12/07/20 - 20:34:48

Grupo da oposição fará pesquisa para escolher candidato único e saber posição do eleitor bolsonarisa em Aracaju

 

Por Diógenes Brayner

Sexta-feira (10) houve uma vídeoconferência entre os presidentes dos partidos DEM, PSB, Avante e Patriotas para tratar sobre a formação de um bloco que disputará a Prefeitura de Aracaju. O grupo vem se reunindo já há algum tempo, mas ainda não há nada definido em relação a um nome a prefeito, mesmo que o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB) já tenha anunciado sua pré-candidatura, fortalecida pela Executiva Nacional da legenda.

Um dos pontos mais discutidos foi à questão: “em quem votaria o eleitorado vinculado ao presidente Bolsonaro em Aracaju”. Há quem admita que, para onde convergir os bolsonaristas, haverá mais chance de vitória no pleito, inclusive para chegar a uma disputa em segundo turno. Os nomes do grupo para disputar a Prefeitura de Aracaju são a delegada Georlize Teles (DEM), Valadares Filho (PSB) e vereadora Emília Correa (Patriotas).

Emília Correa, entretanto, resiste em ser candidata à Prefeitura de Aracaju, mantém a decisão de disputar reeleição na Câmara Municipal e tende a disputar vaga na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal em 2022, tendo como base as eleições de 2018, quando se saiu bem nas urnas ao se candidatar à deputada.

Na videoconferência ficou decidido que – como sugeriu o DEM – iriam realizar uma pesquisa e quem estiver melhor entre os nomes do bloco deve ter o apoio de todos para disputar a Prefeitura. Houve unanimidade e o resultado dessa avaliação deve sair entre os dias 20 e 22, quando haverá uma nova reunião para definição.

Grupo de Bolsonaro – Um dos membros influentes do bloco que dá apoio ao presidente Jair Bolsonaro em Sergipe, insistiu na informação anterior concedida ao portal Faxaju Online: “não há um nome de consenso entre os bolsonaristas e ninguém ainda fala sobre as eleições a vereador e prefeito de Aracaju. Isso está meio complicado”.

Pedindo para evitar a divulgação do nome, o integrante do grupo bolsonarista disse que “o senador Alessandro Vieira (Cidadania) estragou tudo em relação à pré-candidata Danielle Garcia (Cidadania)”. A mesma fonte disse que o pessoal ligado a Bolsonaro em Sergipe “sabe que Danielle é ligada ao juiz Sérgio Moro – ‘hoje nosso adversário’ e que o senador Alessandro traiu o presidente e está contra ele”.

O pessoal que acompanha o presidente Bolsonaro em Sergipe fala “ainda de leve”, na vereadora Emilia Corrêa (Patriota) – mas já sabe que ela não será candidata – no ex-deputado federal Valadares Filho (PSB) e na delegada Georlize Teles (DEM), “mas ainda vai depender da composição”.

Causa surpresa – Um twitter publicado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania), neste domingo, surpreendeu o bloco que vem se formando. Diz o seguinte: “Algumas pessoas têm me perguntado sobre a possibilidade de aliança com o PSB. Política pressupõe diálogo e tivemos boas reuniões com Valadares Filho”.

– Entendo que pode ser importante tê-los com a gente nesta construção, fortalecendo a unidade pela real transformação de Aracaju.

A pré-candidata a prefeita do Cidadania, Danielle Garcia, retuitou o que disse Alessandro e o pessoal do bloco que está se compondo viu sinal de soberba no que o senador postou: “seria importante para o Cidadania ser aceito pelo PSB e não o contrário, como insinuou ele, inclusive porque jamais Valadares Filho seria vice de Danielle”.

Segundo ainda comentários de pessoas do grupo, “o senador Alessandro está começando a mostrar serviço depois que foi chamado às rédeas pelo seu grupo, para atuar e conversar com lideranças como o ex-senador Eduardo Amorim e agora [como ele propaga] com Valadares Filho. Alessandro classificava esses políticos que hoje ele conversa como praticantes da velha política”.