13/07/20 - 14:26:40

Requalificação urbanística da avenida Nestor Sampaio avança e inclui vias do entorno

Depois de revitalizar a malha viária de toda a extensão da avenida Nestor Sampaio, via na qual foram aplicadas mais de 1,3 mil toneladas de massa asfáltica, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), contempla com acessibilidade e saneamento outras duas vias que interligam os bairros Luzia e Ponto Novo. A obra totaliza um investimento aproximado de R$3,8 milhões, em recursos conveniados entre o Município e o governo federal, e é fundamentado por um projeto modernizador para a Nestor Sampaio e inclui ainda a avenida Dulce Diniz, mais conhecida como Estrada da Luzia, e ruas no entorno, a exemplo da José Deodoro dos Santos.

Na Nestor Sampaio, as duas frentes de trabalho atuam para concluir a construção das calçadas, as quais seguem ao longo dos cerca de 1,4km de extensão da via, compreendidos entre os cruzamentos das avenidas Adélia Franco e Augusto Franco. Mais de 70% das calçadas previstas no projeto para uniformizar a acessibilidade dos dois lados da avenida já foram implementadas, restando o trecho final que deverá ser concluído ainda neste mês.

O cronograma precisou se adequar às recomendações sanitárias e administrativas por conta da pandemia mas não sofreu qualquer tipo de paralisação, como ressalta o secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari.

“Quando a obra foi iniciada, em fevereiro, não prevíamos o aparecimento da pandemia e nem o tempo chuvoso este ano. Mas ainda assim ajustamos o cronograma logo após o  recapeamento da Nestor Sampaio para que as etapas seguintes fossem realizadas de forma alternada”, explica.

Nos quase mil metros de extensão da Estrada da Luzia a complementação da rede de drenagem já ultrapassa mais de 80% de sua execução, enquanto mais da metade das calçadas previstas para esta via já foram construídas. A rua José Deodoro dos Santos também passa por intervenções urbanísticas e será beneficiada com as melhorias do escopo do projeto executivo direcionado à obra.

“Esta obra restaura não só a malha viária mas cria condições mais apropriadas para a drenagem, lança bases para uma acessibilidade mais adequada para uma via que teve a última intervenção lá em 2002, quando a Prefeitura investiu cerca de R$340 mil, com recursos próprios e produção da usina de asfalto da Emurb. Hoje, a Nestor Sampaio, que se interliga a duas outras grandes obras dos corredores Augusto Franco e Hermes Fontes, também integra um parque de urbanização que beneficia vias que se cruzam ou são paralelas a ela”, enfatiza o secretário.

Fonte e foto AAN