02/04/20 - 12:39:55

Covid-19: Prefeitura aciona nível 3 do Plano de Contingência

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, confirmou nesta quinta-feira, 2, duas primeiras mortes em decorrência do novo coronavírus (covid-19) na capital. Diante desse cenário, a gestão municipal intensificou as ações do Plano de Contingência, lançado no início do mês de março, passando de ‘Situação de Emergência em Saúde nível 1’, para de ‘Situação de Emergência em Saúde nível 3’.

O Plano é composto por três níveis de resposta. O primeiro é o nível de “Alerta”, que consiste no monitoramento de pessoas com histórico de viagem para área de transmissão local; o segundo é o “Perigo Iminente”, que se inicia a partir do primeiro caso suspeito; e o terceiro, posto em prática, é o de “Emergência em Saúde Pública”.

A fase Emergência em Saúde Pública, explica a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, é subdividida em nível 1, quando há surgimento de até 20 casos confirmados de covid-19 de baixo a moderado risco; nível 2, com surgimento de casos graves ou acima de 20 casos confirmados de baixo a moderado risco; e nível 3, o atual, quando há mais de 20 casos confirmados, além de óbitos.

“Neste nível 3, as ações compreendem uma maior aproximação e diálogo da gestão municipal com parceiros de outros órgãos públicos e privados, exigindo implementação de medidas ainda mais contundentes; monitoramento dos óbitos por meio das internações hospitalares; instalação de hospital de campanha; instalação de conteiners e leitos de retaguarda”, destaca a secretária da Saúde.

Além disso, as ações dos níveis 1 e 2 são intensificadas, a exemplo da divulgação diária dos dados epidemiológicos; monitoramento de contatos de casos suspeitos e de pessoas com histórico de viagem para área de transmissão local.

Também constam nos níveis 1 e 2 a orientação à população sobre a prevenção geral; organização e planejamento para o atendimento da população; investigação de casos suspeitos; abertura de oito Unidades Básicas de Saúde (UBS) em horário estendido (7h às 20h) nos fins de semana e feriados, com atendimento exclusivo para síndromes gripais; ampliação de leitos nos Hospitais Municipais Zona Norte e Zona Sul; abertura de leitos de retaguarda nos CAPS e Cemar Siqueira Campos.

“Esses dois óbitos, os quais estávamos já avaliando a possibilidade em virtude da gravidade dos casos, sinalizam a agressividade da doença. Sinalizam também que a gente está dentro das estimativas de óbitos nacional e mundial, com prevalência em idosos com comorbidade, hipertensos e diabéticos”, afirma a médica infectologista e referência técnica da SMS, Fabrízia Tavares.

Ampliação de testes
A infectologista diz que a Secretaria da Saúde de Aracaju está ampliando as coletas e amostras para monitoramento. “Vamos ampliar as testagens rápidas, visando ter um panorama mais real de casos no município de Aracaju e que facilite a chegada de informações para que possamos gerir melhor as nossas estratégias em relação ao quantitativo de infectados”, afirma.

Fabrízia ressalta ainda que a SMS está ampliando a capacidade das unidades de saúde. “Aumentando leitos de retaguarda; aumentando unidades de triagens de rastreamento de sintomáticos respiratórios, por meio de containers instalados nas zonas Sul e Norte; hospital de campanha; parceria com o Hospital Universitário; Caps como leitos de retaguarda, são diversas as ações que vêm sendo adotadas pela Prefeitura de Aracaju”, elenca.

Fique em casa
A infectologista apela para que as pessoas fiquem em casa com o objetivo de diminuir a transmissão da doença. “Frente a esses dois óbitos, a gente vem orientar as pessoas que tenham noção da importância do distanciamento social. Nós estamos vendo algumas medidas dos governos, a exemplo de orientar que as pessoas fiquem em casa. Não é o melhor momento de voltar à rotina, é o momento de pico de curva da epidemia e do aumento do número de casos. Obviamente teremos aumento do número de óbitos. As pessoas devem ficar em casa e evitar contatos, principalmente, com os mais idosos”, alerta a técnica da Secretaria Municipal da Saúde.

AAN
Foto Sérgio Silva