13/04/20 - 15:58:50

PREFEITURA REÚNE MÉDICOS E REDEFINE FLUXO DE ATENDIMENTO ESPECIALIZADO

Em reunião de trabalho realizada nesta segunda-feira, 13, com médicos que compõem o quadro de profissionais do Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar Siqueira Campos), a Secretaria Municipal da Saúde alinhou novo fluxo de atendimento dos pacientes crônicos nessa unidade.

De modo a priorizar o atendimento de urgência e emergência, os profissionais que atuam nesse serviço de especialidade foram realocados para equipamentos de referência no atendimento às síndromes gripais (as oito Unidades Básicas de Saúde de referência, contêiner, Caps Jael Patrício e o hospital de campanha).

Isso porque, logo após a confirmação dos primeiros casos de covid-19 em Aracaju, o atendimento eletivo na rede municipal da Saúde foi suspenso como forma de minimizar a transmissão do coronavírus e respeitar o distanciamento social determinado pelas autoridades sanitárias.

Para pactuar esse fluxo, a Prefeitura de Aracaju vem realizando reuniões com os profissionais no intuito de alinhar essa nova dinâmica de trabalho. “Na primeira reunião que tivemos foi colocada a questão da convocação desses profissionais para atuarem nas linhas de frente das síndromes respiratórias agudas, como o coronavírus, e alguns questionamentos foram colocados e foram pertinentes. Sobre os pacientes crônicos com potencial agudização dos seus quadros, nós discutimos na secretaria e definimos junto com a Regulação que, a partir dos CIDs [classificação das doenças] mais complicados de cada especialidade, que o atendimento desses pacientes crônicos fosse retomado, visto que seriam pacientes de risco para a infecção do coronavírus”, explicou o secretário adjunto da Saúde, Carlos Noronha, que conduziu a reunião com os médicos do Cemar.

Ainda segundo o secretário, o diálogo com os profissionais foi no sentido de adequar parte de sua carga horária ao atendimento desses pacientes no Cemar Siqueira Campos, por blocos de horário, para evitar a aglomeração. “A outra parte da carga horária será disponibilizada de acordo com a aptidão de cada um para os nossos aparelhos de enfrentamento ao coronavírus”, completou Noronha.

Os serviços que serão ofertados nesse novo formato de atendimento estão previstos para iniciar na próxima segunda-feira, 20, onde os pacientes que terão prioridade serão contatados pelo Núcleo de Regulação da SMS para confirmação da consulta ou exame. Serão disponibilizadas nesse novo fluxo as especialidades de Cardiologia (adulto e pediátrica), Nefrologia, Endocrinologia, Reumatologia e Neurologia. Os exames que seguirão a mesma dinâmica serão Ecocardiograma Trasntoracico (adulto e pediátrico), ultrassonografia obstétrica e ultrassonografia obstétrica morfológica.

Presente na reunião, o médico cardiologista André Sotero avaliou como proveitosa e reforçou a importância do diálogo entre os profissionais e a Secretaria. “A gente não sabe quantos meses vai durar essa pandemia, e se interromper o atendimento dos pacientes crônicos eles poderão ter complicações. Aqui [no Cemar Siqueira Campos] a gente atende muitos pacientes do grupo de risco, cardiopatas, pacientes com enfisema pulmonar. Na reunião de hoje tivemos um avanço, precisamos continuar conversando. Parabenizo esse diálogo, e a gente precisa dar andamento e ir avaliando, porque o assunto é muito complexo. Que esse canal de negociação seja sempre mantido para que a gente encontre o melhor para a população, os médicos e a própria Secretaria de Saúde”, considerou.

Capacitações dos profissionais

Durante as reuniões com os profissionais também foi discutido sobre o treinamento sobre as Síndromes Respiratórias Agudas, andamento dos fluxos e a utilização adequada dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). A capacitação, iniciada nesta segunda-feira, 13, está sendo realizada pelo Centro de Educação Permanente e tem como facilitadores o infectologista da Rede de Urgência e Emergência (Reue), Wiliam Barcelos; a infectologista da Rede de Atenção Especializada (Reae), Sellyana Domeny e a enfermeira da Comissão de Controle de Infecção da Reae, Genisete Pereira dos Santos.

A atualização tem como objetivo capacitar os profissionais para abordagem, identificação, manejo clínico e tratamento dos casos suspeitos de covid-19, conforme Protocolo do Ministério da Saúde.

“O treinamento é fundamental para que a gente possa replicar os nossos conhecimentos com os profissionais e melhorar a assistência e a própria segurança deles no momento de trabalho”, disse a enfermeira Genisete Santos ao destacar a importância das orientações.