22/05/20 - 00:46:01

A pandemia e a política

Diógenes Brayner[email protected]

A pandemia estacionou a política. Não se fala em candidaturas e nem campanhas eleitorais. Todos demonstram excessiva preocupação em não misturar coisas bem mais sérias. A vida está acima de disputas e de conversas que fortaleçam as tendências que buscam mandatos, o que é absolutamente natural. Publicamente cheira muito mal, afinal está em jogo a saúde e, paralelamente, as conseqüências que podem levar ao fim de vidas importantes para famílias de todas as posições. Não se pode brincar com a força de um vírus de excessiva força letal.

Claro que se depara com segmentos da sociedade que tentam politizar fenômenos sérios e imbatíveis como o que se depara agora. O fanatismo deixa um rastro de ceticismo que provoca confusão mental sobre o que seja verdade e mentira. E nessa dúvida, existem os que se amedrontam e recuam, e também aqueles que simplesmente ignoram o risco e expõem até absoluta cegueira para o que está ocorrendo nos quatro cantos do mundo. Sinceramente, não é hora de se fixar em opções pessoais em torno de um pensamento único e duvidoso, mas de se buscar o consenso, dentro de uma análise ampla e que tenha cunho científico.

É preferível comemorar a vida que chorar os mortos. Claro que só sabe o que é isso quem passa por essa situação de profunda tristeza, que deixa marcas eternas por cada corpo jogado em valas comuns e soterrado por escavadeiras, sem o rito do velório e do sepultamento tradicionalmente praticado por famílias que perdem integrantes. Levar isso como se fosse uma coisa qualquer é, no mínimo, perversidade e desprezo pela vida, principalmente quando não é de alguém da intimidade dos vazios de sentimento pelo próximo.

Dentro de toda essa conjuntura sentimental que fere o ser humano, tratar de eleições não cheira bem, pelo menos publicamente. E isso a sociedade sabe distinguir. No alto sertão de Sergipe – Canindé do São Francisco – a população respondeu diferente às pessoas contratada por um instituto de pesquisas, para saber sobre preferências de candidatos. Ao invés de citar nomes, o povo os repeliu de forma violenta, pedindo respeito ao momento em que passavam, sob ameaça da pandemia. Foi um horror e passa a servir de exemplo a quem está pensando em mensurar possibilidades de disputar as eleições e ganhá-las ou não. O momento é de ajuda, solidariedade, cuidados com o próximo e de se deixar levar pelo sentimento de unidade em benefício de comunidades.

Isso é o que pede esse tempo e quem estiver distante dessa abertura para acolher os mais necessitados, em hora tão difícil, certamente serão rejeitados mas à frente, quando precisarem deles.

Questão da barbearia

Ao justificar a decisão de tornar sem efeito a liminar do TJSE, que havia permitido a abertura de uma barbearia em Itabaiana, o presidente do STF, Dias Toffoli, foi didático.

*** Para ele, “a abertura de estabelecimentos comerciais onde se exerce a função de barbeiro, não parece dotada de interesse nacional, a justificar que a União edite legislação acerca do tema, notadamente em tempos de pandemia”.

Bancos vão abrir

Como noticiou ontem a coluna, seguindo orientação do Febraban, todos os brancos abrem hoje em Sergipe, inclusive as agências do Banese.

*** Agências da Caixa estarão pagando mais uma parcela do auxilio emergencial de R$ 600 e não podem fechar por decreto estadual.

*** A mesma coisa acontece com o feriadão decretado em São Paulo.

Caixa vai reduzir

Um dos gerentes de Caixa em Sergipe informou, entretanto, que a abertura neste feriado de hoje e de segunda-feira, “somente algumas agências vão abrir”.

*** Explicou que será para atendimento aos beneficiários do auxílio emergencial, mas sem outros serviços.

Supermercados abrem

Os supermercados já estavam lotados, ontem, véspera de feriado. Muita gente foi às compras como acontece em todo o feriadão.

*** Um detalhe: os supermercados não fecham hoje, nem segunda-feira e vão atender a clientes normalmente.

Novas medidas

Segundo informação de fonte da Saúde, essa decisão de antecipar feriados servirá para uma avaliação sobre o comportamento da população em relação à epidemia.

*** Se os índices da pandemia continuarem crescendo, as novas medidas para tentar reduzí-los serão tomadas em todo o Estado.

Grandes temporais

As chuvas que estão caindo em Sergipe preocupam técnicos da Saúde, porque elas podem provocar aumento do coronavírus se não houver cuidado desdobrado da população.

*** Além disso tem as enchentes, alagamentos e outros incidentes que acontecem em períodos de grandes temporais.

Zezinho a prefeito

O presidente nacional do Podemos, senador Alvaro Dias, pediu ao deputado estadual Zezinho Sobral que disputasse a Prefeitura de Aracaju este ano.

*** Zezinho não recusou e se dispõe a ir ao pleito, mas precisa que o partido adote posição para lançamento da pré-candidatura e consolide sua posição em Aracaju.

Avaliação sincera

Uma liderança política, em conversa demorada por telefone, fez ontem avaliação do que está escondido nos bastidores das eleições: parte significante de grandes partidos, não formou chapas para vereador.

*** Citou como primeiro exemplo o MDB, que pela primeira vez, em 40 anos, não vai disputar vaga na Câmara Municipal.

*** Acrescentou que outros partidos, que já dominaram a política em Sergipe, estão sem candidatos para eleger um único vereador.

Sobre presidente

Uma segunda avaliação: o vereador Nitinho Vitale vai se despedir da Presidência da Câmara no próximo mandato: “reeleja-se ou não Edvaldo Nogueira (PDT)”.

*** Foi mais além: como Edvaldo tem todas as chances de se manter prefeito, o próximo presidente da Casa será Vinícius Porto (PDT).

Saiu na hora certa

Na Assembleia, um comentário rápido: “Daniella Garcia (Cidadania) se afastou na hora certa do Ministério da Justiça, em Brasília, para ser pré-candidata a prefeita de Aracaju.

*** Se tivesse permanecido ao lado de Sérgio Moro, seria demitida logo após a sua demissão do cargo.

Agride pesquisadores

Em Canindé do São Francisco a população – tanto em casa quanto nas ruas – tratou mal alguns entrevistadores para pesquisa eleitoral à Prefeitura.

*** Diziam que em momento de Coronavirus tratar sobre política seria uma agressão ao povo, que nesta hora precisa se proteger para não ser contaminado.

Kaka dá entrevista

Um dos pré-candidatos a prefeito, Kaka Andrade, chegou a conceder entrevista à radio Xingó, informando que não fora ele quem solicitou alguma pesquisa política.

*** Disse que tem se mantido em isolamento social e só vai tratar de política quando a pandemia passar.

Ele é a diferença

O ex-deputado federal Jorge Alberto disse ontem: “Queiram ou não queiram, ele é a diferença [refere-se ao presidente Jair Bolsonaro], os outros são todos farinha do mesmo saco”.

*** – Por isso, se for à reeleição irá ganhar, previu.

Não está definido

O deputado federal Fábio Henrique (PDT) informou ontem que nada está definido sobre adiamento das eleições municipais.

*** Segundo Fábio, o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), vai reunir os líderes para ver se prorroga: “se for vai sugerir 15/11 ou 06/12”.

*** – Meu voto será pelo bom senso, independente de ser candidato, temos que pensar na saúde da população, disse Fábio.

D. Maria e eleições

Em isolamento social total em seu apartamento de Brasília, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) concorda com o adiamento das eleições municipais.

*** Disse que não há clima para eleição com a pandemia e acha que deve acontecer em dezembro.

Precisa de avaliação

O presidente estadual do PT em Sergipe, deputado João Daniel, diz que é a favor do adiamento da eleição municipal, desde que “se faça uma avaliação e decisão a partir de critérios que analise a situação da pandemia e sendo necessário fazer a mudança de data sim”.

*** João Daniel também admite que esse é o momento, mas para debater e aprovar, aguardamdo a avaliação técnica, assim como foi feito com o Enem

Como se explica?

O líder do PT no Congresso, Rogério Carvalho, admira-se: “como se explica o Brasil ter uma população seis vezes menor que a Índia e China e ter cinco vezes mais mortes”?

*** E responde: “É fácil, nenhum desses países teve um presidente que boicota o isolamento social como o do Brasil”.

Um bom papo

Medidas mais severas – Pode ficar certos: se não houve uma queda já nos índices do Covid-19 em Sergipe não como deixar de se adotar medidas mais severas.

Juntas na live – A pré-candidata a prefeita de Aracaju, Georlise Teles e a vereadora Emília Corrêa estavam junta ontem em uma live e conversaram muito.

Bancada a favor – A bancada federal de Sergipe é absolutamente favorável ao adiamento das eleições e que o pleito seja realizado em novembro ou dezembro.

Ameaça a juízes – Presas em condomínio de luxo no DF duas pessoas que mandaram e-mail ameaçando juízes de morte em nome de general.

Muita conversa – Nos bastidores e por telefone pré-candidatos conversam muito. Alguns desenganados com as eleições municipais em razão da pandemia.

Sobre liberação – Decano do STF, Celso de Mello, irá decidir sobre liberação parcial ou total do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril até às 17h desta sexta.

Recado a Regina – Lima Duarte manda recado sobre democracia e arte a Regina Duarte e diz: “Não seguiu isso, dançou”.

Assume PTC – Adelson Alves assume a Presidência Estadual do PTC com objetivo de fortalecer a legenda em Sergipe.

Siba Machado – “jornalistas e profissionais da TV irão apanhar de bolsonaristas na rua até chamar urubu de meu louro…”