10/01/20 - 12:47:02

ESPECIALISTA ALERTA PARA CUIDADOS COM DESCARTE DE LIXO EM AMBIENTES TURÍSTICOS

Ela alerta sobre a importância da educação ambiental para o turismo sustentável

Sergipe é marcado por ricos ambientes naturais, de diversificadas características e biomas que atrai atividades turísticas, fundamentais a para a movimentação da economia. No entanto, para que essa atividade turística seja perpetuada é necessário que seja praticada com consciência, visando a conservação e preservação do meio ambiente.

A consultora executiva do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur/SE), Thassia Luiza Santana, atua na elaboração e gerência de projetos ambientais relacionados ao desenvolvimento do turismo e explica que é necessário conscientizar toda a população, sejam comerciantes,turistas ou comunidades costeiras, sobre os impactos do descarte inadequado do lixo.

“Quando o lixo é descartado irregularmente nas cidades costeiras ou mesmo na própria área de praia, proveniente da intensificação de atividades turísticas ou econômicas nessas zonas, ocorre o risco desses resíduos serem carregados pelas águas das chuvas até os rios, que consequentemente irão desaguar nas praias através do encontro do rio com o mar. Esse lixo causa poluição e afeta de formas diferentes as vidas marinhas existentes, seja pela ingestão de plásticos, quando os animais marinhos confundem com alimentos, ou pela contaminação das águas”, afirma.

Thassia completa que é fundamental associar a educação ambiental como ferramenta de conscientização das pessoas que utilizam das atividades turísticas como meio de sobrevivência. “Precisamos ainda alertar os próprios turistas e comunidades locais, promovendo assim a sustentabilidade e equilíbrio do meio ambiente”, frisa.

Para garantir a preservação dos ambientes turísticos, ela lembra ainda a importância das pessoas recolherem seu lixo quando forem a praias e pontos turísticos. “É uma consciência que grande parte da população já tem, mas que cabe a nós, responsáveis pelo fomento do turismo, relembrar sempre. Não se deve jogar materiais plásticos, metais ou qualquer resíduo em praias, rios, matas, nem mesmo nas ruas. A preservação do turismo sustentável depende de todos nós”, finaliza.

Fonte e foto assessoria