08/05/20 - 16:43:05

SE conta com aplicativo para monitorar casos de Covid-19

O aplicativo deve ajudar a ampliar as possibilidades de diagnóstico precoce no estado

O Governo de Sergipe aderiu ao uso do aplicativo Monitora Covid-19, disponibilizado pelo Consórcio Nordeste. A plataforma é mais uma ferramenta de apoio ao combate à pandemia, que possibilitará o registro de informações de pessoas com suspeita da doença, viabilizando o atendimento remoto, monitoramento e acompanhamento dos cidadãos.

O aplicativo deve ajudar a ampliar as possibilidades de diagnóstico precoce no estado. “A ferramenta já está sendo usando em alguns estados do Nordeste e, agora, também ajudará Sergipe a monitorar, acompanhar e informar a situação de pessoas que estão com sintomas da doença. É uma ferramenta simplificada, que nos auxiliará a ampliar o atendimento, principalmente, às pessoas que moram mais longe e evitando a maior exposição de todos. Remotamente, poderemos identificar os sintomas suspeitos, passar a orientação médica adequada e, após a avaliação, indicar o posto de atendimento mais próximo para o cidadão se dirigir, caso o profissional julgue necessário”, explicou o governador Belivaldo Chagas.

A intenção é que, também, o uso da ferramenta auxilie na identificação de como o vírus está se espalhando e se há cidades e bairros concentrando os focos de disseminação.

Para baixar o aplicativo, o cidadão deve abrir a Play Store e, no campo de pesquisa, buscar pelo “Monitora Covid-19”. Após concluída a busca, é só selecionar a instalação e, em seguida, abrir o app e informar as solicitações necessárias.

Comitê Científico do Consórcio Nordeste

A plataforma foi desenvolvida por meio do Comitê Científico do Consórcio Nordeste para combate ao coronavírus, criado em 30 de março, pelos governadores do Nordeste. O comitê é formado por médicos, cientistas, físicos e pesquisadores e tem o intuito de auxiliar os governadores na tomada de decisão sobre as ações de enfrentamento à pandemia. A concretização da ferramenta foi possível também devido à parceria do Consórcio Nordeste com instituições privadas; e teve o apoio das secretarias de Estado da Bahia de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Saúde (Sesab), assim como da Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf-SUS/FESF-tech).

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste é coordenado pelo cientista Miguel Nicolelis e pelo físico e ex-ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende.

O Consórcio Nordeste foi criado em março de 2019 e prevê o desenvolvimento em diversos projetos, além da parceria econômica, política, infraestrutural e educacional entre as unidades federativas.