20/05/20 - 07:15:19

ESTÃO USANDO O CORONAVÍRUS COMO ESQUEMA ELEITOREIRO, AFIRMA VEREADOR

O vereador Cabo Amintas (PSL) foi entrevistado, na noite desta terça-feira, 19, por Ramon Margiolle da página “Informe Baiano”.

Margiolle questionou o vereador sobre as medidas que o Governo de Sergipe está tomando para combater a pandemia de coronavírus, se o governador é um aliado de Cabo Amintas e se era verdadeira a informação que o governador Belivaldo Chagas está governando à distância, de sua fazenda. Amintas confirmou a informação sobre o governador e deu detalhes sobre o que está acontecendo no estado.

“O governador não é um aliado, meus aliados são as pessoas que trabalham pelo povo de Sergipe. O governador está em sua fazenda enorme, fazendo o desgoverno direto de lá. Sergipe está passando por um momento muito difícil na Segurança Pública, na Saúde que já era um caos e agora está pior. Não consigo entender como isso acontece, porque sabemos que o dinheiro do Governo Federal está chegando. É lamentável, que estejam usando o coronavírus como esquema eleitoreiro. Já levamos as denúncias para a Polícia Federal e para o Ministério Público Federal para que investiguem os gatos que estão acontecendo aqui, estão fazendo a festa com o dinheiro público”, informou Cabo Amintas.

Em seguida, o entrevistador perguntou a opinião de Amintas sobre o uso do medicamento cloroquina. “Obviamente, o presidente Jair Bolsonaro não é médico, mas a gente sabe que o cara não chega a ser Presidente da República sendo burro, ele passou 28 anos no Congresso Nacional e conhece o meio em que trabalha. Mas estão querendo politizar tudo e qualquer coisa que ele fala, já vira assunto em rede nacional. A questão do cloroquina deve ser analisada sem colocar a posição política, é algo que pode salvar milhares de vidas. Eu digo que as pessoas devem se cuidar, quem pode fique em casa, mas há quem precisa sair porque o mundo não pode parar. Imagine um vendedor de rua, 2 meses em casa sem 1 real, a fome não espera, as pessoas precisam trabalhar. E os gestores estão tentando esconder a realidade do povo”, disse o vereador.

Continuando, falaram sobre a denúncia feita pelo delegado Paulo Márcio Ramos Cruz da Central de Flagrantes de Aracaju, sobre a central ter se transformado em setor de disseminação do coronavírus. Segundo a denúncia, 25% dos delegados foram testados positivo para a covid-19 e para piorar todos tiveram que pagar do próprio bolso para fazer o teste.

“É a realidade, nem delegados, nem policiais, nem os próprios funcionários da saúde conseguem fazer o teste gratuitamente aqui. Os gestores estão escondendo os fatos, hoje recebi a informação que tem um motorista da Prefeitura internado em estado grave na UTI e eles escondem as notícias. Os números de contágios aumentaram, já são 63 óbitos em Sergipe e não estão cuidando das pessoas que estão na linha de frente. Os profissionais que vão trabalhar no Hospital de Campanha, que estão sendo contratados de imediato, vão receber 40% do valor que os profissionais que já estavam na área. É um absurdo, quem está na linha de frente e é concursado recebe um valor, quem não é concursado é desvalorizado com apenas 40%, mas vai fazer o mesmo trabalho na linha de frente”, revelou o parlamentar.

Para finalizar, Ramon Margiolle quiz saber sobre as questões de violência e tráfico de drogas em Sergipe em meio à pandemia. Amintas respondeu que, infelizmente, o tráfico continua e o número de assaltos aumentou.

Por Evenilson Santana
Foto: Assessoria de imprensa do vereador Cabo Amintas