03/07/20 - 13:30:29

Lagarto: vereadores solicitam obras e transparência do Executivo

Na manhã da última quinta-feira, 2, aconteceu a 27ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Lagarto. Na ocasião, diversas indicações foram propostas pelos parlamentares, que se dividiram entre temas como obras no município, saúde, iluminação pública e transparência do Executivo.

Começando o Pequeno Expediente, o vereador Josivaldo dos Brinquedos ocupou a Tribuna da Casa Legislativa para falar sobre suas indicações ao Executivo. O parlamentar citou seu projeto que busca garantir água aos moradores do centro de Lagarto. Além dessa, também foi citada a indicação que trata da iluminação pública em alguns pontos do município. “Lá na rua da feira, na Colônia Treze, o pessoal está reclamando bastante por estar às escuras. Por isso eu peço aos parlamentares que, junto ao secretário, se unam para resolver a situação”, disse. O vereador também comentou uma indicação ao Senado que tratava da questão da Licença Maternidade para mães de bebês prematuros. Segundo Josivaldo, não é justo que as mães passem apenas dois meses em casa com seu recém-nascido, principalmente contando pelo tempo de internação da criança.

Em sequência, o vereador JC teve seu momento de fala e tratou de suas indicações. A principal — e mais polêmica — se relacionava a um pedido de que o Executivo apresentasse cópias detalhadas referentes ao pagamento de reformas de escolas e postos de saúde. “Nada é mais justo que um parlamentar, um cidadão, faça esse pedido à prefeita. Então não vejo razão para que os vereadores da bancada da situação, da prefeita, se levantem e votem contrários a um requerimento desses. Essa é apenas uma solicitação para que a prefeita preste contas à gente!”, exclamou ele.

Já o parlamentar Zé do Perfume foi o terceiro a se pronunciar durante a sessão, falando também sobre a falta d’água no município. Outro ponto tocado por Zé diz respeito a situação das estradas da região. Segundo ele, localidades como o Quilombo e Carcará, têm passado por dificuldades. “A gente vem pedindo aqui há muito tempo e não estamos sendo atendidos. Peço à prefeita Hilda que ela seja sensível ao povo da região, que está sofrendo e não tem quem resolva o problema”, ressaltou.

O Expediente continuou com a participação da vereadora Creusa do Oiteiro. Seu pronunciamento tratou da indicação preparada pela parlamentar em pedido ao Executivo. A solicitação busca disponibilizar uma casa de apoio, na capital, aos lagartenses que precisam ir à Aracaju por motivos médicos. “Toda cidade tem uma casa de apoio na capital sergipana. Mas eu não sei porque Lagarto não tem essa casa. Tenho visto a dificuldade do pessoal que sai daqui da cidade ou da Zona Rural, vai pra capital, e lá não tem um parente, não tem um amigo, muitas vezes não pode ficar no hospital e tem que ir e vir várias todos os dias. Nesses casos a pessoa nem tem condições de tantos gastos”, destacou.

Quem também discursou na Casa Legislativa foi Washington da Mariquita, que falou sobre seus projetos e indicações à prefeitura. O vereador pediu mais atenção do Executivo à saúde das pessoas. Segundo ele, até falta de remédios tem acontecido. “O município tem dever e obrigação de cuidar dos lagartenses! A Covid-19 tem levado a vida de muita gente, e o município tem dinheiro pra fazer testes e cuidar de quem tanto necessita nesse momento”, desabafou, por fim.

Fonte: Ascom CML