28/12/19 - 06:47:01

POPULAÇÃO RECLAMA DA FALTA DE MANUTENÇÃO EM RODOVIA NA ZONA DE EXPANSÃO

Moradores do Povoado Robalo, na Zona de Expansão de Aracaju, estão preocupados com a ausência do poder público no tocante à manutenção da Rodovia dos Náufragos e à manutenção de equipamentos públicos.

No último dia 18, um ônibus se chocou contra um abrigo em um ponto, ferindo oito moradores, sendo três adultos e cinco crianças.

Sobre a situação da falta de manutenção e reposição dos abrigos, os moradores reclamam que há muitos anos a SMTT Aracaju não realiza qualquer tipo de serviço.

Segundo José Firmo, Presidente da Associação Desportiva, Cultural e Ambiental do Robalo (ADCAR), foi na primeira gestão do então prefeito Marcelo Déda, ainda com Henrique Luduvice, como superintendente da SMTT que a Prefeitura de Aracaju realizou levantamento para a colocação de abrigos em todos os pontos nas duas margens da rodovia. “Desde aquele ano que os abrigos estão deixando de existir, pelo desgaste com o tempo, por colisões de automóveis e por depredação. Aqui temos que esperar o ônibus sob sol e chuva”.  Confirma.

Rodovia dos Náufragos.

Outro problema apontado pelos moradores e comerciantes é a situação em que se encontra a Rodovia dos Náufragos, que atravessa o povoado.

Buracos ou remendos na pista,falta de acostamento e de ciclovias, matagal que cresce, problemas de drenagem de águas pluviais, ausência de faixas de pedestres e de sinalização eletrônica, bem como de redutores de velocidade, são algumas das queixas dos moradores.

A população local atribui os atropelamentos à falta de manutenção da pista e à alta velocidade praticada pelos condutores, por falta de controle de velocidade, como aconteceu na noite do dia 19, em que mais um morador, que transitava numa bicicleta, foi atropelado e morto no Km 6 da rodovia.

Moradores reclamam que há muitos anos têm protocolado os pedidos junto ao DER e não são atendidos. “Esta região vem crescendo bastante. São novos condomínios, loteamentos, comércio se desenvolvendo, construção de pontes ligando o litoral de Sergipe à Bahia, o trânsito aumentando e este trecho da rodovia não melhora nunca”.

A tendência é que o fluxo de veículos aumente consideravelmente nos próximos meses com a inauguração de um shopping center no Povoado Robalo.

Ação Civil Pública

Outro evento que modificou drasticamente a vida dos moradores do Povoado Robalo foi a construção de uma subestação e de rede de transmissão da companhia concessionária de energia elétrica.

À época os moradores, através da ADCAR, protocolaram denúncia junto à Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público Estadual, questionando a não realização de audiências públicas na comunidade. O procedimento durou mais de quatro anos.

Como a companhia de energia e os órgãos públicos municipais e estaduais se recusaram a assinarem um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), o Ministério Público Estadual ajuizou ação, em 2015, onde pede a reparação dos prejuízos causados à comunidade.

São requeridos na ação civil pública a própria Energisa, o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe – DER, a EMURB – Empresa Municipal de Obras e Urbanização, o Município de Aracaju e o Estado de Sergipe.

A ADCAR informa que tem plena confiança na Promotoria do Meio Ambiente e na Justiça de Sergipe e espera que a decisão judicial seja uma compensação que possa minimizar os problemas ao longo da Rodovia dos Náufragos.

Nos próximos dias eles vão procurar o Superintendente Municipal de Transportes e Trânsito de Aracaju, Renato Telles e o Secretário de Estado da Infraestrutura Rodoviária e do Desenvolvimento Urbano, Ubirajara Barreto para reivindicar melhorias para a comunidade.

Por José Firmo dos Santos

Presidente da ADCAR