09/07/20 - 11:01:45

Campanha da Prefeitura de São Cristóvão alerta para violência contra a mulher durante a pandemia

Com intuito de conscientizar a população sancristovense sobre relacionamentos abusivos, apresentando sinais, gestos e ações que indicam que o relacionamento caminha para diversas formas de violências contra a mulher, a Prefeitura de São Cristóvão tem desenvolvido em suas redes sociais a campanha #IssoNãoÉAmor.

O projeto que teve início em 12 de junho, Dia dos Namorados, tem enfatizado por meio de CARDs situações que caracterizam relacionamento abusivo. Além disso, a Prefeitura tem reforçado os canais de denúncia para casos de violência.

De acordo com a Diretora de Programas Especiais da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho (Semast), Ana Flávia Oliveira, muitas mulheres sofrem violência e não se dão conta. “A campanha objetiva dar exemplos de atitudes que indicam um relacionamento não sadio e, principalmente, nesse período de distanciamento e isolamento social, divulgar os canais de denúncia, lembrando que qualquer pessoa próxima a vítima pode realizar a denúncia”, explica.

Durante a pandemia do novo coronavírus, os registros de violência doméstica apresentaram queda em Sergipe. Apesar disso, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/SE), essa situação pode indicar uma subnotificação dos registros, já que as mulheres vítimas de violência doméstica passam mais tempo na presença dos agressores por conta do isolamento social. “Entendemos que a pandemia trouxe mais uma problemática para esses casos, já que, com o isolamento social, existe a dificuldade das vítimas irem pessoalmente registrar o boletim de ocorrência ou até mesmo fazer as denúncias virtualmente”, aponta Ana Flávia.

Para a coordenadora da saúde da mulher, Priscila Lírio, a campanha midiática #IssoNãoÉAmor é fundamental, principalmente nesse período de Pandemia para que às vítimas de violência não se sintam desamparadas. “O primeiro sentimento que mulheres vítimas de violência têm é de acharem que estão sozinhas e a nossa intenção é mostrar que elas não estão. Temos uma rede de apoio e suporte para elas”, declarou.

Rede de apoio

A Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (SEMAST), tem dado continuidade aos atendimentos às mulheres vítimas de violência neste período de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), o acompanhamento tem ocorrido atualmente por telefone (79 99820-9879), contando com o trabalho de psicólogos, assistentes sociais e assessoria jurídica que prestam orientações, acolhimento e acompanhamento das vítimas e da família.

Denuncie!

O CREAS fica localizado Rua Pereira Lobo, 72, Centro Histórico (próximo ao INSS), funcionando das 07h às 13h, de segunda a sexta-feira e o telefone para contato é o 79 99820-9879, por ele o atendimento funciona das 7h até as 16h. Casos de violência doméstica podem ser denunciados através do Ligue 180 que está disponível 24 horas, todos os dias, inclusive finais de semanas e feriados, e pode ser acionado de qualquer lugar do Brasil. No momento da ocorrência a denúncia também pode ser feita por meio do 190, contato da Polícia Militar.

São Cristóvão possui duas Delegacias Metropolitanas (DM) que também recebem os casos de violência contra a mulher, são elas: a 6ª DM situada a Rua D, s/n, Eduardo Gomes, podendo ser acionada pelos números 79 32579550/ 32571247; e a 12ª DM localizada a Rua Cel. Erundino Prado, 48, Centro (Praça da Matriz), contato 79 32619100.

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) também criou uma medida emergencial que possibilita que vítimas de violência ou pessoas que presenciem alguma agressão façam a denúncia de forma facilitada e discreta, sem a necessidade de ligação, através do aplicativo Direitos Humanos Brasil e para um portal exclusivo https://ouvidoria.mdh.gov.br/.

Fone e foto assessoria