22/05/20 - 09:35:35

Feriado meia boca

Feriado meia boca
O feriado desta sexta-feira é meia boca. A começar pela data, que foi gentilmente emprestada pelo dia 8 de julho, quando se comemora a emancipação política de Sergipe. Tirando os órgãos públicos, que amanheceram lacrados, os bancos, supermercados, quitandas, etcetera e tal abriram normalmente. Só está fechado o que já não abria desde o início desta praga chamada Covid-19. Aprovada pela Assembleia, essa antecipação de uma data no calendário objetiva mesmo reduzir a mobilidade urbana, na tentativa de conter a propagação da pandemia. Ademais, pra que serve um feriado se ninguém pode bater pernas nas praias e encher a caveira nas biroscas da vida, enquanto resolve os problemas políticos deste Brasilzão de meu Deus? Sua única e necessária utilidade é forçar todo mundo ficar em casa, esperando que esta crise sanitária termine o quanto antes. Oremos!

Contas erradas
Achando pouco o fato de o pastor Heleno Silva (Republicanos) ter perdido a eleição para o Senado, o Tribunal Regional Eleitoral ainda reprovou as contas de campanha do reverendo. Segundo o juiz relator Edivaldo dos Santos, o político-evangélico perdeu o prazo para entregar a prestação das contas, omitiu gastos eleitorais, meteu as mãos pelos pés com os recursos do fundo partidário e extrapolou o limite de gastos. Por causa disso, o TRE multou Heleno em cerca de R$ 231 mil. Tomara que, depois desse chega pra lá, o pastor aprenda a fazer contas. Misericórdia!

Corda no pescoço
E o governador Belivaldo Chagas (PSD) respirou aliviado com a sanção pelo presidente Jair Bolsonaro do projeto de auxílio financeiro aos estados. Segundo o gestor sergipano, os recursos serão de grande importância, pois ajudarão o governo a honrar os compromissos feitos neste momento de pandemia. Assim como os demais governadores, Chagas torce que a grana entre na conta do estado até o próximo dia 31, pois todo mundo está com a corda no pescoço. Homem, vôte!

Por um triz
Não tivesse a Prefeitura de Aracaju agido rápido, as 18 famílias do Largo da Aparecida tinham passado uma noite debaixo d’água. Na última quarta-feira, ao tomar conhecimento que a Barragem do Poxim estava em sua capacidade máxima, a Prefeitura transferiu cerca de 60 pessoas para um hotel e levou os móveis delas para um depósito. Horas depois, a barragem sangrou, o rio encheu e inundou as residências vazias do Largo da Aparecida. Danôsse!

Olhe o ovo
O baixo preço dos ovos está estimulando manifestantes a usá-los contra os políticos. O Código Penal prevê punição para quem pratica “ovação”, porem a pena é tão branda (detenção de três meses a um ano e multa) que é bom os políticos se protegerem, principalmente dos ovos podres. Misericórdia!

Isenção do IPTU
Pessoas com doenças crônicas estão isentas de pagarem IPTU em Aracaju. Aprovada pela Câmara Municipal, a lei é de autoria do vereador cabo Amintas (PSL). Após a maioria dos parlamentares derrubar, por duas vezes, o veto do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) ao projeto, o presidente Nitinho Vitalle (PSD) sancionou a lei. Legal!

Assédio no quartel
Exatos 39,2% das policiais declaram ter sido vítimas de algum tipo de assédio (moral ou sexual) dentro da corporação. É o que revela a pesquisa “As Mulheres nas Instituições Policiais”, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Entre os homens, dos 20,1% que declararam que foram assediados, 95,6% sofreram assédio moral. Que horror!

Quer um emprego?
Uma boa notícia para quem está desempregado. O governo federal começou a contratar um montão de gente para não fazer quase nada. Os interessados devem encaminhar currículos aos políticos do centrão, grupo partidário que aceitou o convite de “toma lá, da cá” feito pelo presidente Bolsonaro. Não precisa saber fazer nada. Para conseguir a boquinha basta prometer fidelidade aos novos protetores, que podem ser encontrados nas seguintes bodegas partidárias: Republicanos, PL, Progressistas, Solidariedade, PTB, Pros e Avante. Crendeuspai!

Hibernação adiada
Os campos terrestres da Petrobras em Sergipe permanecerão ativados até, pelo menos, dezembro deste ano. Segundo o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), a suspensão da hibernação “é mais uma vitória da bancada federal de Sergipe”, que conseguiu fazer ver à petroleira a importância dos campos petrolíferos localizados em Carmópolis. Na verdade, o que a Petrobras quer mesmo é torrar os campos nos cobres. Marminino!

Governo de factóides
Fica cada dia mais claro que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e sua equipe não possuem qualquer plano de governo para o Brasil. Sem um norte a perseguir, os governistas recorrem aos factoides midiáticos visando gerar lucros instantâneos. Isso ocorre porque Bolsonaro é um político despreparado. Não esqueçam que o presidente era um deputado medíocre, do baixíssimo clero, que não tinha o menor interesse pela produção de políticas públicas. Sinceramente, o Brasil está no mato sem cachorro. Só Jesus na causa!

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Maruinense, em 30 de agosto de 1891.