14/07/20 - 15:58:25

PREFEITURA ATUA PARA GARANTIR CUMPRIMENTO DE MEDIDAS EMERGENCIAIS

Diariamente, a Prefeitura de Aracaju atua para minimizar os impactos da covid-19 na capital. No âmbito das fiscalizações ao comércio, já são mais de 1.500 estabelecimentos vistoriados através das ações da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec). O trabalho, ininterrupto, visa o cumprimento das medidas emergenciais previstas nos decretos do governo do estado e do município, mais, sobretudo, reflete o compromisso e cuidado com a vida dos aracajuanos.

Nesta terça-feira, 14, as equipes da Defesa Civil, do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju) e da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) retornaram ao bairro Farolândia. A região foi definida com base em critérios que levam em consideração o número de infectados na localidade, que já ultrapassa 1.470, com sete óbitos confirmados.

De acordo com o secretário da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, a Prefeitura de Aracaju continuará fazendo a sua parte. “Trabalhamos de maneira que possamos ajudar, da melhor forma possível, para o achatamento da curva de contágio, para que não haja colapso no nosso sistema de saúde, para que possamos dar dignidade às pessoas que dele precisarem”, explicou o secretário, que também faz um apelo para a população.

“Pedimos, mais uma vez, que a população fique em casa. Se houver necessidade de sair que, preferencialmente , vá apenas uma pessoa da família e com bastante brevidade. Não esquecer que o uso da máscara é essencial e obrigatório, além da higienização das mãos”, reforçou.

O coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Sílvio Prado, explica que a ação averígua o cumprimento das medidas de biossegura necessárias à redução de riscos de contaminação para todos os ocupantes do estabelecimento, que possuem autorização de funcionamento.

“Verificamos se há a disponibilização de álcool 70% ou sanitizantes para higiene das mãos, na entrada do estabelecimento. É necessário que haja um funcionário encarregado de assegurar que a medida seja adotada por todos que pretendam entrar no local. Além disso, é preciso que haja controle de lotação do espaço e medidas que assegurem o distanciamento social, além do uso obrigatório de máscaras”, salientou.

Segundo o coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, diante da verificação do funcionamento de estabelecimentos não autorizados, há adoção das medidas cabíveis. “Diante da identificação do descumprimento, os proprietários do estabelecimento poderão ser responsabilizados, podendo sofrer processo administrativo”, indicou.

As medidas averiguadas pelos órgãos levam em consideração recomendações das autoridades sanitárias e visam a proteção da vida. Por isso, as equipes atuam no sentido, principalmente, de chamar a tenção da população para as estratégias que todos precisam adotar para reduzir o risco de transmissão e contaminação pelo novo coronavírus.

Fonte e foto AAN