30/04/20 - 00:41:39

A população descrente

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

O governador Belivaldo Chagas ampliou o decreto para abertura de novos setores do comércio, mas se mantém atento ao crescimento da pandemia do Covid-19 em Sergipe. Não pode fechar a guarda e tem que ficar vigilante para que não se corra o risco de perder o controle em torno do índice de contaminação. Ontem decidiu fechar o setor de relojoarias, em razão de aumento rápido do coronavírus, principalmente na cidade de Itabaiana, onde este segmento do comércio tem maior movimentação.

Não é fácil adotar medidas que restringem as vendas e põem em dificuldade lojistas, além de mexer com a economia de forma até arriscada. Mas não dá para cruzar os braços. Nem fazer como o presidente da República, Jair Bolsonaro, que quando perguntado pelo aumento de mortes no Brasil [mais de 5 mil e superou a China] perguntou ao repórter: “E Daí? Sou Messias mas não faço milagres”. Não pode ser assim, afinal o povo depende de seus governantes também para viver.

Como governador, Belivaldo Chagas tem responsabilidade sobre qualquer tipo de movimentação – principalmente para cima – nos índices de contaminação, internação, cura e mortes que se registram em seu Estado, através de um vírus que ainda não se tem como combater, a não ser com o isolamento social. Sergipe vive um drama, assim como todos os demais entes federativos, de vida ou morte. Pode parecer exagero, mas quem não vir a óbito pela ação do corona, pode falecer por falta de assistência médico hospitalar, em razão do colapso que causa no sistema de saúde.

Entende-se perfeitamente a questão econômica e social. Tem que se concatenar essas consequências para se chegar a uma solução capaz de evitar que, por uma, se maltrate a outra. E isso só será possível caso a flexibilização não provoque uma explosão de casos da doença, com a elevação do número de mortes e um trauma tanto em quem administra, quanto nas famílias que perdem parentes e amigos. E como chegar a esse equilíbrio? Com a conscientização popular. As pessoas não cumprem orientações para evitar a expansão da doença, não estão nem aí para contrai-la ou não, e a tragédia está fixada, posta, contabilizada.

Acima de tudo, tem que haver uma campanha intensa para convencer à população que o vírus chegou para matar. E que é preciso seguir todas as orientações de preservação para se manter vivo. Caso isso não aconteça, infelizmente o Brasil terá um período triste de contagem dos seus mortos…

Saída de Valberto

O secretário da Saúde, Valberto de Oliveira Lima (MDB), deixa a Pasta na terça-feira, quando sai o Diário Oficial com o seu pedido de afastamento.

*** Para o seu lugar será nomeado um secretário interino, que já esteja vinculado ao projeto de combate ao coronavírus. Três nomes são cotados…

*** Na próxima terça-feira, durante live, o governador Belivaldo Chagas anuncia quem assume a Saúde.

Mudança radical

Todas as Secretarias de Saúde tiveram que fazer mudanças radicais em seus projetos, com a pandemia do coronavírus e praticamente se dedicar a evitar sua expansão.

*** O novo secretário deve sair exatamente dos quadros da Pasta, para que mantenha o ritmo de ação para evitar a proliferação.

Movimento no centro

Algumas lojas foram abertas no centro de Aracaju e houve circulação de centenas de pessoas, a totalidade sem qualquer proteção e uso de máscaras.

*** Lojistas fazem a parte deles e usam álcool 70, mantém distância do cliente e se preserva, mas há um desleixo dos frequentadores que não seguem orientações da saúde.

*** Caso se mantenha como está, a tendência e recuar na flexibilização.

Questão da Caixa

*** As grandes filas se mantêm nas agências da Caixa Econômica, além das aglomerações incontroláveis na entrada. Essas agências colaboram muito para expansão do coronavírus.

*** Nessas agências pagam-se o auxílio de R$ 600, além do Bolsa Família e salários de aposentados, entre centenas de outros serviços, tudo sem a mínima organização.

Questão de mortes

Segundo levantamento extra-oficial, o coronavírus faz menos vítimas em Sergipe. Todos os dias têm acidentes no trânsito, principalmente com motos. O percentual é de 09 mortes por acidentes, para uma de coronavírus a cada três dias.

*** A violência doméstica aumentou, os assaltos também. Além de discussões e brigas que provocam vítimas fatais.

Checagem digital

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE) realizará oficina de checagem digital de informações. O evento acontecerá dia 14 de maio e será 100% online.

*** Será realizado pela agência de checagem de informações Lupa, Instituto de Tecnologia e Equidade (IT&E) e o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

*** Foram disponibilizadas apenas 20 vagas para a imprensa sergipana e somente os jornalistas convidados pelo TRE-SE poderão participar.

Quebrou porquinho

O subtenente Edgard Menezes disse que está com tanta raiva da deputada Joice Hasselmann, vulgo Pepa Pig, “que quebrei meu cofre de porquinho”.

*** Segundo ainda Edgard: “comprei um [cofre], cujo formato é o prédio do Congresso Nacional”.

Moraes acerta

O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho, diz que o ministro Alexandre de Moraes (STF) acerta ao determinar que Ramagem não assuma a chefia da Polícia Federal.

*** – Nossas instituições devem servir ao Estado Brasileiro e não aos interesses particulares de qualquer pessoa, disse.

Rogério apela

Rogério Carvalho também faz um alerta para que lideranças do “nosso país tenham responsabilidade e se pautem pela ciência e não pelos devaneios do presidente”.

*** E acrescenta: “Bolsonaro responderá por crimes contra a humanidade”!

Cuida de candidatura

Quarta-feira, já como ex-secretário, Valberto de Oliveira Lima estará em Propriá, onde participa de reunião com o seu grupo político e trata sobre a pré-candidatura a prefeito daquela cidade.

*** Vai conversar com lideranças municipais e tratar sobre a formação de alianças, onde se inclui o DEM.

Georlize é o nome

A executiva estadual do DEM reuniu-se ontem à tarde, em sua sede, e definiu que a delegada Georlize Teles é a pré-candidata a prefeita de Aracaju pelo partido.

*** A reunião foi presencial, mas todos com máscaras e seguindo as recomendações para evitar a transmissão do coronavírus.

*** O presidente estadual do partido, José Carlos Machado, não compareceu, porque cumpre o isolamento social, mas passou algumas orientações.

Reuniões semanais

Durante o encontro do DEM ficou definido que serão realizadas reuniões virtuais entre membros do partido todas as semanas, para que, depois do grave problema da pandemia do Covid-19, se coloque a pré-campanha nas ruas.

*** Uma das causas da reunião foi à ausência do nome de Georlize Teles na última pesquisa realizada em Aracaju, quando se percebeu que o partido deveria se posicionar.

*** Segundo Georlize o seu nome foi definido, mas isso não impede a abertura do diálogo com outras siglas para composições.

Pagar com vidas

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) observa que há um crescimento alarmante no número de mortes por Covid-19 no Brasil, mas o presidente insiste em fugir da sua responsabilidade e em desinformar a população.

*** – A conduta equivocada do presidente prejudica muito a saúde pública. A conta desses erros será paga com vidas, disse.

Capitão em ação

O deputado Capitão Samuel faz campanha para que haja redução no preço da gasolina e tem anunciado postos que vendem mais barato.

*** O deputado já criou até um slogan: “O Capitão em Ação”.

Jason sem partido?

Circulou ontem, na Câmara Municipal, mesmo em sessão online, que o vereador Jason Neto estaria sem partido. Tudo era dúvida, porque ele sempre esteve no PDT.

*** A informação é que alguém o consultou e ele teria respondido: “estou resolvendo isso”. E se fez a pergunta: “como, se o prazo já terminou”?

Jason está filiado

O presidente regional do PDT, Fábio Henrique, explicou que o vereador Jason Neto, seu irmão, é filiado ao PDT e presidente municipal do partido em Aracaju;

*** – Jason está devidamente filiado, mas houve um problema na Comunicação ao TRE, que já está sendo resolvido, disse.

Emília apenas ri

O vereador Pastor Alves (PSC) disse para a sua colega Emília Corrêa: “soube que você seria candidata à prefeita de Aracaju”?

*** Emília não respondeu nada. Limitou-se a sorrir…

Nome para vice

Fortalece os comentários de que o vice de Edvaldo Nogueira, na disputa pela reeleição, será uma indicação do PSD, via deputado federal Fábio Mitidieri.

*** O nome mais citado é o de Jorginho Araújo, vinculado a Mitidieri e de absoluta confiança de Edvaldo.

Não foi sério

O presidente regional do Avante, Clóvis Silveira, diz que não tem nada contra nem a favor à pessoa do ex-ministro Sérgio Moro, “nunca o achei um herói e como juiz fez o que era pago para fazer”.

*** – Agora, a maneira como deixou o governo foi mal intencionada ou no mínimo antiética, não foi coisa de homem serio!

Resposta a Bolsonaro

Os governadores estão articulando uma nota de repúdio às declarações que Jair Bolsonaro deu ontem de manhã, culpando-os pelo aumento do número de mortes por coronavírus.

*** O presidente Bolsonaro, no cercadinho do Palácio da Alvorada, disse que a culpa seria das medidas de isolamento social implantadas por governadores e prefeitos:

*** Também os governadores do Nordeste (onde se inclui Belivaldo Chagas) debatem o texto final do documento (Lauro Jardim).

Um bom bate papo

Atentos a acidentes – Com as crianças em casa, os cuidados contra o coronavírus não bastam. Os pais devem estar atentos para evitar os acidentes domésticos.

Sobre eleições – Políticos estão conversando muito sobre as eleições municipais, mas apenas através de telefonemas. Preferem não aparecer nesse tempo de coronavírus.

A orla livre – Quem anda pela orla da Atalaia vê as quadras ocupadas por pessoas jogando futebol de salão e à beira-mar numa pelada. Tudo livre…

Deixa MDB – Decidido: o ex-governador Jackson Barreto deixa o MDB no próximo ano. Ainda não tem outra legenda à vista.

Sinal inicial – O primeiro sinal de que JB deixaria o MDB foi a não formação de uma chapa para disputar a Câmara Municipal de Aracaju.

Revista Fórum – Em colapso, Manaus tem 150 sepultamentos por dia em covas coletivas, devido ao coronavírus.

CMN – Brasil – Segundo Edmar Santos, o Rio de Janeiro pode ter cerca de 140 mil pessoas contaminadas pelo novo coronavírus.

Com máscara – Paulo Teixeira pediu em ação popular que Jair Bolsonaro seja proibido de andar sem máscaras e promover concentração de pessoas como ele vem fazendo.

Sem cérebro – Dirceu Brito diz: “quando vejo alguém sem máscara na rua, logo penso: “é sem cérebro também”.