03/04/20 - 07:47:47

E quem toca o negócio?

Preocupados com seus empreendimentos, a maioria dos empresários defende a reabertura imediata do comércio sergipano. Eles até encomendaram uma pesquisa para mostrar que este também é o desejo de grande parcela da população. A consulta popular visa pressionar o governador Belivaldo Chagas (PSD) a baixar a guarda e autorizar que o comércio abra as portas, como se o estado e o país não estivessem vivendo uma grave pandemia. Quem houve alguns empresários chega a acreditar, por algum momento, que não estamos sendo alvos de um inimigo invisível, responsável pela morte de milhares de pessoas, tal qual fez a gripe espanhola no século passado. Pensando primeiro na economia, os empresários esquecem da saúde de seus empregados, os primeiros a serem expostos nas lojas ao coronavírus. Será que se tivessem que ficar em contato direito com os clientes e, por conseguinte, diante da mortal ameaça de contágio, estes senhores estariam tão empenhados em alargar a porta de entrada para o vírus? Pensem nisso!

Lesma lerda

E o senador Alessandro Vieira (Cidadania) criticou a demora do governo federal em sancionar a lei do auxílio emergencial de R$ 600,00. Segundo o parlamentar sergipano, o presidente Jair Bolsonaro precisa entender que discurso na porta do palácio não resolve nada. “Cada dia de demora, por culpa exclusiva do governo, é mais um dia de desespero para o cidadão mais humilde. Ele está sendo empurrado, junto com a sua família, para a contaminação”, discursa Vieira. Crendeuspai!

Reta final

Os pré-candidatos que não trocarem de partido nesta sexta-feira, não poderão mais fazer, sob pena de ficarem impedidos de participar das próximas eleições. Por ser hoje o último dia da chamada janela partidária, vai ser aquele corre-corre. Todos os partidos estão disputando os melhores nomes, visando a formação de chapas competitivas. O coronavírus tem dificultado a ação dos líderes partidários, obrigados a usarem o telefone e as redes sociais para atrair novos filiados. Que sufoco!

O que diz a lei

Segundo a legislação eleitoral, o prazo para troca de legenda encerra-se no dia 3 de abril, seis meses antes da realização do primeiro turno do pleito, marcado para 4 de outubro. A Resolução TSE nº 23.606/2019 fixa, ainda, o dia 4 de abril como data-limite para que os candidatos estejam com a filiação aprovada pelo partido e tenham domicílio eleitoral na circunscrição em que desejam concorrer ao pleito. Portanto, não durma no ponto!

Fome como remédio

O mundo se acabando de medo do coronavírus e alguns pastores alardeando que curam esta peste com um copo de água abençoado por eles. Pior ainda são aqueles reverendos que botaram na cabeça do presidente Jair Bolsonaro ser possível acabar a pandemia promovendo um dia nacional de jejum. Alguém precisa dizer a estes falsos profetas que se ficar com fome fosse remédio parta alguma doença, os brasileiros eram o povo mais sadio do mundo. Misericórdia!

Sessão on-line

A Assembleia está concluindo os testes para realizar a primeira sessão on-line de sua história. Ontem, quase todos os deputados participaram das simulações feitas pela equipe técnica. O resultado final foi pra lá de satisfatório. A previsão do presidente do Legislativo, Luciano Bispo (MDB), é realizar a sessão remota na semana que vem. O objetivo é aprovar estado de calamidade pública nos 75 municípios sergipanos por conta do coronavírus. Tal medida permitirá que os gestores escapem das amarras impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Ah, bom!

Fora do jogo

A pandemia de coronavírus imobilizou o ex-governador Jackson Barreto (MDB) e, por conseguinte, inviabilizou a formação de uma chapa do partido para disputar as eleições legislativas em Aracaju. Os vereadores da legenda migraram para outras siglas, enquanto JB, de quarentena em casa, não teve como atrair nomes de peso para participar da chapa emedebista. Portanto, esta será o primeiro pleito da capital que não contará com a participação direta do MDB. Marminino!

Multa pesada

O governador Belivaldo Chagas (PSD) encaminhou para a Assembleia um projeto de lei prevendo multa pesada para quem burlar o isolamento social. A propositura visa impedir a propagação da pandemia de coronavírus, que já matou duas pessoas em Sergipe. O projeto do executivo estabelece que, além de ser punido no bolso, o infrator responda criminalmente por desobediência civil. Aff Maria!

Devo, não nego…

O deputado estadual Iran Barbosa (PT) propôs ao prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) que faça uma adequação no calendário de pagamento do IPTU. O petista acha ser possível encontrar uma maneira que não prejudique a arrecadação municipal, mas também não penalize os aracajuanos nessa época de pandemia. Resta saber se o pedetista vai atender ao apelo justo do ex-aliado político. Ôxe!

Adeus ingrata!

Já perceberam como a Petrobras virou as costas para Sergipe? Diferente de outras empresas, que se somaram ao governo estadual na luta contra o coronavírus, a petrolífera ainda não ofereceu qualquer auxílio. Pior é que, ao invés de ajudar, a Petrobras está desativando suas atividades por aqui. Aliás, até permite suspeitar que está arrumando os picuás para cair fora do estado. Foi-se o tempo em que a estatal era a primeira a chegar com ajudas quando o governo se deparava com as grandes cheias ou as impiedosas secas. Homem, vôte!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 31 de dezembro de 1918.