13/12/19 - 15:39:38

TCE BUSCARÁ REDUZIR TURMAS FORMADAS POR ALUNOS DE SÉRIES DIFERENTES

Comuns em zonas rurais e povoados do interior, as classes multisseriadas somente devem ser adotadas “em circunstâncias excepcionais e subsidiárias, quando a estrutura serial normal não consegue ser efetivada no caso concreto”.

A avaliação é do procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), João Augusto Bandeira de Mello, que na sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na última quinta-feira, 12, propôs ao colegiado a realização de auditoria operacional nos municípios sergipanos.

Aprovada por unanimidade, a propositura prevê a identificação e diagnóstico quanto à existência de escolas com classes multisseriadas, bem como a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em cada localidade.

“Seja por uma questão de garantia de qualidade e desenvolvimento social do aluno; seja por uma questão de economicidade; a existência de salas de aula com alunos de séries e níveis de conhecimento diferentes deve se restringir ao mínimo possível, e exclusivamente onde efetivamente seja inviável a existência de seriação regular”, destaca Bandeira de Mello.

Segundo ele, é fundamental que o Tribunal tenha uma postura ativa no tocante a “reprimir eventuais abusos e/ou equívocos na adoção do modelo da multisseriação”.

Fonte e foto Por DICOM/TCE