17/04/20 - 10:06:41

Case realiza entrega de medicamentos a domicílio a 24 mil usuários

Somente em abril, a unidade já entregou 19.361 medicamentos na casa dos usuários

O Centro de Atenção Integral à Saúde de Sergipe (Case) é exemplo de eficiência no serviço de entrega domiciliar de medicamentos e insumos dispensados pela unidade que tem 24 mil usuários cadastrados. Desde meados de março, quando o Estado de Sergipe entrou no regime de distanciamento social, o Case ampliou para todos os seus usuários de Aracaju a entrega domiciliar, que antes contemplava idosos, transplantados e renais crônicos.

A eficácia do serviço comprova-se pelos números. Nas primeiras semanas deste mês de abril, por exemplo, foram atendidos com a entrega domiciliar de medicamentos 19.361 dos 24 mil usuários cadastrados, estes, recebem os medicamentos até o fim de abril. Em Aracaju, são 7.667 pacientes registrados no Case e destes, 6.300 já receberam o medicamento ou insumo em casa.

A entrega domiciliar pelo Case é feita na capital, mas para atender os demais 74 municípios dentro do que preceitua o distanciamento social, estrategicamente a Secretaria de Estado da Saúde (SES) viabilizou a distribuição no próprio território, ampliando para todos os municípios o Serviço de Atendimento ao Preposto, onde uma pessoa indicada pela Secretaria de Saúde dos municípios representa os pacientes na retirada dos medicame4ntos e insumos no Case.

Também este serviço se desenvolve com eficiência. “Tomando como exemplo o município de Nossa Senhora do Socorro, o qual tem cadastrado conosco 1.317 pacientes, foram atendidos pelo Preposto 974 usuários, o que representa cerca de 74%. Os demais terão seus medicamentos até o final do mês”, destacou a coordenadora do Case, Jéssica Santos Silva, acrescentando que em Lagarto o atendimento já alcançou 74% dos cadastrados e em São Cristóvão, 69,4%.

Embora comprovada, a resolutividade do Case se depara com algumas dificuldades, entre elas, endereços desatualizados, telefones fora de área, casas fechadas, congestionamento da linha de Whatsapp com mensagens postadas no fim de semana e outras citadas pela coordenadora.

“Além dos relatos dos motoboys, temos recebido mensagens por Whatsapp e ligações telefônicas, agradecendo o serviço. Ficamos satisfeitos porque o objetivo do governo é exatamente proporcionar conforto ao paciente e cumprir a responsabilidade social da Secretaria de Estado de Saúde diante da Covid-19”, reforçou.

Uma das manifestações positivas foi feita pelo presidente da Associação Sergipana de Ostomizados e Amigos (Assoa), Adilson Franco. “Parabenizo a coordenação e funcionários do Case porque estão empenhados em atender os usuários da melhor forma possível”, reconheceu.

Fonte e foto SES