08/11/19 - 05:20:40

Vencedor de prêmio nacional, projeto da Prefeitura é exposto no XI Congresso

O projeto Cultivando Cidadania, desenvolvido pela Prefeitura de Aracaju com famílias aracajuanas, por meio da Gerência de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Municipal da Assistência Social, foi apresentado no XI Congresso Brasileiro de Agroecologia, realizado na Universidade Federal de Sergipe (UFS), nesta quinta-feira, 7.

Na oportunidade, outros projetos criados por profissionais da área, de todo o Brasil, também foram apresentados aos professores, estudantes, pesquisadores e ao público em geral com o objetivo de difundir conhecimentos e criar espaços de debates sobre temas e ações relevantes para o fortalecimento da agroecologia no país.

De acordo com o agrônomo e coordenador do projeto da feira “Cultivando Cidadania”, Ivan Barreto, foi um momento importante, já famílias que participam do projeto também estiveram presentes no evento.

“Foi um momento relevante para todos nós porque mostramos nosso trabalho para pessoas de outros estados e isso nos ajuda a divulgar o projeto, dividir experiências, acolher novas sugestões, conhecer o que está sendo desenvolvido em outras regiões e colocar em debate o que já implementamos na nossa capital. O nosso projeto acaba se tornando referência para outros municípios, grupos de trabalho e gera conteúdo científico para todos. Estou me sentindo muito feliz porque conseguimos também trazer as famílias, o que é muito interessante já que as pessoas que trabalham na área da agricultura não são contemplados nos espaços acadêmicos. Outras pessoas conhecerem o trabalho feitos por eles e esses se verem em vídeo é um sentimento de valorização e de fortalecimento do projeto”, destacou, Ivan.

Ao total, três trabalhos desenvolvidos dentro do projeto foram aprovados e apresentados no congresso, entre eles, o papel das hortas urbanas na reeducação alimentar de famílias que participam do Cultivando Cidadania; a experiência de pessoas com deficiência assistidos pelo Centro de Integração Raio de Sol (Ciras) na agricultura urbana em Aracaju; e um vídeo institucional mostrando o trabalho e a história da comunidade do Aloque que realiza o plantio das hortaliças no povoado.

Para a nutricionista e gerente da Segurança Alimentar e Nutricional da Assistência Social de Aracaju, Leila Gomes, foi um momento único participar do congresso junto com as famílias do “Cultivando Cidadania”. “Eles são as principais peças do projeto, sem eles não teríamos a horta urbana, o vídeo e o trabalho. Hoje mostramos para eles a dimensão do que é feito por cada pessoa que participa do projeto, a diversidade, de como está a situação da agroecologia no Brasil e puderam conhecer outros projetos com pessoas de outros estados como acontece no nosso município. Estou muito feliz por terem participado, observei eles olhando atentamente ao vídeo e me emocionei porque é o reconhecimento do nosso trabalho. Foi um congresso enorme, várias pessoas conhecerem e se interessaram pelo nosso projeto e isso mostra que temos o potencial para crescer ainda mais e que é um projeto muito importante para garantir a segurança alimentar na nossa cidade, foi muito gratificante”, contou.

A dona de casa Edvânia Menezes, 34, cultiva hortaliças no povoado Aloque. Depois que participou do projeto, ela desenvolveu autonomia e gerou renda para sua família. Edvânia também mudou seus hábitos alimentares e conseguiu emagrecer oito quilos. Para ela, estar no meio acadêmico mostrando o que faz para outras pessoas é gratificante.

“Confesso que fiquei um pouco nervosa, mas me sentido muito feliz de ver a transformação dos meus colegas e a minha própria transformação depois de fazer parte de um projeto que me ajudou a sair de onde eu estava. Hoje, poder estar aqui mostrando o que eu faço para pessoas de todo o Brasil é uma maravilha”, falou.

Prêmio Progredir

Criado para valorizar ações desenvolvidas pelos municípios para a geração de renda e inclusão de pessoas de baixa renda, o Prêmio Progredir, desenvolvido pelo Ministério da Cidadania, teve como vencedor da edição de 2018, realizada em março, o Cultivando Cidadania, que ganhou o primeiro lugar como o melhor projeto na região Nordeste. Ao todo, 130 projetos foram inscritos na premiação, destes, apenas dez foram classificados para a última etapa.

Foto: Ascom/ Assistência Social de Aracaju