19/02/20 - 10:54:43

“Jovem” sem limites para se divertir, merece “carinho” da PM em bloquinhos! 

Antes que a “geração mimimi” comece a se manifestar nas redes sociais, este colunista não é adepto ao militarismo, à truculência e muito menos às agressões. Que o Brasil é um País desigual, que os negros sofrem preconceito e discriminação em eventos de massa, que a polícia se excede e comete equívocos, tudo isso a gente já cansou de ouvir. São argumentos que, geralmente, os “sociólogos”, “psicólogos” e demais “entendidos” e/ou “especialistas no assunto”, usam como “nuvem de fumaça”, como uma forma de desviar a atenção para a “essência do problema”.

Este colunista é filho de família pobre, que teve a sorte de ter pais que se esforçaram para lhe dar o melhor que podiam, da qualidade de ensino à qualidade de vida, mas sempre com disciplina, responsabilidade e, evidentemente, dentro das possibilidades e do orçamento. O mundo era diferente, as prioridades eram outras; mas a estrutura familiar (e aqui não se trata de nenhum conceito preconceituoso) era mais “presente”. A antiga “geração do videogame” ou do “playground” evoluiu, mas para pior, infelizmente.

A internet chegou e, junto com ela a velocidade da informação. Chegou mais conhecimento com essa evolução, é verdade, mas também nos deparamos com um mundo ilimitado, desconhecido, cativante e cada vez mais acessível para ser habitado. Hoje o “google” é mais rápido e objetivo que qualquer biblioteca. Um artigo científico, escrito do outro lado do mundo, está disponível em segundos. Isso é positivo? Sim, e como! Mas tem o “outro lado” da moeda: a net tanto pode “construir” um cidadão, como tem o poder de destruí-lo;

Esse é o potencial em que se encontram as redes sociais! Hoje um mero desconhecido vira “personalidade” em questão de segundos; basta que um simples vídeo no You Tube agregue rapidamente milhares de visualizações. Esta pessoa está fadada a “ganhar seguidores”, “likes”, mas em poucos segundos, em um breve deslize, por uma atitude impensada ou irracional, aquela “fama” se dissipa rapidamente e todo o glamour conquistado, que o fez emergir, volta para o esquecimento. Infelizmente a nova geração está muito refém disso.

E nós, pais, ressalvadas algumas exceções, temos culpa sim! Aquela dúvida, aquela dica para a vida, em um almoço familiar ou após o jantar, foi substituída por uma busca rápida e perigosa na internet. O conceito antigo, da estrutura familiar dito aqui, perde espaço para jovens que sem “do casulo” ainda mais cedo, exigindo “independência” sem experiência e que, como não aprenderam em casa, “pagam caro” nas ruas, diante do crime e das drogas, por exemplo. Aquela “saída noturna” que tinha destino, horário, acompanhamento e disciplina, hoje foi substituída pelo aparelho celular.

O telefone funciona como um “GPS”, como se ele resolvesse tudo! Essa semana setores da mídia propagaram as brigas e os disparos registrados em um bloquinho carnavalesco de Aracaju. A violência vem imperando, vai se espalhando. A culpa de tudo isso é da polícia, que reprime com rigor? Às vezes! A culpa é da escola? Em parte, se antes ela focasse no cidadão e não no concurseiro; mas a principal culpa está dentro de casa. A “base” não pode se esquivar da sua responsabilidade. Quando isso geralmente acontece, o “jovem” sem limites para se divertir, acaba aprendendo da pior forma: recebendo o “carinho” da PM nos bloquinhos! E a culpa é sempre de alguém; jamais minha…

Veja essa!

Um bom exemplo da necessidade de “acompanhamento” é o cantor sergipano Deivinho Novaes. O rapaz começou “de baixo”, cresceu assustadoramente, foi ajudado sim e ganhou status de “estrela da música”. Mas de uns tempos para cá o artista vai aparecendo na mídia mais de forma negativa…

E essa!

Este colunista não conhece a criação de Deivinho Novaes e nem vai ser leviano para responsabilizar sua assessoria ou seu empresário; mas está claro que este rapaz precisa de assistência, de um acompanhamento. Como alguém que tinha uma carreira tão promissora está perdendo o “fluxo” desse jeito?

Deivinho Novaes I

Às vezes são as “amizades”, as (péssimas) companhias; nem sempre quem cresce assim tão rapidamente, que passa a ter um novo padrão de vida e uma condição financeira diferenciada, tem o preparo e a consciência necessária para fazer bom uso do dinheiro.  Será que não está faltando a “base” citada lá no comentário?

Deivinho Novaes II

E este colunista não está fazendo esse comentário para “poupar” o artista, para preservá-lo. Se errou, que assuma e responda por seus atos. Mas que, mesmo que tenha sido da pior forma, que tenha sentido na pele, que sirva pelo menos de aprendizado. A mesma “rede social” que levanta um artista em pouco tempo é capaz de destruí-lo, bem ainda mais rápido. Por isso, sorria Deivinho: você está sendo filmado…

Entenda

O cantor Deivinho Novaes nega a violência, confirmou em vídeo que agrediu a namorada com uma mordida, que nas redes sociais o acusa de agressão; esta já é a segunda denúncia (a outra foi de uma ex-namorada) contra o artista por supostamente ter agredido a uma mulher. E isso em tempos de “empoderamento feminino”! Entrou em um “fluxo” sem “fluxo”…

Bloquinho não é problema

Da mesma forma como acabaram o Pré-Caju e prejudicaram muita gente que brincava e lucrava com aquela festa, gratuitamente, agora há uma “nuvem” contra os bloquinhos de Carnaval. Quer organizar um? Peça autorização e contrate a segurança privada; solicite apenas um apoio da PM e Guarda Municipal na área externa. No mais, quem bagunçar é porque não tem educação e não sabe conviver na coletividade. E não precisa ficar naquele ambiente. Pode ser levado para curtir o carnaval no “quarto branco”…

 Lula em Sergipe I

Em encontro realizado em Brasília (DF), na tarde dessa terça-feira (18), o líder do Partido dos Trabalhadores no Senado Federal, Rogério Carvalho (PT), esteve reunido com o ex-presidente Lula que confirmou sua vinda para Sergipe entre os dias 20 e 30 de março. Dentre outros compromissos, Lula virá para ajudar a impulsionar a pré-candidatura de Márcio Macedo (PT) a prefeito de Aracaju.

Lula em Sergipe II

No encontro entre as bancadas do PT, na Câmara Federal e no Senado, realizado em Brasília, além de Rogério e Lula, também participaram a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e o presidenciável Fernando Haddad. Na oportunidade, Lula anunciou que “eu estou disposto a visitar cada rincão deste país para apoiar os nossos candidatos e defender o nosso legado”.

Rogério Carvalho

Na conversa com o portal Aju News, logo após a reunião com Lula, o senador Rogério Carvalho não só confirmou a vinda de Lula no final de Março, como também ratificou sua disposição em ajudar Márcio Macedo. “O presidente Lula se mostrou muito empolgado com a pré-candidatura de Márcio. E ele irá sim a Sergipe dá uma força. Além dele devem ir também a presidente Gleisi e o companheiro Haddad”.

Edvaldo Nogueira

Questionado se o tratamento do atual prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) com o PT sergipano foi tratado na reunião, Rogério Carvalho não titubeou e disse que “Lula já tinha comentando isso lá atrás, quando questionou sobre a ausência de Edvaldo na Caravana por Sergipe. Naquele momento Lula disse: poxa, eu estive aqui em todas as campanhas dele (Edvaldo) e ele nem veio aqui”, disse o senador petista, sem querer dar detalhes do que foi tratado nessa terça-feira.

Outros municípios

Rogério Carvalho anunciou ainda que, além de Aracaju, vai se tentar arrumar a agenda de Lula em Sergipe no sentido que ele também possa participar de atos em São Cristóvão (apoiar o prefeito Marcos Santana) e em Nossa Senhora do Socorro (apoiar o pré-candidato Kleverton Siqueira). “A depender das circunstâncias podemos estender a agenda para Lagarto (grupo de Valmir Monteiro) e Itabaiana (grupo de Olivier Chagas). Podemos fazer uma nova Caravana por Sergipe. Vai depender da energia do presidente Lula”.

Temas humanitários

Rogério Carvalho explicou que na conversa com Lula o ex-presidente também externou sua preocupação com a conjuntura nacional, sobre o encontro com o Papa Francisco e da questão humanitária com o mundo. “Estamos vivendo sob um mundo ‘seco’ e de pouca solidariedade”.

Emília Corrêa I

Por entender a importância de mais mulheres na política e ocupando espaços de poder, a vereadora Emília Corrêa (Patriota), é autora do Projeto de Lei (PL) nº 45/2020, que institui programa a mulher na política, dispondo de medidas de incentivo à participação da mulher na atividade política no âmbito do município de Aracaju.

Emília Corrêa II

Durante votação, Emília agradeceu o apoio dos colegas de parlamento pela aprovação e explicou sobre a finalidade. “Quando a gente tem um PL aprovado nesta Casa, a gente se sente mais confortável, pois sabemos da batalha que é. Na maioria das vezes as mulheres não participam por receio, não tendo, inclusive, o apoio da própria família. E o PL desmitifica isso, viabilizando e convencendo às mulheres, através de programas de conscientização, palestras e cursos, sua importância na política”, afirmou.

Programa apartidário I

A vereadora fez questão de frisar que o programa é apartidário e, que, entre os objetivos do projeto, está a criação de um espécie de “cartilha” explicando todas as etapas para uma possível filiação, caso a mulher tenha interesse. “Por conta da sua sensibilidade, a mulher muitas vezes enxerga coisas que o homem não consegue enxergar. Através desse projeto a mulher vai saber quais os procedimentos de filiação, vai saber se ela tem de fato chances de enfrentar uma disputa e que não está apenas cedendo seu nome, o popular ‘laranja'”.

Programa apartidário II

“Vale salientar também, que o programa é apartidário, ou seja, a mulher não tem obrigação nenhuma de se filiar a determinado partido. Ela só vai estar ciente de todos os trâmites e fica ao seu critério”, declarou.  O PL já foi aprovado na Câmara de Vereadores, em Redação Final, e agora segue para a sanção do prefeito.

 Aposentadorias

O juiz da 3ª Vara Cível de Aracaju, Luis Gustavo Serravalle Almeida, determinou a suspensão dos atos administrativos que concederam pensão especial aos ex-governadores João Alves Filho e Antônio Carlos Valadares. A ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual, através do promotor de justiça Jarbas Adelino Júnior, da Promotoria Especializada na Defesa do Patrimônio Público e Previdência Pública.

Rodrigo Valadares I

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) exibiu um vídeo na Alese, que mostra a qualidade da estrutura do transporte público do estado de Curitiba. Segundo expôs o deputado, o vídeo apresentado  no plenário é de 2016, e que o sistema do transporte público da cidade atende a qualidade de vida da população e às questões ambientais de sustentabilidade.

Rodrigo Valadares II

“Os passageiros do transporte público do estado de Curitiba usufruem de ônibus confortáveis, com WIFI, ar condicionado, e eles ainda  pagam passagens não caras como são as do transporte público de cidade de Aracaju. Os ônibus que circulam na capital sergipana são de péssima qualidade  e a população ainda tem de pagar caro por isso”, reclamou o deputado.

Rodrigo Valadares III

Rodrigo Valadares disse ainda que mobilidade é um forte indicativo, entretanto, passa a ser algo maior que quantidade de ônibus entregue à população. “O prefeito Edvaldo Nogueira só faz obras eleitoreiras, passou três anos dormindo. E  com isso, ele não muda  a vida de Joãos e Marias que pagam passagens caras no transporte coletivo. São ônibus  sem qualidade alguma para a população e para o meio ambiente. Edvaldo só está preocupado com eleição e não com as presentes e próximas gerações”, finalizou o deputado.

Ibrain Monteiro I

O deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) aprovou duas indicações na Assembleia Legislativa para o Governo do Estado. Na primeira, diante do descaso da Prefeitura de Lagarto, e procurado pelos moradores do Conjunto João Almeida Rocha, situado no Alto da Boa Vista, o deputado cobra a implantação de um reservatório de água potável junto ao chafariz. A intenção é que a comunidade seja atendida o quanto antes.

Ibrain Monteiro II

Em sua segunda indicação, Ibrain Monteiro solicita ao Governo do Estado que providencie a implantação de um Poço Artesiano no Povoado Mulungu, situado no município de São Domingos. “O fornecimento de água potável naquela localidade tem ocorrido de forma precária e a comunidade vem sofrendo com essa situação”. O apelo foi aprovado na Alese por unanimidade.

Alô Tomar do Geru!

O carnaval vem chegando, sinal de que o mês de fevereiro avança no calendário. Porém, a dívida trabalhista da prefeitura de Tomar do Geru para com os servidores municipais é de dezembro. Até o momento, a categoria não recebeu nem a primeira nem a segunda parcela do décimo terceiro salário, que deveria ser pago até o último dia útil de 2019.

Ainda o 13º!

A presidente em exercício do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tomar do Geru (Sindiserge), Adelma Nascimento Santos conta que receberam o décimo terceiro somente alguns servidores que atuam na saúde e que recebem seus salários por meio de repasse de recursos federais, a exemplo da atenção básica e do Programa Saúde da Família (PSF).

Atraso salarial

Para ela, o desrespeito com o trabalhador vai além do atraso salarial.  “Quando perguntamos à secretária de finanças do município, bem como ao prefeito, a respeito de quando iremos receber nosso direito ao décimo terceiro salário, a resposta dos dois foi a mesma: ‘quando a prefeitura tiver dinheiro’. Mais do que descumprir a legislação, a gestão municipal está desrespeitando os trabalhadores e trabalhadoras, que atendem a população de nosso município cotidianamente!”, desabafou Adelma.

Vanessa da Mata

A cantora Vanessa da Mata está de volta a Aracaju com um show especial que será realizado a partir das 21 horas, do dia 11 de abril, no Teatro Tobias Barreto. A artista vai lançar seu novo CD “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina”, que reúne canções do disco homônimo, lançado no ano passado, e outros sucessos da sua carreira.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]