09/07/20 - 10:49:12

Sebrae lança programa para ajudar empreendedoras a superar a crise

Inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 13 de julho

O Sebrae lançou um programa de aceleração para ajudar as empresarias sergipanas a desenvolver a sua capacidade empreendedora e superar a crise.  A ideia é disponibilizar capacitações e orientações gratuitas com o objetivo de aumentar a probabilidade de sucesso de negócios e ideias liderados por pessoas do sexo feminino no estado.

Por meio do Sebrae Delas (Desenvolvendo Empreendedoras Líderes Apaixonadas pelo Sucesso) as mulheres terão a oportunidade de participar de atividades para desenvolver competências técnicas e emocionais buscando gerar negócios inovadores e sustentáveis, poderão participar de eventos para divulgar seus produtos, serviços e realizar parcerias, além de ter acesso a conteúdos sobre aspectos macroeconômicos, mercado, setor de atuação e boas práticas.

Estão sendo oferecidas 80 vagas e as inscrições podem ser feitas até a próxima segunda-feira, dia 13, no site www.se.sebrae.com.br. Podem participar mulheres empreendedoras que tenham uma ideia de negócio já formatada ou em fase de formatação/operação (candidatas a empresárias), microempreendedoras individuais (MEI) e proprietárias de microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (ME) ou empresa de pequeno porte (EPP) constituídas em Sergipe e que tenham Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) junto à Receita Federal.

” As empresárias ainda enfrentam muitos desafios, como a maior quantidade de tempo dedicado à família, às atividades de casa e o acesso ao crédito. Em tempos de crise, algumas desigualdades se aprofundam, aumentando ainda mais as dificuldades enfrentadas pelas empreendedoras e refletindo na economia. Acreditamos que a inclusão produtiva das mulheres por meio do empreendedorismo favorece a melhoria dos aspectos sociais, educacionais e indicadores de saúde tanto das empreendedoras quanto de suas famílias”, explica a analista técnica do Sebrae, Mariana Araújo.

Compromisso

O programa será 100% digital e os encontros serão realizados utilizando a plataforma Microsoft Teams. As capacitações serão realizadas entre julho e dezembro, sempre no período da tarde, em datas previamente comunicadas. Além disso, haverá uma agenda extra que será divulgada durante o programa com eventos, também online, agregando outros conhecimentos às participantes, sendo opcional a participação neles.

O Sebrae reforça que o atingimento das metas de cada empreendedora dependerá diretamente do grau de envolvimento e comprometimento, assim como a determinação de implementar as ações propostas ao longo do programa. Esta implementação das ações requer esforço individual. O Sebrae em Sergipe não será responsabilizado pelo insucesso do empreendimento/negócios geridos pelas participantes.

Um levantamento feito pelo Sebrae com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2018, revela que em Sergipe 95,8 mil pessoas do sexo feminino são proprietárias de um negócio. O número representa 34% do total de empreendedores do estado.

Essas mulheres optam pela criação de um negócio motivadas principalmente pela necessidade de obter uma nova fonte de renda ou adquirir sua independência financeira. O estudo mostra que a maioria delas atua na informalidade. Cerca de 2/3 das proprietárias de um negócio trabalha sem CNPJ. Além disso, dentre as quase 96 mil empreendedoras sergipanas, 87% delas atua por conta própria.

Por Wellington Amarante

Foto assessoria