23/05/20 - 17:30:36

Festas, bares e restaurantes aumentam Covid-19 no Estado

Da Redação

Há um cumprimento relativo à orientação de isolamento social, principalmente nos finais de semana. A antecipação de feriados para a sexta-feira (22) e a segunda-feira (25), através de decretos do Governo aprovados pela Assembleia na quarta-feira (23), fez com que várias pessoas se deslocassem para casas de praias, fazendas e cidades do interior.

Na noite de sexta-feira o movimento também é grande nos bairros, onde alguns bares abrem discretamente e vende bebidas à vontade. Nas cidades acontecem festas, principalmente em povoados, onde os sons dos carros fazem a festa e promovem aglomerações de pessoas, principalmente jovem.

Na Barra dos Coqueiros isso vem acontecendo com frequência, como na madrugada deste sábado (23) em festa com cerca de 40 pessoas, flagrada pela Polícia Militar. Os decretos governamentais para conter a propagação do novo coronavírus proíbem a realização de eventos com aglomerações de pessoas. Os proprietários do som, que segundo a polícia estava acima do permitido, e os donos da residência foram autuados e devem responder judicialmente pela desobediência às determinações.

Em alguns condomínios da Avenida Melício Machado, da Rodovia José Sarney e da chamada Zona de Expansão, as festa acontecem mais discretamente, assim como alguns bares são abertos e traillers de esptinho fazem a festa sem nenhum problema. Outro bairro onde a frequência é grande no período da noite é o Jabotiana, onde as noites sã muito movimentadas.

No sábado – Neste sábado (23) o movimento também foi grande e com aglomerações. Um restaurante mais recuado, localizado na Coroa do Meio, serve a delivery, mas dois ou três casais amigos sentam-se, almoçam e ficam na cervejinha por um bom tempo, sem nenhum problema.

Na chamada orlinha da Atalaia, bares e restaurantes populares também servem discretamente a quem chega, embora evitem grande número de pessoas. Mas o caranguejo sai com tranquilidade. Neste sábado, pela manhã, inclusive, um carro da Guarda Municipal estava parado em um desses restaurantes, e seus ocupante (quatro) estavam em uma mesa tomando refrigerante.

Ainda neste sábado, no estacionamento do chamada passarela do Caranguejo, um dos “flanelinhas” solicitou um um motorista que lhe jogasse água nas mãos, no corpo e molhou toda a máscara de proteção. Agradeceu muito por ser atendido e revelou quem em toda aquela área há muita gente circulando, alguns ficam conversando e bebendo nos carros: “na madrugada rola um som”, disse.
A antecipação dos feriados teve o objetivo do Governo e Prefeitura de mensurar como fica a situação do coronavirus. Segundo um técnico da Saúde, se não ocorrer uma queda mínima, provavelmente outras medidas mais duras serão tomadas, para evitar que haja uma maior propagação e Sergipe não tenha um índice que abale ainda mais o sistema de Saúde do Estado, “praticamente à exaustão”.
Um órgão de comunicação de Sergipe, de grande alcance, teve alguns de seus funcionários que testaram positivo para o Covid-19, mas não teve cuidado de divulgar a situação à sociedade. Alguns deles já voltaram a testar positivo, mas uma das funcionárias está ocupando o leito de UTI em um hospital público.