20/05/20 - 15:15:35

Hospital de Glória não tem médico para atendimento aos pacientes com covid-19

Os profissionais da área de saúde, nesta segunda-feira, 18, fizeram protestos em frente ao hospital reivindicando melhorias das condições de trabalho. Em virtude de tais reivindicações, a direção do hospital tomou algumas providências, dentre as quais, a higienização de todo o ambiente de trabalho, fornecimento de aventais e máscaras descartáveis.

Apesar do fornecimento destes materiais, os profissionais de saúde relatam que a quantidade do material não é suficiente, destacando o que a quantidade de máscaras fornecidas por dia, apenas duas, não é suficiente para um turno de 12 horas, uma vez que a durabilidade de uma máscara dessa natureza é de apenas 3 horas aproximadamente.

É unânime entre os profissionais que a quantidade de material fornecido, máscara, jalecos não é suficiente para a proteção do profissional e, além disso, aquele profissional que quiser utilizar a viseira para proteção tem que adquirir do próprio bolso porque tal equipamento não é fornecido.

Segundo os profissionais, há um problema que deixa todos aflitos: A falta de profissional e área específica para tratamento dos pacientes infectados.

Atualmente, o hospital utiliza uma área para o atendimento dos infectados com o coronavirus, porém, a triagem das pessoas infectadas ou com sintomas suspeitos de infecção é feita por enfermeiros e técnicos em enfermagem de outras áreas, utilizando equipamento de proteção inapropriado e, em caso de necessidade, a medicação tem que ser feita no pronto-socorro.

Aliado a essa carência de material, os profissionais informam que não existe médico específico para o atendimento às pessoas infectadas com o coronavirus, fato que obriga a enfermeiros e técnicos de enfermagem a fazerem o atendimento destes pacientes, sem as condições adequadas.

O ideal seria a existência de um médico e uma equipe para a realização da triagem e tratamento dos pacientes, não sendo correto que o mesmo médico que atende o pronto-socorro atenda a área do covid-19.

Não se pode deixar de registrar que os profissionais do hospital regional da cidade de Nossa Senhora da Glória, que foram infectados com o coronavirus, no total de 12 (doze) até o momento, trabalham na área do pronto-socorro, enquanto aqueles que lidam com os pacientes infectados na área específica do covid-19, munidos de equipamento apropriado, apenas 1 (um) foi contaminados.

Por fim, é importante esclarecer que os profissionais da área específica para o combater ao covid 19 estão equipados com material necessário para sua proteção, mas o mesmo não acontece com as demais áreas e, mesmo sem ter equipamento apropriado, são obrigados atender aqueles pacientes.

Foto internet