28/04/20 - 09:02:45

CUT/SE: PRIMEIRO DE MAIO TERÁ ATO VIRTUAL ORGANIZADO PELAS CENTRAIS SINDICAIS

Devido a Pandemia, o ato do 1° de maio será lembrado através de uma live cultural
Tradicionalmente marcado por atos públicos realizados em diversos pontos da capital e interior sergipanos, o 1° de maio de 2020, em um cenário de Pandemia e de isolamento social, será diferente. Ao invés de estarmos nas ruas, estaremos nas redes sociais em uma live cultural.

A decisão coletiva se deu em reunião ocorrida na última segunda, dia 20, ondeas centrais sindicais CUT, CTB, UGT e CONLUTAS, juntamente com as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo decidiram não realizar ato público, como acontece todos os anos no dia 1º de Maio e sim um ato no formato de Live Cultural para que as entidades possam manter o diálogo com os trabalhadores sobre as bandeiras de lutas.

Solidariedade de classe

O tema desse ano será: 1° de Maio dos trabalhadores e das trabalhadoras e da solidariedade. “Estamos vendo um cenário de ataques aos direitos dos trabalhadores pelo Governo Bolsonaro, ao mesmo tempo vivenciamos o agravamento da crise social, potencializada pela pandemia do Coronavirus. Nesse sentido, é fundamental construirmos uma grande campanha de solidariedade.

Como será a live?

No dia da classe trabalhadora, as centrais sindicais e as frentes realizarão em Sergipe uma Live Cultural das 09h às 12h pelas redes sociais de cada entidade. Portanto, os trabalhadores poderão acompanhar as atividades pelos links que as entidades divulgarão em seus sites e redes sociais.

Durante a live serào realizadas atividades culturais como shows, declamação de poemas, cordel entre outros. Intercalando as apresentações falas dos dirigentes reafirmando as pautas de lutas dos trabalhadores.

Os trabalhadores e trabalhadoras dos serviços essenciais como: limpeza urbana, saúde, urbanitários, eletricitários, rurais, transporte urbano entre outros serão homenageados.

Em defesa da vida

Como atividades de preparação do ato de 1º de Maio será realizado um abaixo assinado virtual com tema: Em defesa da vida, contra o relaxamento do isolamento social, pela taxação das grandes fortunas, com emprego e renda.

“Esse abaixo-assinado visa chamar atenção dos trabalhadores para importância da proteção a saúde, ao emprego e a renda dos trabalhadores, bem como a taxação das grandes fortunas para assegurar mais recursos para investimentos em políticas públicas”, afirma o presidente da CUT.

Proteção

As centrais junto com suas entidades sindicais estão confeccionando máscaras de pano para distribuição gratuita para os trabalhadores, diante do grande número de pessoas nas ruas sem usar máscaras. Cada central organizará equipes para produção dessas máscaras que serão distribuídas nos terminais de ônibus e feiras livres da capital e interior nos dias anterior ao 1° de Maio, convidando as pessoas para assistir a Live Cultural.

Quais são as pautas da classe trabalhadora

Contra privatização das empresas públicas e a importância delas no combate ao Coronavirus.
Garantia de direitos: contra o corte de salários na reforma da previdência, contra demissão de contratados temporários, contra o calote das férias pelo governo do Estado e contra o corte de gratificações pelos poderes Judiciário e Legislativo.
Em defesa do emprego e dos salários. Contra redução salarial dos trabalhadores do setor privado.
Defesa irrestrita da democracia e contra a ditadura
Ampliação da renda via Estado e municípios para os trabalhadores informais, desempregados e empregados com carteira que sofreram redução salarial em função da MP 936.
Defesa dos direitos das mulheres e contra a violência.
Fora Bolsonaro e Mourão e Eleições Diretas já.

Fonte CUT/SE