16/12/19 - 10:11:17

BP Investimentos representa Sergipe na estreia da XP na Nasdaq em Nova York    

Wilden Junior comenta IPO que avaliou a companhia em quase US$ 15 bilhões ao movimentar cerca de US$ 2,25 bilhões  

Na última semana, as ações da plataforma de serviços financeiros da XP Inc começaram a ser negociadas na bolsa norte-americana Nasdaq, após precificar um IPO (Oferta Pública Inicial na sigla em inglês) na véspera que avaliou a companhia em quase US$ 15 bilhões. Trata-se do maior IPO de uma empresa brasileira este ano, ao movimentar cerca de US$ 2,25 bilhões. Wilden Junior, sócio da BP Investimentos, representante de Sergipe no maior escritório do Norte/Nordeste credenciado à XP Investimentos comemorou o grande passo internacional.   

“Esse momento significa a consolidação de um propósito gigante, estou praticamente desde o início da companhia e sei bem de todas as dificuldades e o quanto não se acreditava. Ainda estamos no começo, 95% dos brasileiros investem via banco e sem uma assessoria focada em investimentos. E é esse nosso plano, mostrar para os Brasileiros tudo que está disponível para que assim invistam melhor, e essa abertura de capital prova que estamos no caminho certo”, explica Wilden.   

O assessor de investimentos avaliou ainda os impactos dessa conquista para Sergipe. “Sem dúvida vai trazer mais segurança para os clientes, muitos ainda tem medo de investir em uma plataforma aberta através de assessoria. E poucos concentram 100% dos seus investimentos”, afirma.   

Em Sergipe a BP Investimentos também é composta por Felipe Camelo e Lucas Campos.  

Ricardo Ribeiro, sócio da BP Investimentos foi até Nova York prestigiar o dia histórico.  

sócio-fundador da XP, Guilherme Benchimol, abriu o pregão da Nasdaq nesta sessão e, em discurso, afirmou esperar que outros jovens possam ser inspirados pela história da companhia: “só com novos empreendedores, que buscam fazer a coisa certa, sem atalhos, nós poderemos construir um País mais forte”.  

Ele ainda lembrou a trajetória da empresa: “É muito legal que, de uma salinha em Porto Alegre, com R$ 10 mil, depois de ter sido demitido, tenhamos conseguido lançar ações na Nasdaq e ter a sensação clara de que isso é só o começo e que tem uma oportunidade enorme no Brasil”. 

Fonte: Jornalista Rodrigo Alves

Fotos: divulgação.