27/02/20 - 05:30:49

Esquerda, Globo e Folha querem impeachment de Bolsonaro! Isso não era golpe? 

Com o fim do Carnaval, a cena política volta a “esquentar” no País, que está cada vez mais “polarizado” entre os que acreditam e defendem o governo do presidente Jair Bolsonaro e os que estão posicionados contra o chefe do Executivo do País. A “polêmica” do momento é o vídeo que Bolsonaro teria disparado do próprio celular, via WhatsApp, fazendo a convocação para as manifestações de 15 de março, organizadas por movimentos de extrema direita para defender o governo.

A gravação relembra a facada que Bolsonaro recebeu em Juiz de Fora (MG), fazendo alusão ao fato que ele “quase morre” para defender país e, agora, precisa do apoio do povo brasileiro nas ruas. O vídeo não faz alusão direta ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas rapidamente a Esquerda e alguns veículos de comunicação focaram na linha de que o presidente da República quer mobilizar a sociedade contra as duas instituições.

Agora, como perguntar não ofende, se o STF e o Congresso “exalam credibilidade”, se contam com aprovação popular em abundância, qual o temor? Por que esse ato de apoiadores de Bolsonaro no próximo dia 15 está incomodando tanto, em especial a Esquerda e alguns setores da imprensa? O presidente reconheceu que enviou o vídeo, mas não em suas principais redes sociais, mas para seus amigos e contatos registrados em seu aparelho celular.

Justiça seja feita, Bolsonaro gosta de uma polêmica, mas muito do que se propaga também tem um “tempero” considerável da grande mídia, encabeçada pela Rede Globo e pela Folha de São Paulo. Os dois “gigantes da comunicação” já “ventilam” a possibilidade de impeachment do presidente, “alimentadas” por setores da Esquerda, em especial, o Partido dos Trabalhadores, que também reproduzem isso. Agora, convenhamos, existe algo até agora que justifique o afastamento de Bolsonaro?

Existem números positivos na economia, o desemprego começou a baixar, os juros e a inflação nunca foram tão reduzidos e até a violência retrocedeu. O caso Mariele Franco (in memoriam), depois das explicações sobre a “voz da portaria”, parece começar a cair no esquecimento; agora a “pauta” é o miliciano assassinado na Bahia; mas não existe uma denúncia real e concreta de corrupção. Talvez essa seja a razão para se “vender” tanto um “atentado à democracia contra as instituições”…

Uma verdade que realmente incomoda é que hoje (PASMEM) a Esquerda liderada pelo PT no País está com um discurso “alinhado” com a “mídia antes golpista” (Globo e Folha). A mesma imprensa que foi responsabilizada por trabalhar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e pela condenação e prisão do ex-presidente Lula. Nas eleições de 2018, quem falasse em corrupção nos governos petistas fazia parte do “golpe”. Hoje é “defensor da democracia”! Vá entender…

Veja essa!

Em suas redes sociais, o líder do Partido dos Trabalhadores no Senado Federal, Rogério Carvalho (PT), chegou a defender o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. “Os líderes das instituições democráticas precisam se posicionar de forma clara às inferências, se comprovadas, do presidente da República contra o Congresso. Como líder do PT estamos alinhados a todas as forças contra este crime de responsabilidade”, disse, defendendo abertamente o afastamento de Bolsonaro do Poder.

E essa!

O pré-candidato a prefeito de Aracaju e vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo, avalia que o presidente Jair Bolsonaro e o General (Augusto) Heleno (chefe do Gabinete de Segurança Institucional – GSI) estão incitando manifestações contra o Congresso Nacional, a Constituição e a democracia. “Esse Bolsonaro é um moralista sem moral, um falso patriota, um aprendiz do nazismo de Hitler e do fascismo de Mussolini. O povo precisa defender a democracia”.

Sambaram

As duas escolas de Samba do Rio de Janeiro que fizeram críticas ao governo federal, Mangueira e São Clemente, ficaram em sexto e décimo lugar, respectivamente. O presidente criticou a postura da Mangueira; a Esquerda se sentiu representada. Mas o resultado final não agradou os líderes da escola que, pelo visto, esperavam muito mais. Quem apostou no “samba”, “sambou”…

“Ataque à democracia” I

Condenado e preso pela Polícia Federal, o ex-presidente Lula ganhou o benefício da liberdade em novembro passado, após o pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) julgar, por 6×5, que o início do cumprimento da pena somente se dará após o trânsito em julgado do processo, barrando a prisão após condenação em 2ª instância. Nessa quarta (26), no clima do carnaval, Lula quis “ditar o ritmo”…

“Ataque à democracia” II

Certamente vivendo sob uma “ditadura” aqui no Brasil, com poucos direitos, Lula “clamou” pela mobilização de todas as instituições, exigindo uma resposta rápida e enérgica do Congresso Nacional contra o presidente Jair Bolsonaro. Agora qual a legitimidade de Lula, processado, julgado e condenado duas vezes, em exigir algo do Congresso, repleto de deputados e senadores honestos e “ficha-limpa”?

E a solidariedade?

É tanta gente preocupada no Brasil com os trabalhadores, com as perdas dos direitos, com as lutas por melhores salários e condições de emprego; mas esses “líderes” hora alguma, até agora, se manifestou publicamente em defesa dos militares grevistas do Ceará! É evidente que muitos lá se excederam e merecem punição, mas e quem está lutando por valorização? Cadê a solidariedade?

Polarização

Alguns políticos em Sergipe estão preocupados e tentam arrumar discursos contra a “polarização” que tomou conta do País entre os que apoiam Bolsonaro e a Esquerda liderada pelo PT. Para este colunista está claro: as eleições municipais passarão muito por este cenário e quem apostar na “isenção” pode ter seu projeto político bastante comprometido.

Povo quer posição

O discurso que se trata de uma eleição municipal e que não se pode “estadualizar” ou “federalizar” o pleito para muita gente não vai colar desta vez. O povo já vinha dando demonstrações de “fadiga eleitoral” nas últimas eleições e agora está bem dividido. Quem não tiver posição formada e declarada, vai ter dificuldades em agregar apoiadores…

Estacionamentos

Diante da confirmação, em pleno Carnaval, do reajuste de 20% no valor do estacionamento cobrado pela primeira hora do automóvel nos estacionamentos dos shoppings Riomar e Jardins, em Aracaju, este colunista conversou com o vereador da capital, Elber Batalha Filho (PSB), que é defensor público, e o mesmo afirmou que os dois empreendimentos hoje descumprem o Código de Defesa do Consumidor e o Código Urbanístico do município de Aracaju.

Aumento de 20%

O serviço que custava R$ 2,50 agora custa R$ 3 para carros na primeira hora. Os empreendimentos são administrados pelo Grupo JCPM. A tarifa para motos permaneceu no valor de R$ 1,50 a hora. Para a reportagem, Elber Batalha lembrou que ele já foi autor de uma lei na capital que proibia a cobranças de estacionamentos em shoppings e em universidades. “A lei vigorou de 2007 a 2012, aproximadamente, mas o ex-prefeito da cidade a revogou, permitindo a cobrança”.

Primeira ação

Elber Batalha lembra ainda que, enquanto defensor público, ainda atuou na Defensoria para que se formalizasse uma ação contrária na época. “Os shoppings queriam cobrar R$ 4 por quatro horas do estacionamento. Nós recorremos porque ninguém poderia ser obrigado a ficar por quatro horas em um determinado local. O Tribunal de Justiça entendeu que estávamos corretos e fracionou a cobrança por horas e ainda conquistamos os 20 minutos de tolerância”.

Elber Batalha I

Por fim, o vereador reafirmou que não concorda com mais esse aumento dos shoppings que, em sua avaliação, estão lesando os consumidores. “Eles cobrar por um plus! Os dois shoppings descumprem Código de Defesa do Consumidor e Urbanístico. No primeiro caso há um exemplo nítido de venda casada. A pessoa já vai lá comprar algo e não deveria pagar pelo estacionamento”.

Elber Batalha II

Já sobre a questão do Código Urbanístico de Aracaju, Elber explicou que qualquer empresário da cidade que monta um negócio, os órgãos fiscalizadores medem a área para buscar minimizar o impacto que aquele empreendimento no trânsito de Aracaju. “De acordo com a área do negócio, vem a determinação de quantas vagas de estacionamento devem ser disponibilizadas. Se o empresário cobra por esse estacionamento e o cidadão estaciona na rua, logo estão descumprindo o Código Urbanístico da cidade também”, lamentou.

Carnaval da Barra I

Este colunista acompanhou de perto e acha pertinente fazer um registro. Enquanto muito se destaca sobre o investimento feito pela Prefeitura para realizar o Carnaval, este o espaço registra que, em três dias de arrastão, sem cordas e com grandes atrações, praticamente não existiram ocorrências graves durante o percurso.

Carnaval da Barra II

O policiamento estava presente com grande efetivo e já serve de “modelo” para outras cidades. Geralmente os problemas ocorrem mais por falta de polícia do que de qualquer outra coisa, mas as pessoas só lembram-se da importância dos que fazem a Segurança Pública quando o pior acontece. De parabéns os militares que aturaram na Barra dos Coqueiros e Atalaia Nova.

Alô Correios!

Um leitor da coluna faz um apelo para que os diretores responsáveis pelos Correios em Sergipe promovam, o quanto antes, o pagamento das diárias dos trabalhadores que prestaram serviços na triagem dos livros enviados para todos os municípios sergipanos. A turma alega que não recebeu ainda e estão na expectativa por esse dinheiro. A coluna vai acompanhar os desdobramentos…

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]