município em sua gestão, hoje na gestão da prefeita Silvany Sukita (PSC) a Educação tenha deixado de ser prioridade. Segundo o ex-prefeito, apesar das dificuldades que a administração impõe, enquanto esteve no comando da Prefeitura sempre teve atenção e respeito ao Magistério.

Capela II

“Estamos em outubro, mês do professor, mas infelizmente o Magistério de Capela não tem o que comemorar. A Educação deixou de ser prioridade nessa gestão. Aliás, o que sobra é falta de educação, desrespeito a quem paga impostos, a quem espera por respostas do poder público. Desrespeito até com quem votou e acreditou porque a prefeita sequer aparece na cidade”, denuncia o ex-prefeito.

Ezequiel Leite I

Ezequiel reconhece que poderia ter feito mais, mas exaltou que em sua gestão não existiam greves e manifestações dos professores. Ele pontua que as dificuldades existiam, mas os professores tinham um canal de diálogo sempre aberto e transparente com a prefeitura. O ex-prefeito lamenta que a atual gestão use uma Pasta tão importante para fazer negociatas políticas e para “silenciar os críticos”.

Ezequiel Leite II

“Algumas coisas não pudemos fazer, mas predominava o respeito de ambas as partes. Hoje transformaram a Secretaria Municipal de Educação em um espaço de fofocas! Serve apenas de cabide de empregos! Alunos e professores ficaram em segundo plano! Melhor nem falar da qualidade do ensino! Não existe compromisso. É um descaso!”, criticou Ezequiel.

TCE

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) divulgou mais um trabalho de fiscalização de portais da transparência em Sergipe. Desta vez, foram avaliados websites das administrações direta e indireta do Governo do Estado e de outros órgãos, como Tribunal de Justiça (TJ/SE), Ministério Público (MPE) Assembleia Legislativa (Alese) e Defensoria Pública, além do próprio TCE.

Ulices Andrade

Em meio às conclusões, foi verificado que a média do Índice de Transparência das Unidades Estaduais passou de 4,6 em 2018 (deficiente) para 8,7 (satisfatório) em 2019. “Temos observado que nosso trabalho de fiscalização e orientação tem surtido efeito, já que as médias de transparência nos órgãos públicos sergipanos estão numa crescente”, comentou o conselheiro-presidente, Ulices Andrade.

 Controle Externo

A ação foi conduzida pela Diretoria de Controle Externo de Obras e Serviços (Dceos), por meio da Coordenadoria de Auditoria Operacional, que considerou na análise o período entre junho de 2018 e julho de 2019. Foram 49 fiscalizações, sendo 20 em secretarias de Estado e outras unidades da administração direta e 23 em unidades da administração indireta, entre autarquias, fundações e empresas.

Ana Rollemberg

“Vale destacar a disponibilidade do Tribunal para orientar as diversas unidades jurisdicionadas estaduais, sempre compartilhada com a equipe da Secretaria de Estado da Transparência e Controle, a qual desenvolveu esforços importantes em busca de melhores resultados”, comenta a diretora da Dceos, Ana Stella Barreto Rollemberg Porto.

Metodologia

Ao visitar os portais, o Tribunal avalia a disponibilização de itens referentes a estrutura organizacional, receita, despesa, licitações e contratos, relatórios, recursos humanos, serviço de informações ao cidadão, entre outros. A metodologia de trabalho utilizada segue as diretrizes da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla).

Percentuais 
No âmbito do Poder Executivo, 43% das unidades obtiveram nível elevado de transparência (acima de 9,0); 48% encontram-se no nível satisfatório (entre 7,0 e 8,9) e 9% obtiveram índice considerado deficiente (menor que 7,0). Foi constatado ainda que, ao contrário do ciclo de fiscalização anterior (2018), não houve unidade em nível crítico, com índices abaixo de 3,9, embora as empresas Deso e Sergás, segundo o relatório da Dceos, persistam em não divulgar folhas de pagamento, e já são objeto de processos em andamento no TCE.

Frentes Parlamentares I

Em setembro, uma proposta do programa “A Voz do Povo”, da Rádio Tobias Barreto FM, apresentado por Antônio Nery Junior, Leonardo Leal e Bira, à Mesa Diretora da Câmara de Tobias Barreto defende a criação de Frentes Parlamentares Municipais.
O Presidente Romildo Rodrigues acatou a ideia e foram criadas quatro Frentes Parlamentares, com o intuito de lutar por uma maternidade, restauração do comércio em conjunto com a construção do mercado hortifruti, a reabertura do matadouro e a implantação de um parque ecológico, em conjunto com a reforma do estádio municipal que tem mais de dois anos que tem seu muro caído.

Frentes Parlamentares II

Recentemente os vereadores Romildo Rodrigues, Elisângela Campos, Impera Prado, Verano Rodrigues e Maria Vital, acompanhados pelo Deputado Estadual Dilson de Agripino, vice-prefeito Gal de Filó, ex-vereadores Bêta e Cesar e o idealizador Nery, além dos assessores Dr. Vinicius Oliveira, Leonardo Leal, Neto Barreto, Marcio Verlan, Alexandre Vieira e Samuel Prado, foram à Brasília (DF), em veículos próprios e sem custos para a Câmara, a busca de emendas para os projetos das Frentes.

Alessandro Vieira I

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) recebeu representantes das colônias de pescadores de Sergipe e o secretário de Agricultura do Estado, André Luiz Ferreira, para dialogar acerca dos encaminhamentos necessários para garantir o recebimento do defeso emergencial. Na reunião, convocada pelo senador, pescadores, marisqueiras e proprietários de embarcações deixaram claro que existem necessidades diferentes para cada localidade e seguimento, sendo os mais afetados os pescadores de “beira de praia” e marisqueiros.

Alessandro Vieira II

Estimam que o impacto para os produtores de camarão, caranguejo, ostra e outros mariscos será de longo prazo, demandando um planejamento de ações para este público específico. Como encaminhamento, ficou definido que a Secretaria de Agricultura do Estado irá finalizar esta terça-feira (22), a listagem das colônias que necessitam da antecipação do defeso para que o senador Alessandro possa efetuar a cobrança necessária junto ao Ministério da Agricultura.

Demandas específicas

Também ficou definido que senador Alessandro Vieira irá dialogar com o INSS e com a Caixa Econômica Federal para sanar demandas específicas e oferecer uma formação para os representantes das Colônias para agilizar o preenchimento dos dados no sistema e liberação do benefício.

Audiência Pública

O Deputado Estadual Dilson de Agripino promove uma Audiência Pública que irá debater a Nova Política de Redução do Preço e Interiorização do GNV em Sergipe. O ato ocorrerá nesta terça-feira (22), às 14 horas, no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe.

Incêndio sem desfecho

Quase três semanas após um incêndio criminoso ter destruído parte da estrutura predial e equipamentos eletroeletrônicos em uma escola rural da rede de ensino de Nossa Senhora Aparecida, nenhum fato novo foi apresentado à sociedade e nem os culpados identificados. Embora a SSP tenha se comprometido em elucidar o caso, até o momento o inquérito não avançou e ao que tudo indica o crime pode ficar sem um desfecho.

Investigação

A prefeita Vera Sousa (MDB) foi pessoalmente pedir uma rigorosa apuração e a adequada pena para quem fez ato tão reprovável, mas até aqui o caso permanece inconcluso. Mesmo com algumas testemunhas sendo ouvidas pela autoridade policial local, e, inclusive, alguns pertences furtados da escola tenham sido encontrado e levados à delegacia da cidade, os culpados pelo crime continuam impunes.

Diversidade Tucana

O secretário executivo da Diversidade Tucana de Sergipe, o conselheiro tutelar Marquinhos Lima, participou do encontro nacional do Secretariado, que ocorreu no último sábado (19), em Lins (SP). O objetivo do encontro foi de estreitar laços, discutir ações e construir um debate com o Legislativo Municipal, Estadual e Federal a fim de desenvolver políticas públicas voltadas para a população LGBTI de todo o país e fortalecer o segmento.

“Doe Lenços” I 

Dentro das ações relacionadas ao “Outubro Rosa”, na luta contra o câncer de mama, foi lançada na tarde dessa segunda-feira (21), no plenário da Assembleia Legislativa, pela bancada feminina da Casa, a campanha de arrecadação “Doe Lenços”, que serão distribuídos entre mulheres com câncer. A deputada estadual Goretti Reis (PSD) destacou o empenho e a colaboração da Procuradoria da Mulher e da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher. “Agradeço a todos os deputados pelo apoio recebido para esta campanha. É uma somação de forças de todos que fazem a Alese e que está ajudando a intensificar essa campanha”.

“Doe Lenços” II

Goretti ressaltou que várias instituições, públicas e privadas, estão entrando em contato dispostas a participar da campanha. A parlamentar exibiu um vídeo no plenário da Assembleia Legislativa fortalecendo a importância do combate ao câncer. “Esta é uma doença que vem acometendo muitas mulheres. Assim que a mulher perceber qualquer anormalidade, a gente orienta que ela procure de imediato um especialista e busque o verdadeiro diagnóstico”.

“Doe Lenços” III

Goretti enfatizou ainda que a doação do lenço representa “um ato de amor” e que esse trabalho já tem apresentado resultados positivos. Ela lembrou que a campanha de arrecadação dos lenços segue até o próximo dia 30. “Gostaria de lembrar que essa campanha também tem o apoio da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais). Este é um movimento nacional”.

Kitty Lima

A também deputada Kitty Lima destacou o empenho de todos na Casa que se mobilizaram em prol desta campanha. “Acho importante essa união de todos. Essa campanha é fundamental porque estamos fazendo pelo próximo. É importante que esse Outubro Rosa tenha continuidade em todos os meses do ano. Temos que continuar mobilizados”.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]