17/04/20 - 09:50:50

Hipócritas a favor do vírus

Graças à hipocrisia de muitos políticos, a ignorância de parcela considerável do povo e a ganância da maioria dos empresários, o Brasil caminha, a passos largos, para sepultar seus mortos em valas comuns, como já fazem os países que, antes de nós, zombaram da pandemia. Enquanto o presidente Bolsonaro quer ver os trabalhadores se expondo à morte para salvar a economia e alguns governadores, com medo da burguesia ou por interesse escusos, se curvam à irracionalidade dos patrões, o coronavírus amplia o seu raio de ação, lotando os hospitais das grandes metrópoles, congestionando os velatórios e provocando filas de caixões nos cemitérios. Cega de paixão política ou por simples ignorância, a maioria da população não se sensibiliza com os milhares de contaminados e as cercas de 200 mortes diárias causadas pelo Covid-19. O isolamento social, única “vacina” para conter essa praga mortal, é desrespeitado por quem deveria defendê-lo, e as orientações médicas são achincalhadas pelos que só pensam no lucro, como se isso importasse após a morte. A continuar nessa triste toada, o Brasil só vai acordar para esse pesadelo mundial quando o povo estiver morrendo aos montes, igual a moscas atoladas no açúcar envenenado. Diante dessa tragédia anunciada, só resta repetir a suplica do Filho, na hora da morte: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”. Amém!

Afrouxando aos poucos

O governador Belivaldo Chagas (PSD) atendeu as queixas dos patrões e começou a afrouxar o isolamento social determinado por ele mesmo. No decreto assinado, ontem, o chefe do Executivo autorizou a abertura de vários segmentos da economia. Até os motéis estão liberados a quem desejar trocar a vida por alguns minutos de prazer. Seria cômico se não fosse trágico. Misericórdia!

Invasão de competência

Alguém precisa dizer ao governador Belivaldo Chagas (PSD) que ele ainda não dita as ordens nos outros Poderes. No decreto, assinado ontem, determinando a abertura de vários segmentos da economia sergipana, o pessedista invadiu uma atribuição do Poder Judiciário e autorizou a abertura dos cartórios e tabelionatos. Diferente do que imagina o governador e seus iluminados assessores, esta competência é exclusiva da Corregedoria Geral de Justiça. Marminino!

Contaminado

Lamento informar que o vírus infeliz infectou de morte meu velho parceiro de tanger verbos, alinhavar adjetivos, costurar interjeições, vírgulas e ponto final. Há dias, ele vem dando sinais da grave enfermidade. Fica desligado de repente, recupera os sentidos com dificuldade e, novamente, paralisa por completo. O ataque viral tem sido sistêmico, visível e mortal. Desde as primeiras horas desta sexta-feira, eu venho tentando mantê-lo vivo, enquanto cuido de traçar as últimas linhas desta coluna, mas ele acaba de findar-se antes do fim da tarefa. Pelo estado de decrepitude, o velho amigo Lenovo morreu. Nome estranho para um computadorzinho porreta.

Até mais!