13/07/20 - 07:40:35

Mote de campanha

A Covid-19 será o principal mote das campanhas da oposição e da situação. Os dois lados vão colocar a pandemia nos palanques. Os primeiros culparão os governistas pelas inúmeras mortes e a falência da economia, enquanto quem está no poder vai jurar ter feito o possível e o impossível para diminuir o número de óbitos e reduzir as consequências causadas às empresas. Os prefeitos dirão que precisam ser reeleitos para continuar a luta contra o coronavírus e ajudar na rearrumação da economia. Já a oposição prometerá mudar o quatro atual, com medidas ágeis para recuperar o setor empresarial e debelar a pandemia. Caberá ao eleitor analisar cada proposta, colocar de banda as falsas promessas e escolher o melhor candidato para governar a cidade a partir de janeiro de 2021. Fiquem atentos!

Arte de luto

Sergipe perdeu o grande artista plástico José Fernandes. Ele estava internado, há quase dois meses, no Hospital de Cirurgia. Diagnosticado com uma pneumonia, o pintor testou positivo para a Covid-19, mas a família informa que a real causa da morte foi uma parada cardíaca. O corpo de Zé Fernandes está sendo velado no OSAF, devendo ser sepultado às 10h30 desta segunda-feira, no Cemitério Santa Izabel, em Aracaju. Que a terra lhe seja leve, amigo!

Morte lamentada

O governador Belivaldo Chagas (PSD) e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT) lamentaram a morte prematura do pintor Zé Fernandes. “E hoje (ontem) o mundo das artes plásticas ficou menos colorido, sem um dos seus maiores nomes da história”, escreveu Chagas no instagram. O pedetista lembrou que Zé “era um defensor das artes, uma pessoa extremamente solidária, simpática, simples, generosa”. O senador lagartense Rogério Carvalho (PT) também lamentou a morte do conterrâneo: “Guardo comigo o seu carinho em telas belíssimas, que estão na minha casa e no meu coração. Muita tristeza!”, frisou o petista. Lamentável!

De olho em Noronha

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) quer uma punição para o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro João Otávio Noronha, que concedeu prisão domiciliar à foragida Márcia Queiroz. O parlamentar entende que o todo poderoso do STJ contrariou a jurisprudência ao mandar pra casa Fabrício Queiroz e sua cara metade. As más línguas propagam pelas esquinas do Brasil que Noronha quis agradar o presidente Jair Bolsonaro, de olho numa vaga no Supremo Tribunal Federal, mas há quem diga que isso não passa de intriga da oposição. Desconjuro!

Dois do contra

Os deputados federais Bosco Costa (PL) e Valdevan Noventa (PSC) têm assumido posições políticas muito parecidas. É o que revela a amiga Thaís Bezerra no Jornal da Cidade. Segundo ela, os dois foram os únicos da bancada federal de Sergipe a votarem contra o projeto adiando as eleições municipais para novembro. Agora, apenas Valdevan e Bosco não assinaram um documento apoiando o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e acusado a oposição de ter transformado a operação policial que investiga o Hospital de Campanha de Aracaju “num factoide midiático”. Será que Valdevan e Bosco também vão andar juntos nas eleições deste ano? Marminino!

Bloco da oposição

A oposição em Aracaju pretende montar um time forte para tentar impedir a reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). DEM, PSB, Avante e Patriotas avaliam a hipótese de lançarem um candidato único, porém ainda não definiram de qual partido sairá o prefeiturável. Reunidos na semana passada, os manda chuva das quatro legendas preferiram primeiro aparar todas as arestas internas para só depois definirem a chapa majoritária. Então, tá!

Aposta petista

O PT vai investir pesado na candidatura de Kleverton Siqueira a prefeito de Socorro. Segundo o presidente petista em Sergipe, deputado federal João Daniel, a legenda aposta na performance política do microempresário. “O nome dele tem uma boa aceitação entre os moradores do município, além de contar com a simpatia da militância”, discursa Daniel. Kleverton foi secretário de Socorro na gestão do ex-prefeito Fábio Henrique (PDT) e atuou no segundo escalão do governo Marcelo Déda (PT). Esta informação é do blog Primeira Mão. Ôxe!

Bico seco

Várias localidades da Grande Aracaju amanheceram nesta segunda-feira, sem água nas torneiras. A Deso suspeita que houve um rompimento na tubulação da adutora do São Francisco, fato que provocou a redução do nível dos dois reservatórios. Equipes estão tentando localizar o possível vazamento. A Deso não afasta a hipótese de o desabastecimento se ampliar no decorrer do dia. Portanto, economize para não ficar sem água. Quem avisa, amigo é!

Missa de 7º Dia

Será celebrada, às 17h desta segunda-feira, a missa de 7º Dia pela alma do jornalista e poeta Amaral Cavalcante, mais uma vítima da Covid-19. O ato religioso será realizado de forma virtual (https://www.youtube.com/channel/UCqPB6N-wPe9IkojSwL1x8RQ) pela Igreja São José, localizada no bairro do mesmo nome, em Aracaju. Prestigie!

Nota condenada

O ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) criticou a nota pública assinada por aliados do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) contra o baculejo dado pela Polícia Federal na Secretaria da Saúde de Aracaju. Subscrita, inclusive, pelo governador Belivaldo Chagas (PSD), a nota levanta a suspeita que a ação coordenada pelo Ministério Público federal teve viés político. Valadares disse que a solidariedade a Edvaldo lhe pareceu “uma rebeldia oficializada, um ato incomum, uma tentativa inconcebível de desmoralização dos órgãos de Estado encarregados de investigar”. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 10 de dezembro de 1871.