04/05/20 - 16:28:45

PREFEITURA DE LAGARTO NEGA QUE O MP ESTEJA INVESTIGANDO A ATUAL GESTÃO

A Prefeitura de Lagarto emitiu uma nota na tarde desta segunda-feira (04) onde desmente a informação de que o ministério Público estaria investigando a atual gestão e a prefeita Hilda Ribeiro.
Na nota, a assessoria diz que “de maneira caluniosa, tentam afirmar que a Prefeitura teria cometido “pedaladas fiscais”.

Veja o que diz a nota na íntegra

A Prefeitura de Lagarto vem a público repudiar veementemente uma notícia mentirosa que circulou na manhã desta segunda-feira, 4, informando que o Ministério Público Estadual estaria investigando a atual gestão e a prefeita Hilda Ribeiro.

A Procuradoria do Município informa que em nenhum momento a Prefeitura teve conhecimento da denúncia, que não foi notificada pelo MPE e que todas as contas são auditadas rigorosamente pelos órgãos de controle estaduais e federais.

De maneira caluniosa, tentam afirmar que a Prefeitura teria cometido “pedaladas fiscais”. Mas, a Prefeitura informa à população que o Município não praticou e nem teria condições de praticar “pedaladas”, que é uma ação de âmbito Federal, e que a Procuradoria já está tomando as providências cabíveis para responsabilizar criminalmente quem criou esta notícia mentirosa.

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde informa que todos os recursos recebidos do SUS são aplicados em conformidade com o que estabelece a legislação e diretrizes do Ministério da Saúde e não foi diferente com os recursos recebidos em 2019 para custeio dos serviços de atenção básica em saúde, que foram integralmente aplicados na finalidade para o qual foram destinados.

Vale destacar também que os recursos repassados do Governo Federal para a Saúde de Lagarto em 2019 não foram referentes às emendas parlamentares individuais e nem da emenda parlamentar de bancada. Foram recursos extraordinários que vieram através de emenda das Comissões.

O Ministério Público encaminhou a denúncia para que órgãos de controle investiguem. O que é absolutamente normal dentro da esfera pública. Porém, a administração municipal de Lagarto está totalmente tranquila porque sabe que não foi cometida nenhuma pedalada fiscal e nenhum desvio de verba pública. “Essa não é a minha forma de administrar o recurso público”, frisou a prefeita Hilda.

Mais uma vez, políticos de Lagarto demonstram que não estão preocupados com a Saúde da população e sim com ganhos político-partidários, desrespeitando o bem maior de todos: a vida.
Da assessoria